24novembro2017

[Resenha] A Vida Que Enterramos – Allen Eskens

Sinopse – A única coisa que Joe Talbert deseja é terminar o trabalho da faculdade: entrevistar um estranho e escrever uma breve biografia. Com os prazos se aproximando, o garoto decide ir a um asilo para encontrar o tão desejado objeto de trabalho. Lá ele conhece Carl Iverson e logo a vida de Joe vai ter mudado para sempre. Veterano da Guerra do Vietnã, desenganado com apenas alguns meses de vida, Carl foi internado na casa de repouso em liberdade condicional devido ao estágio avançado de câncer depois de trinta anos preso pelos crimes de estupro e assassinato. À medida que escreve sobre a vida de Carl, principalmente sobre o período que o homem passou na guerra, Joe começa a ter dificuldade de conciliar o heroísmo do soldado com os desprezíveis atos do criminoso. Acompanhado de Lila, sua vizinha cética, Joe se lança em uma busca pela verdade, mas lidar com a mãe perigosamente disfuncional, a culpa de deixar o irmão autista sozinho em casa e uma lembrança assustadora vão malograr seus esforços. Fio por fio, Joe começa a desfazer a intricada tapeçaria do crime de Carl, mas, quanto mais se aproxima das reais circunstâncias do crime, mais nós aparecem. Joe vai conseguir descobrir a verdade ou já é muito tarde para escapar?

Continue lendo

Carol Durães
Carol Durães

veja também os relacionados:

20novembro2017

[Resenha] Mindhunter – O primeiro caçador de Serial Killers Americano – Mark Olshaker & John Douglas

Sinopse – Em detalhes assustadores, Mindhunter mostra os bastidores de alguns dos casos mais terríveis, fascinantes e desafiadores do FBI. Durante as mais de duas décadas em que atuou no FBI, o agente especial John Douglas tornou-se uma figura lendária. Em uma época em que a expressão serial killer, assassino em série, nem existia, Douglas foi um oficial exemplar na aplicação da lei e na perseguição aos mais conhecidos e sádicos homicidas de nosso tempo. Como Jack Crawford em O Silêncio dos Inocentes, Douglas confrontou, entrevistou e estudou dezenas de serial killers e assassinos, incluindo Charles Manson, Ted Bundy e Ed Gein. Com uma habilidade fantástica de se colocar no lugar tanto da vítima quando no do criminoso, Douglas analisa cada cena de crime, revivendo as ações de um e de outro, definindo seus perfis, descrevendo seus hábitos e, sobretudo, prevendo seus próximos passos. Com a força de um thriller, ainda que terrivelmente verdadeiro, Mindhunter: o primeiro caçador de serial killers americano é um fascinante relato da vida de um agente especial do FBI e da mente dos mais perturbados assassinos em série que ele perseguiu. 

Continue lendo

Carol Durães
Carol Durães

veja também os relacionados:

18novembro2017

[Divulgação] Lançamentos de Novembro/2017 da Editora Intrínseca

Thaís Turesso

veja também os relacionados:

10novembro2017

[ENCERRADO] Tartarugas até lá embaixo, o que aprendi com a leitura? Participe e concorra ao livro!

 

Quer ganhar um exemplar do livro “Tartarugas até lá embaixo”?

 

Aza, a protagonista do livro, é uma jovem que sofre com o transtorno obsessivo compulsivo (TOC) e enfrenta dificuldades diárias. O livro me influenciou no aspecto de termos uma visão mais atenta sobre o próximo e também a analisar aquelas “vozes internas” que ficam nos colocando para baixo ou nos questionando. É preciso ter certeza de que controlamos os nossos pensamentos e não ao contrário. Como eu não conhecia muito sobre o assunto, ter essa perspectiva tão íntima das vozes de Aza me fez perceber que o TOC é muito mais complexo do que o que vemos em filmes e séries. O conflito interno é tão grande que as vezes, o indivíduo fica preso em seu próprio mundo.

Quer concorrer a um exemplar do livro?

É bem simples!

Responda clicando neste FORMULÁRIO a pergunta:

Continue lendo

Thaís Turesso

veja também os relacionados:

12346