12Janeiro2015

[Resenha] A Libélula no Âmbar – Outlander – Livro 02 Outlander # 2 – Diana Gabaldon

Sinopse“Claire Randall guardou um segredo por vinte anos. Ao voltar para as majestosas Terras Altas da Escócia, envoltas em brumas e mistério, está disposta a revelar à sua filha Brianna a surpreendente história do seu nascimento. É chegada a hora de contar a verdade sobre um antigo círculo de pedras, sobre um amor que transcende as fronteiras do tempo… E sobre o guerreiro escocês que a levou da segurança do século XX para os perigos do século XVIII. O legado de sangue e desejo que envolve Brianna finalmente vem à tona quando Claire relembra a sua jornada em uma corte parisiense cheia de intrigas e conflitos, correndo contra o tempo para evitar o destino trágico da revolta dos escoceses. Com tudo o que conhece sobre o futuro, será que ela conseguirá salvar a vida de James Fraser e da criança que carrega no ventre?



Minha opinião – “A Libélula no Âmbar” é o segundo livro da série Outlander escrito pela autora Diana Gabaldon. Após o final eletrizante de “A Viajante do Tempo” somos transportados para um início totalmente diferente.
O livro é dividido em dois tempos, onde primeiro temos Claire em pleno século XX, mais precisamente no ano de 1968 e a segunda parte se passa no século XVIII, inicialmente na França e depois na Escócia.
A autora consegue despertar o interesse do leitor logo no início. Ficamos sem saber o que aconteceu e observamos que Claire e sua filha Brianna estão vivendo nos Estados Unidos. Em uma viagem, Claire decide levar a filha para a Escócia e contar toda a história para Brianna, que se encontra com 20 anos de idade.
Com a ajuda de um historiador local as duas vão mergulhar mais uma vez no passado…

“Acordei três vezes de madrugada. Na primeira, de tristeza, depois de alegria e, finalmente, de solidão. As lágrimas de uma profunda perda acordaram-me devagar, banhando meu rosto como o toque reconfortante de um pano úmido em mãos tranquilizadoras. Virei o rosto no travesseiro molhado e naveguei por um rio salgado para dentro das cavernas da dor relembrada, para as profundezas subterrâneas do sono.” (p. 08)


Após o que aconteceu com Jaime, ele e Claire decidem sair da Escócia e vão para a França. Claire sabe do massacre que irá acontecer e como Jaime ainda está lutando contra os seus próprios fantasmas ela tentará fazer de tudo para mantê-lo seguro. Através de um primo, os dois vão parar na corte francesa. Não é difícil de imaginar que existem muitas intrigas e manipulações no local e os dois precisam ficar atentos.


“— Eu vou encontrar você. — ele sussurrou em meu ouvido. -— Eu prometo. Mesmo que eu tenha de suportar duzentos anos de purgatório, duzentos anos sem você — então essa é a minha punição, que eu mereci por meus crimes. Porque eu menti, matei, roubei; trai e quebrei confiança. Mas tem uma coisa que deverá estar na balança. Quando eu estiver na frente de Deus, eu terei uma coisa para dizer, para pegar contra todo o resto. — sua voz caiu. — Deus, você me deu uma mulher rara, e Deus! Eu a amei da maneira certa.”



Ainda nesse livro acabamos descobrindo algumas respostas para as perguntas que ficaram no ar em “A Viajante do Tempo”. Sem dúvida “Outlander” é uma série poderosa que tira o fôlego do leitor.
Toda vez que acreditamos que conseguimos compreender a situação, Diana Gabaldon muda tudo!

“- Eu sei – Disse ele serenamente. – Eu realmente sei, querida. Deixe que eu lhe diga em seu sono o quanto eu a amo. Porque as palavras que lhe digo quando está acordada são sempre as mesmas, não são suficientes. Enquanto você dormir em meus braços, posso dizer-lhes coisas que soariam tolas e loucas, e seus sonhos entenderão a verdade delas. Volte a dormir, mo duinne.” (p. 854).

Resenha Livro 1 – Thaís Turesso – clique aqui
Resenha Livro 2 – Thaís Turesso – clique aqui


Edição: 1
Editora: Saída de Emergência Brasil
ISBN: 9788567296272
Ano: 2014
Páginas: 944
Tradutor: Geni Hirata
Skoob: clique aqui
Avaliação: 4/5
Categorias:Outros
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

09dezembro2014

[Resenha] Amor Sem Limites – Trilogia Sem Limites/ Série Rosemary Beach # 03/04 – Abbi Glines

Sinopse – Blaire Wynn conheceu Rush Finlay num momento muito difícil da vida dela, logo depois de perder a mãe e a casa em que morava. Filho de um astro do rock, Rush vivia num mundo de luxo, sexo sem compromisso e total despreocupação com o futuro. Exatamente o oposto de tudo o que Blaire conhecia. Mesmo com tantas diferenças, a paixão entre os dois foi arrebatadora. Porém Rush guardava um segredo de sua família que levou ao fim do namoro e a um período de tristeza absoluta para o casal. Mas eles já não sabiam viver um sem o outro e cederam de novo àquele sentimento irresistível. Agora Blaire está grávida, eles estão felizes e planejam se casar. Mas nem tudo está garantido. O pai de Rush chega trazendo más notícias e novamente os antigos problemas de família podem fazer com que os dois se afastem.
Minha opinião – Para os fãs de Blaire e Rush, “Amor sem Limites” é o livro que traz o desfecho desse improvável casal. 
A narração ocorre em primeira pessoa, alternando entre Rush e Blaire. Rush se comprometeu com Blaire, deixando claro que iria colocá-la junto com o filho deles como prioridade em sua vida. E a promessa dura menos de três capítulos, pois Nan mais uma vez está aterrorizando os moradores da vila, dessa vez lá em Los Angeles.
Ao descobrir que seu pai biológico é o Kiro, integrante da banda Slacker Demon, Nan resolve cobrar seu pai sobre o seu papel. O negócio é que Kiro é o clichê de um astro de rock: muitas bebidas, mulheres sem rostos e isento de responsabilidades, com exceção de sua quieta e tímida filha Harlow, que vive trancafiada no quarto da mansão.
Como todos fãs da série bem sabem, Nan não suporta a ideia de dividir holofotes, principalmente com outra mulher, e a confusão retorna.
Apesar da história apresentar o pai de Rush, o astro Dean Finlay e permitir que Blaire tente encontrar paz com o seu próprio pai e o seu passado, algumas situações são frustrantes e decepcionantes.
Claro que Rush não cumpre o que promete, mas o pior de tudo é a rapidez com que Blaire perdoa, após ser magoada uma vez atrás da outra. Se no primeiro livro ela era uma garota mais forte e decidida, nesse último faltou convicção.
Esse último livro também deu a oportunidade de espiarmos os futuros protagonistas: Grant e Harllow, que narram alguns capítulos em “Amor Sem Limites”.
Edição: 1
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580413120
Ano: 2014
Páginas: 192
Tradutor: Cássia Zanon
Skoob: clique aqui
Avaliação: 3/5

Para quem ainda não conferiu as resenhas dos livros anteriores:
1. Paixão sem Limites –  clique aqui
2. Tentação sem Limites –  clique aqui

Categorias:Outros
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

23novembro2014

[Resenha] Private Londres – Outros Oficiais da Private – Livro 02 – James Patterson, Mark Pearson

Sinopse – Quando os ricos e famosos estão em apuros, a primeira ligação deles não é para os serviços de emergência. Eles ligam para a Private. Um minuto foi suficiente para Jack Morgan falhar em salvar a mãe de Hannah Shapiro. Impotente e com medo, a jovem de 13 anos viu a mãe ser morta quando o pai não pagou o resgate aos sequestradores. Mas isso foi antes da Private. Antes de Jack Morgan ter recursos. A agência se expandiu, abrindo filiais no mundo inteiro. Com um seleto time de investigadores e equipamentos de última geração, a Private é uma rede bem-estruturada e Jack saberá usá-la para a proteção de Hannah. Para isso, ele convoca Dan Carter, responsável pelo escritório da Private em Londres, como guardião de Hannah, agora uma mulher de 20 anos, estudante de psicologia. O plano não podia dar errado – até Hannah e as amigas, incluindo a afilhada de Carter, serem atacadas em frente à universidade. Quando Hannah é mais uma vez sequestrada e sua afilhada entra em coma, Dan Carter descobre que os sequestradores são profissionais, alguém está vazando informações e a questão é pesssoal. O pesadelo recomeçou.
Minha opinião – O livro é dividido em Introdução + Quatro partes. Na introdução, que é narrada em primeira pessoa pelo próprio Jack Morgan, é contado como ele conheceu a jovem Hannah, de apenas 13 anos de idade na época.
Na parte 1, a história se inicia em 09 de abril de 2003 em Los Angeles com a narrativa em terceira pessoa, onde acompanhamos Hannah e sua mãe Jessica Shapiro nos preparativos do aniversário da jovem. Ambas são sequestradas e Hannah presencia cenas terríveis que deixam marcas para o resto de sua vida.
A história dá um pulo de sete anos e Dan Carter narra alguns capítulos, Ele administra o escritório da Private em Londres. Tem quase 40 anos de idade, é divorciado, extremamente inteligente e charmoso.
O livro alterna capítulos em praticamente três histórias diferentes: a de Hannah, o passado de Dan e as mortes que vem acontecendo em Londres.
Hannah agora tem 20 anos de idade, e vai estudar psiquiatria na Chancellors em Londres por três anos e a pedido pessoal de Jack Morgan, Dan precisa mantê-la segura.
Temos também alguns flashbacks da vida de Dan, principalmente da missão em Bagdá, no Iraque, quando executava a Operação Telic com outros quatro oficiais. E por último e não menos importante, estão ocorrendo algumas mortes com jovens em seus 20 e poucos anos que tem o seu dedo anelar decepado. Uma das investigadoras desse caso é a ex do Dan, a detetive Kirsty Webb.
Kirsty e Dan são personagens carismáticos e percebe-se que ainda se amam, mas os fantasmas do passado ainda pairam entre os dois. Kirsty é forte, perspicaz e determinada. Ela também se emociona bastante (apesar de tentar parecer durona).
Outros personagens também marcam presença no livro, como a equipe da Private Londres, a advogada Alison Chambers, o detetive Ken Harman e a professora Annabelle Weston.
A primeira vista, pode parecer estranho e difícil de imaginar como esses três temas se entrelaçam, mas os autores conseguem criar uma teia complexa de acontecimentos que tem início com um segundo sequestro de Hannah.
Os capítulos são curtos, a narração é dinâmica e os diálogos são sucintos. Para os fãs do autor James Patterson e de livros policiais, Private Londres não decepciona.
É claro que se o livro fosse mais longo ele poderia ter alguns pontos mais desenvolvidos, mas como se trata de uma série, é possível que essas lacunas vão sendo preenchidas nos próximos livros.
Em relação à revisão, diagramação e layout foi realizado um bom trabalho. Existem alguns errinhos de digitação, mas nada que interfira na leitura e compreensão do texto.
Edição: 1
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580413038
Ano: 2014
Páginas: 224
Avaliação: 4/5
Skoob: clique aqui
Categorias:Outros
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

09novembro2014

[Resenha] Supernatural – Guerra Dos Filhos – Rebecca Dessertine, David Reed

Sinopse – Uma história de Supernatural que revela uma nova aventura para os irmãos Winchester. Vinte e três anos atrás, Sam e Dean Winchester perderam sua mãe para uma demoníaca força sobrenatural. Após a tragédia, seu pai os ensinou tudo sobre as coisas paranormais e ruins que vivem nas esquinas escuras da América e como matá-las. Caçando Lúcifer, os garotos se encontram em uma cidade pequena na Dakota do Sul aonde encontram Don, um anjo com uma proposta. O quão longe irão os rapazes para descobrir o segredo que Satan nunca quis que eles descobrissem?


Minha opinião – Para os leitores que são fãs da série “Supernatural”, os livros da série publicados pela Gryphus são um complemento maravilhoso. Em “Guerra dos Filhos” o leitor irá acompanhar os acontecimentos após Sam quebrar o Selo do Inferno e os irmãos Winchester descobrirem que eles são os receptáculos de uma guerra milenar entre irmãos.
Quem conhece os Winchester sabe que eles não gostam de aceitar ordens, muito menos vindas do céu e do inferno. 
Os dois entram em uma jornada em busca de uma alternativa. Essa alternativa leva os dois à uma viagem no tempo, onde eles regressam para Nova York, no ano de 1954.
Narrado em terceira pessoa, mas apresentando os pensamentos e sentimentos dos dois irmãos, o livro traz elementos que são presentes no seriado de televisão: piadas sarcásticas, muita música, palavrão e um carro clássico para levá-los.
Sam e Dean precisam lidar com anjos na terra, um Bobby ranzinza por estar na cadeira de rodas, Castiel, demônios e dois caçadores da década de 50.
Em relação à revisão, diagramação e layout, a editora realizou um ótimo trabalho. A fonte poderia ser um pouco maior, mas é questão de gosto pessoal. 

” Você sabe alguma coisa sobre esse livro? Chama-se A guerra dos Filhos da Luz contra os Filhos das Trevas.– Todo mundo ouviu falar dele – replicou Bobby, soando mais natural. – É um segmento dos Pergaminhos do Mar Morto, e um dos textos apócrifos mais lidos da Cristandade. O problema é que ninguém leu o final.” (p. 24)

Edição: 1
Editora: Gryphus
ISBN: 9788583110149
Ano: 2014
Páginas: 245
Tradutor: Gilson B. Soares
Skoob: clique aqui
Avaliação: 4/5
Categorias:Outros
Thaís Turesso

veja também os relacionados: