23junho2010

Mentes Brilhantes, Mentes Treinadas – Augusto Cury

Livro: Mentes Brilhantes, Mentes Treinadas

Autor: Augusto Cury
Editora: Planeta
Selo: Academia
ISBN:  9788560096848

Páginas: 80

SINOPSE                                                                                    

Em livro inédito, Augusto Cury compartilha com os leitores suas reflexões sobre o fascinante mundo da mente humana.
     

Todos nós queremos uma mente saudável, regada ao prazer, livre, segura, resiliente, criativa, mas frequentemente deixamos nossa mente irresponsavelmente solta, sem gerenciamento e proteção. Mentes tímidas, agitadas, ansiosas, imaturas, pessimistas, amedrontadas, flutuantes, depressivas são consequência dessa falta de gestão e proteção.

Mentes brilhantes, Mentes treinadas aborda esses assuntos a partir da Teoria da Inteligência Multifocal, que o autor vem desenvolvendo ao longo de mais de 25 anos.

RESENHA                                                                               

           Algumas pessoas não curtem esse tipo de leitura, eu amo de paixão, entender nossos pensamentos, aprofundar no conhecimento da nossa personalidade e tirar valores inestimáveis em nosso cotidiano, não tem preço.
         Quando vi que meu autor favorito desta categoria literária havia lançado mais um livro, fiquei alvoroçada com a possibilidade de ler mais um dos seus livros profundos e de  indeléveis conquistas, acho que tenho a maioria dos livros lançados pelo autor, que sabe e compreende como ninguém, a mente humana e suas mazelas psíquicas, o livro foi rápido, li em pouco tempo, mas sempre dia ou outro, lá estou eu a remoer as palavras e mensagens deixadas pelo autor no livro. Mentes brilhantes, Mentes treinadas lembrou-me muito os outros livros do autor, inclusive a Inteligência Multifocal, que ele volta a abordar no livro, definitivamente um livro que todo mundo, e todos os gostos literários deveriam saborear! Leiam!

Trechos*

 *Admirar os outros pode ser útil, mas supervalorizá-los é inútil ou, pior, pode ser destrutivo, pois nos diminui, nos faz perder nossa própria identidade.
*Quem quer se conhecer precisa em primeiro lugar ter coragem para ser o que sempre foi, apenas um ser humano, e como tal imperfeito e mortal.
*Uma pessoa inteligente aprende com seus erros, uma pessoa sábia aprende com  os erros dos outros.

*Ser inteligente é importante, ser sábio é essencial.

Augusto Cury é um dos autores mais lidos do país nos últimos anos e um dos mais publicados no mundo – sua obra está presente em mais de cinquenta países. É psiquiatra, psicoterapeuta e autor da Teoria Psicologia Multifocal, uma das poucas que estudam o processo de construção de pensamentos e de formação de pensadores. Seus textos são objeto de teses e estudos acadêmicos. Dele, a Planeta publicou 7 livros, entre eles os Best-sellers Vendedor de sonhos – O chamado(2008) e Vendedor de sonhos – E a revolução dos anônimos(2009).

Categorias:Outros
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

25maio2010

Mães em Guerra – Jill Kargman

Livro:Mães em Guerra
Autor:Jill Kargman
Editora:Planeta
Selo: Essência
Categoria:Literatura Internacional / Mom -Lit
ISBN:9788576655190
Páginas:288

Confira:

SINOPSE
Um retrato maldosamente divertido de mães indiscutivelmente exageradas. Toda mãe é capaz de cometer loucuras pelo bem de seu filho. Mas o que fazer quando a loucura vira o normal? Ao mudar-se para um dos bairros mais elegantes de Nova York com o marido Josh e a filha Violet, de dois anos, Hannah Allen se vê não só diante de um estilo de vida totalmente diferente do seu como no meio de uma verdadeira guerra de mães. Por trás da aparência de bonequinhas de luxo, suas novas vizinhas revelam-se beeem cruéis, prontas para destruir qualquer umaque represente a ameaça de ser uma mãe “melhor” do que elas. Neste livro, Jill Kargman aposta em um novo gênero que vem conquistando fãs no mundo inteiro – o mom lit. Seguindo o ritmo de Sex and the City e Bridget Jones, só que com protagonistas-mães, o romance teve seus direitos vendidos para oito países, além do Brasil.

RESENHA

Hannah é uma mãe maravilhosa, Violet sua filha tem dois anos é uma menina muito doce e amigável, a história começa quando Josh seu marido recebe uma proposta de emprego e eles se mudam de São Francisco para a nova vida e o novo emprego de Josh em Nova York.

Então Hannah se vê num ninho de mães de todos os tipos, mas uma coisa é certíssima: Todas têm filhos perfeitos, os mais inteligentes, os mais bonitos, os mais “tudo que é mais” elas possuem, pobre de Hannah que fica totalmente perdida nessa cidade que não é São Francisco, pois lá ela acreditava ser feliz e agora volta a Nova York, a terra de seu marido, mas a terra da sua adorável “S”, traduza-se Sogra, e que não deixará Hannah sossegada, visto que considera sua nora muito desatualizada , e muito prestativa que é tenta opinar em tudo na vida da pobre coitada! E ainda mais na vida de Violet que tem apenas dois aninhos, mas tem que encontrar uma escolinha digna de Harvard,eu me diverti muito com o livro!

Já nas primeiras páginas do livro, me deparei com um glossário muito hilário, além de frases beeeeem engraçadas,das mães muuuuuuuuuuito exageradas, veja algumas :

*Bola-no-Espeto : Grávida magérrima que malha feito louca e conta calorias,prática que resulta num corpo ossudo em que o útero é o único indício da gravidez.costuma usar salto-agulha.

*MCDV: Mamãe Come Duas Vezes; a primeira umas seis e pouco, junto com as crianças, numa refeição que inclui purê de batata ou macarrão de letrinha. O Segundo jantar acontece mais tarde,com o marido.

*MQEC : Mãe Que Eu Comeria

Essas e outros verbetes que me fizerem rir muito, como sou mãe me identifiquei com Hannah em muitos aspectos e claro na sociedade em que vivemos que na verdade é parecida, senão igual à descrita pela autora do livro, posso descrever “Mães em Guerra” como um divertido e irreverente Mom-Lit, adorei o gênero, a narrativa, e os pontos de vista de cada personagem descrito no livro,simplesmente cativante e muito divertido!! Mães do blog não deixem de ler, tenho certeza que se identificarão com muitas mães do livro!! Recomendadíssimo!!!

Categorias:Outros, Resenhas
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

05maio2010

Aprendendo a Seduzir -Patrícia Cabot

 Livro:Aprendendo a Seduzir
Autor:Patrícia Cabot
Editora:Planeta
Selo: Essênsia
Categoria:Literatura Internacional / Romance
ISBN:9788576655091
Páginas:368
Sinopse
Um romance histórico de tirar o fôlego, escrito por Meg Cabot sob o pseudônimo de Patricia. Durante um baile, Lady Caroline Linford abre a porta de um dos cômodos e flagra seu noivo, o marquês de Winchilsea, nos braços de outra mulher. Para a sociedade vitoriana do século XIX, tais escapulidas masculinas eram normais, e cancelar o casamento seria impensável. O jeito, decide a jovem, é aprender a ser, ao mesmo tempo, a esposa e a amante, para que o marquês nunca mais tenha de procurar outra mulher fora do lar. Por isso, resolve tomar lições – teóricas, claro – sobre a arte do amor com o melhor dos professores: Braden Granville, o mais notório libertino de Londres.
Logo nas primeiras aulas começam a voar faíscas e as barreiras entre professor e aluna caem. Escrito por Meg Cabot, sob seu pseudônimo, esse romance vai mostrar que o amor escolhe seus próprios caminhos, sempre imprevisíveis.

Resenha

A história se passa na Inglaterra,por volta de 1870, Caroline vai se casar com um homem maravilhoso! Ela o ama, e como não poderia amar? Hurst salvara a vida de seu irmão Tommy, e cuidara dele para que não sangrasse até a morte, pois fora atacado por assaltantes, mas Hurst o marquês de Winchilsea seu noivo era um verdadeiro herói, até aquela noite…

Pois sem querer, nem esperar, flagra seu noivo, nos braços de outra mulher nada menos que de Jacquelyn Seldon que é uma moça muito atraente, mas que também está noiva de Braden Granville… a história da sua vida então começa a mudar de rumo, ficou tão avoada com a cena que ela presenciou que saiu sorrateiramente sem deixar ser percebida, como pudera ela ser tão boba, tão leiga, que nem percebera tudo o que estava acontecendo: O seu noivo com outra! Após tentar pedir conselhos e ajuda para sua mãe, em vão, nada, nem ninguém parece lhe fornecer informações sobre o Jogo de Sedução, pois a única ideia que sua mãe lhe deu foi justamente esta, de tentar conquistar o amor do noivo e vir a se tornar amante e esposa ao mesmo tempo, será que Caroline irá conseguir?

Como nem seu irmão Tommy, nem sua melhor amiga Emily se dispuseram a ajudá-la, ela tem uma ideia brilhante, e vai atrás de Braden para lhe ensinar a arte da sedução, será que Caroline aprenderá a ser uma esposa-amante perfeita? Ou sairá seduzida desta doce e eletrizante aventura?

A leitura do livro foi ao todo maravilhosa, me empolguei com o romance desde o começo, e mal podia esperar para ir sabendo o que ia acontecendo, conforme a leitura se prosseguia, mas eu me envolvia por ela, até mesmo porque tão interessante que me foi em ver como o amor, sexo e assuntos relacionados eram vistos naquele tempo, principalmente pela nossa protagonista Caroline que me fez rir em certas situações, constrangedoras, mas que foram hilárias devido a inocente Caroline.

Uma divertida, emocionante e muito envolvente leitura te aguarda neste livro que mostra o doce aprendizado de uma inocente mulher. Recomendadíssimo!

Categorias:Outros, Resenhas
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

03maio2010

O Que As Mulheres Francesas Sabem – Debra Ollivier

Livro:O Que As Mulheres Francesas Sabem
Autor:Debra Ollivier
Editora:Planeta
Selo: Academia de Inteligencia
ISBN:9788560096787
Páginas:192

Sinopse                                                                                     

Descubra o que está por trás da elegância, da sensualidade e do charme dos francesas

Não são os sapatos, os cachecóis nem os batons que dão glamour às mulheres
francesas. Elas não dão a mínima atenção para tudo isso. Não esperam que os
homens as compreendam e nem se importam com que os outros pensam delas.

As francesas são admiradas por mulheres de todas as nacionalidades. Para entender
por que despertam tanto fascínio sobre as mulheres e tanta atração sobre os homens,
Debra Ollivier fez uma imersão na cultura francesa. O resultado é esse livro saboroso,
que mostra como as francesas lidam com as convenções, os homens, o corpo
e a passagem do tempo.

É nessa relação que está todo o segredo da sedução. A autora norte-americana, que
viveu na França por dez anos, não apenas desvendou as armas de sedução das
francesas como as colocou em prática: casou-se com um francês.

Resenha                                                                                    

Me considero, simplesmente sou aficcionada por livros leves e inteligentes como este,como a maioria das pessoas ,eu sempre ouvi dizer que as mulheres francesas eram destacadas como mulheres com M bem grandão,tanto de personalidade,beleza,e depois da leitura deste livro eu as considero rainhas da sedução ,elas são determinadas,inteligentes e mulheres como nós,mas que sabem o que querem e não são de forma alguma influenciadas pela sociedade em que vivem(que para nós é muito comum,as brasileiras são muito influenciadas umas pelas outras e pela sociedade paranoica que vivemos).
         A leitura foi rápida,prazerosa e me ensinou muito,principalmente sobre a maneira das francesas verem o amor,um tanto cheio de nuances,nós decididamente,temos que aprender muito com elas,e eu como sou uma aluna dedicada …aprendi muito com o livro! Recomendo!Leiam!

Categorias:Outros, Resenhas
Thaís Turesso

veja também os relacionados: