26maio2016

[Resenha] O Despertar do Lírio – Flores da Temporada 2 – Babi A.Sette

ODespertaroLirio

Sinopse: Lilian Radcliffe é uma jovem viúva e está feliz com sua vida isenta de emoções. Culpa do luto que não larga? Lilian jurou fidelidade ao marido no leito de sua morte.
Paralelo a isso, conhecemos Simon Thorn, homem frio e libertino, dono da maior casa de jogos de Londres. Ele está a um passo de realizar seu plano de vingança contra o culpado pelo título de assassino que recebera anos atrás. O problema é que o canalha está morto e ele terá de usar a sua viúva recatada a fim de atingir seus objetivos.
De um lado, ela precisa manter sua honra intacta; de outro, ele quer seduzi-la e desmoralizá-la. No entanto, Lilian nunca se sentiu tão vulnerável e atraída por um homem. E Simon, por sua vez, demonstra reações ao lado dela das quais nunca imaginara ter. A vingança e a honra se abalam quando nasce entre ambos uma paixão incontrolável. Mas, para ficarem juntos, terão de enfrentar segredos e mágoas profundas, um castelo trancado há seis anos, palco de uma morte misteriosa e, sobretudo, encarar os fantasmas do passado que assombram suas consciências.

Onde Comprar?
Amazon | Saraiva | Cultura | Travessa | Casas Bahia
Minha Opinião:
Eu nem precisaria descrever muito sobre minha opinião sobre o livro após esse blurb, não é mesmo? No entanto, vocês precisam saber com mais detalhes sobre o romance mais sensual já escrito pela Babi A. Sette.
Autora dos romances Entre o Amor e o Silêncio e A Promessa da Rosa (Flores da Temporada 1), a autora conquistou o público que é fã de romance histórico, dedicando sua carreira ao gênero, a autora é best seller, as tiragens são esgotadas tão logo são lançadas. E não é para menos. Babi A. Sette escreve com desenvoltura, brilhantismo e envolve seus leitores!
Nesse romance, que pode ser lido independente de você ter lido ou não A Promessa da Rosa, conheceremos a história de Lilian Radcliffe e Simon Thorn. Lilian é irmã de Kathelyn, protagonista do livro anterior, desta vez conheceremos sobre ela, como deixou de ser uma dama vista por todos como casta, inatingível e sem graça.
Simon Thorn é o famoso barão assassino, sua fama tem uma história, se ela é verdade ou não, ninguém sabe, mas a fama precede o libertino sedutor, afastando-o das moças que tem juízo e bom senso. Infelizmente ou felizmente, as moças não tem bom senso e nem juízo ou o libertino é irresistível demais, e está sempre sendo alvo das mães casamenteiras. Mas, ele tem uma amante, uma mulher insuportável, bonita e inteligente, capaz de destruir aqueles que ousarem atravessar o seu caminho. Essa mulher inescrupulosa, idealiza um plano para acabar com a fama de boa moça de Lilian, uma vingança antiga com o falecido marido, e quem pagará será ela.
Lilian não esperava muito da temporada, mas suas listas começavam a perturba-la, especialmente no que se referia ao barão, que aparecia sempre em seu caminho e quando ela menos esperava.

“Podia até não ser o barão assassino como era conhecido, mas, Lilian soube que deveria se manter afastada dele, ou correria riscos que ela não queria nem mesmo listar.”

Simon gosta de se divertir e também precisa acertar as contas com o passado, mas ele não esperava encontrar em Lilian tanta doçura, beleza, sensualidade e… paixão?

“Tinha que admitir de uma vez por todas; ele a desejava muito mais do que havia imaginado ser capaz.”

Segredos, mentiras, intrigas. Estamos em um cenário onde a sociedade manipula as pessoas como marionetes, as verdades são ocultas, mentiras encobertas, mas até quando os segredos podem perdurar sem serem descobertos?
O que eu posso afirmar sobre essa leitura? Vocês vão rir descontroladamente, sim, a autora tem um senso de humor inacreditável e maravilhoso. Vocês vão querer esmagar seus inimigos. Alguns personagens são odiosos. Vocês vão se emocionar. Vão chorar, se encantar e ficar perdidamente encantado. Talvez o livro se torne o seu romance de época predileto. Talvez você se apaixone perdidamente por um personagem fictício. Em alguns trechos você vai rir e chorar, não nessa ordem respectivamente.
Com uma capa linda, uma diagramação maravilhosa e um capricho notável, o livro não deixa a desejar em nenhum dos quesitos, mas não se enganem com essa resenha, tinha um ponto extremamente negativo no livro: Acabou rápido demais =P
Estou ansiosa para que os próximos livros da série sejam publicados o quanto antes, a autora se tornou a minha favorita em romance de época!!!
Book Trailer
BABI A. SETTE começou a escrever romances há três anos e não parou mais. Seu livro de estreia, Entre amor e o silêncio, publicado pelo Grupo Novo Século, teve a primeira edição esgotada em poucos meses. Formada em Comunicação Social, sente-se metade psicóloga; e outra socióloga. Ama viajar, conhecer pessoas e descobrir lugares. Apaixonada por romances de época, jura que viveria feliz também no século 19. Atualmente, mora em São Paulo com o marido, a filha, um cachorro, um gato e seus personagens.
BABI A. SETTE começou a escrever romances há três anos e não parou mais. Seu livro de estreia, Entre amor e o silêncio, publicado pelo Grupo Novo Século, teve a primeira edição esgotada em poucos meses. Formada em Comunicação Social, sente-se metade psicóloga; e outra socióloga. Ama viajar, conhecer pessoas e descobrir lugares. Apaixonada por romances de época, jura que viveria feliz também no século 19. Atualmente, mora em São Paulo com o marido, a filha, um cachorro, um gato e seus personagens.  – See more at: http://www.babiasette.com.br/#sthash.aTk1RBeJ.dpuf
Encontre-a nas redes sociais:
 

 

Categorias:Outros, Resenhas
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

07abril2016

[Resenha] O Velho Vestido de Noiva – Ana Ferrarezzi

Sinopse
Amélia se depara com uma devastadora notícia. Seu marido, o homem a
quem se dedicou inteiramente durante trinta anos, pediu divórcio. Sem
saber como prosseguir com sua vida, e aguardando que um milagre venha
lhe dar uma direção, ela leva o seu vestido de noiva para uma reforma.
Então, no meio do caminho, depara-se com um desdobramento inesperado.
Fábio é dono de um bistrô famoso no Recreio, Rio de Janeiro.
Desde seu traumático divórcio, abraçou uma vida solitária. Até se
deparar com Amélia no ateliê de sua irmã, Letícia. Apesar de intrigado
com a tristeza exposta nos olhos da bela mulher, manteve sua rotina.
Então, ao caminhar pela rua, esbarra em seu desdobramento inesperado. Um
livro intrigante, criativo, que acompanha com sensibilidade a
transformação na vida desses dois personagens.

Onde comprar?
Site da autora (Autógrafo + Brinde) | Saraiva 



Minha opinião:

O Velho Vestido de Noiva possui características que provocam em nós leitores, algo surpreendente e notório. Somos levados à reflexão: Devemos acreditar nos desdobramentos inesperados da vida? O que buscamos para completarmos a nós mesmos? Delineando em uma narrativa fluente e concisa, a autora proporciona uma leitura leve, agradável e viciante.

Separação
O romance narra a história de Amélia, que já passou dos quarenta anos de idade há tempos, viveu um casamento por trinta anos para ser trocada por uma mulher mais jovem. Lidando com a recente perda e com o divórcio, ela decide reformar seu velho vestido de noiva, levando-a em uma costureira indicada por sua irmã, no percurso, ela se depara com vários questionamentos, o leitor conhece a protagonista e sua mais recente revolta, ao entregar o vestido para reforma, ela entrega não somente uma parte de si, mas dá para si mesma uma nova oportunidade de recomeçar.
“Imaginou o trabalho que a costureira teria para ressuscitar parte da beleza perdida com o tempo. Provavelmente seria obrigada a destruí-lo por completo para reformá-lo camada a camada. Mas não era exatamente isso que Amélia seria forçada a fazer com sua vida? Desconstruí-la e remontá-la ano a ano?”
No estabelecimento de costura, ela entrega a Letícia o vestido para reforma, está abalada pela perda e conta para ela e Laura, Mimi sua situação, sente-se humilhada, aflita. É nesse primeiro momento que ela se depara com Fábio, que é irmão de Letícia e dono de um Bistrô conceituado na cidade, que ela já fora algumas vezes, eles se falam brevemente, ela sequer imaginaria que cairia por cima dele no dia seguinte, literalmente.
Fábio já foi casado, a ex-mulher escolheu se casar com o vício, deixando-o solitário. Dedicando-se integralmente ao negócio, ele esteve sempre à procura de um sinal, algo que indicasse que ele estivesse no caminho certo, precisava encontrar sua alma gêmea.
“Sua mãe sempre dizia: desdobramentos inesperados eram atalhos que os anjos montavam para levar as pessoas mais rapidamente à felicidade.” (Pág.50)


O livro tem uma diagramação muito bem feita, inclusive separações que entrelaçam a reforma do vestido e a reforma da vida com belas reflexões.
Com um desenvolvimento muito bem estruturado, uma narrativa fluente e deliciosa, O Velho Vestido de Noiva é uma leitura imperdível, recomendo a todos os leitores e público em geral!

Para agradar os leitores, a autora enviou-me um exemplar extra e uma ecobag, fiquem atentos que logo teremos sorteio por aqui!

Não deixem de conhecer o livro, muito mais do que recomendado!

Sobre o Autor





ANA FERRAREZZI nasceu recentemente, no Rio de
Janeiro, aos 40 anos. Ela é psicóloga, artista plástica e escritora,
tudo ao mesmo tempo. Ora alimenta-se da beleza retratada por detrás das
artes, ora inspira-se nos folclores e nos contos. De uma forma única,
Ana os mistura e constrói algo novo e intrigante. Ela possui um estilo
interessante. Seus enredos são envolventes, bem-humorados e capazes de
transportar o leitor a um mundo completamente novo.

Facebook | Instagram

Ficha Técnica:

ISBN: 9788542807202
Ano: 2015
Páginas: 223
Editora: Novo Século

Categorias:Outros
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

31março2016

As mil e uma Noites – Organizador: Paulo Sérgio de Vasconcellos

Sinopse: As mil e Uma Noites, constituem um antigo
tesouro de histórias narrativas da literatura árabe que há três séculos são
conhecidas e exercem grande influência no Ocidente. Xerazad, a narradora, é uma
contadora de histórias única: ela não as conta para distrair a atenção da
passagem do tempo e da vida (como aconselha Machado de Assis, repetindo
Diderot); ela conta histórias para não morrer, pois é o interesse despertado
por suas narrativas que a mantém viva – tanto no livro, porque o sultão não a
mata, como na realidade, porque os leitores não a abandonam.

O
livro “As Mil e uma Noites” é uma coleção de contos de origem árabe. Com 104
páginas, apresenta cinco histórias acompanhas de belíssimas ilustrações. Fiquei
encantada com os desenhos e as cores, é tudo tão lindo e complementa ainda mais o livro. Além disso, acompanha uma apresentação do
organizador que explica a origem e os cenários dos contos.
Vocês sabiam que originalmente a história do Aladim se passa na China? Também
conhecemos mais sobre a influência da civilização árabe e islâmica no mundo
ocidental, com curiosidades e até mesmo uma lista de palavras da língua portuguesa
que derivam do árabe, como açafrão, romã e xerife.

Contos:

As
Mil e uma noites –
A história de um rei que desiludido pelo amor, resolve não
se apegar a mais nenhuma mulher, tomando medidas drásticas para que isso ocorra.

O
Pescador e o gênio –
Um pobre pescador encontra um gênio amargurado, pronto
para se vingar.

Ali
Babá e os 40 Ladrões –
Ali Babá é um homem simples que descobre um enorme
tesouro, o que pode custar sua vida.

As
Aventuras de Simbad, o Marujo –
Simbad narra os perigos que passou em alto mar, mostrando sua coragem, inteligência e sorte.

Aladim
e a lâmpada maravilhosa –
Um menino é enganado, mas encontra uma lâmpada e consegue realizar
todos os seus desejos.

Meu conto preferido foi de Ali Babá, pois mostra
a perspicácia e inteligência de uma mulher para salvar uma família. Gostei bastante do desenvolvimento da história e seu final.
Recomendo.
Edição: 1
Editora: Sol
Ano: 2008
Páginas: 104
Skoob: clique aqui
Avaliação: 4/5

Categorias:Outros, Resenhas
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

06março2016

[Resenha] Labirinto de Ilusões – Bárbara Negrão – Trilogia Labirinto #2

Sinopse

Com as revelações feitas recentemente Eva se sente em um labirinto de ilusões sem ter certeza de qual será seu próximo passo. Ela, Willian, Edgar e Dante, partem então em uma viagem para o outro lado do mundo, em busca de uma esperança que permita que fiquem no controle de suas vidas e em uma tentativa desesperada para conseguirem manter Eva a salvo. Mas tudo vai por água abaixo quando chegam lá, e nada sai como esperavam. Agora todos terão que correr contra o tempo enquanto tentam lidar com novas descobertas bombásticas, antes que toda a sociedade descubra o que Eva realmente é. Com novos personagens, que balançam as estruturas do relacionamento que Eva e Willian tentam manter em meio ao caos, esta nova aventura conta com muita ação, cenas de romance e revelações que irão te fazer não querer soltar o livro nem por um segundo até chegar ao fim.
Onde Comprar?
Saraiva | Cultura | Amazon |

Minha opinião:

Labirinto de Ilusões traz a tão esperada sequência de Labirinto de Espelhos. Para saber mais sobre a Trilogia Labirinto, acesse a página da autora.
Quem ainda não conhece o livro Labirinto de Espelhos que antecede este volume, poderá ler a resenha aqui, no entanto, se prosseguir a leitura nesta postagem, esteja ciente dos spoilers. 

Passaram-se alguns meses após os acontecimentos do primeiro volume da trilogia. Enquanto as pessoas normais se divertiam, Eva treinava sua mente contra seu namorado vampiro e contra todos os demais que pudessem chegar à cidade atraídos por seu sangue. Ela estava tentando encontrar um novo modo de viver, com as recentes descobertas a respeito de si mesma. Ela era especial e isso mudava tudo.
“Procurei em minha mente por uma flor que poderia me acalmar. Sempre gostei de flores. De todas as cores. Flores não podem ferir. Mentalizei um botão de rosa e me prendi a ele.”
Enquanto era caçada, Eva lutava internamente para poder vivenciar seu amor por Willian, eles precisavam descobrir urgente uma forma de ficar completamente juntos, o amor crescia e ardia dentro de ambos.
“Ter esse ser magnífico por perto e ter que ser eu a me controlar estava sendo muito mais difícil do que imaginei que seria.”

Eva podia ser uma rainha, mas ainda era humana. Pensando nisso, eles decidem libertar um vampiro que estava preso há mais de cem anos, que teve sua pena vencida e mesmo assim ninguém ousou libertar, acreditavam que esse vampiro em especial, poderia ajudar com sua influência nos clãs. Mas tudo vira um caos.
Enquanto Will, Edgar e Dante procuravam por soluções, ela é sequestrada. Pesadelo, insegurança e ainda tendo de lidar com novas situações, nossa rainha estava perdidamente encrencada.
“Devo ter ficado tão branca quanto papel, pois senti minhas pernas amoleciam. Conforme aquelas palavras foram absorvidas por meus ouvidos.
– Lucius? – perguntei com a voz tão baixa que nem eu cheguei a ouvir direito.
– Ao seu dispor – apresentou-se sorrindo maliciosamente para mim.”
Mesclando um cenário de muito mistério, paixão e sedução, a narrativa da autora transcende a do primeiro volume, está mais complexa, mais envolvente e maravilhosamente instigante.  As cenas nos tiram o fôlego, você está lendo o livro e quase sempre esquece de respirar, porque a leitura nos envolve de certa forma que chega a ser crueldade da autora, pois somos humanos e não vampiros, não conseguimos ler rápido o suficiente para aplacar nossa curiosidade.
O enredo não podia ser melhor, se você torce o nariz para a literatura nacional, repense sua atitude, você está perdendo histórias inacreditáveis, como a da Trilogia Labirinto. Não gosta de vampiros? Esqueça tudo o que você leu ou ouviu sobre Crepúsculo e outras séries similares, porque Labirinto de Ilusões é surpreendente, intrigante, repleto de emoções e muita adrenalina, possui ainda uma história original e bem desenvolvida, um mundo novo e cheio de possibilidades.
“Nenhuma mulher que possa ter existido em minha vida chega aos pés do que você significa para mim. Nem todas juntas, nem multiplicadas entre si. Só existe você no meu presente e no meu futuro.”
” – Esperei por você o tempo de uma vida inteira, e busquei por você mesmo quando não tinha certeza se era real. Agora preciso que esteja comigo por toda a eternidade.”
Fiquei completamente absorvida pelos personagens, Lucius por quem eu não nutria nenhuma expectativa, surpreendeu-me enormemente, vi-me em dúvida em relação a esse lindo e sedutor guardião. Mas com Will, não tem competição.

 OMG! E que final foi esse? Não dá para descrever aqui, simplesmente irreal! Mal posso esperar para ler o último livro da trilogia, aguenta coração!

Bárbara Negrão – Nascida em Ibaiti (Paraná). Começou a escrever desde os 8 anos de idade.
Mas só recentemente resolveu publicar a Trilogia Labirinto. É também veterinária, alternando seu tempo entre o cuidado com
os animais e o amor à escrita.

Categorias:Outros
Thaís Turesso

veja também os relacionados: