12maio2017

[Resenha] Branco Como a Neve – Branca de Neve # 2 – Salla Simukka

Sinopse – Recuperando-se do terror que vivenciou nas mãos da máfia, Lumikki tem a chance de deixar a Finlândia, se livrando das roupas pesadas, das lembranças sombrias… e do perigo. Ela só quer ser uma garota normal, misturar-se à multidão de turistas e aproveitar as férias. Quando Lumikki conhece Zelenka, uma jovem misteriosa que alega ter o mesmo sangue que ela, as coincidências são inquietantes. Rapidamente ela se vê envolvida no mundo triste daquela mulher, descobrindo peças de um mistério que irá conduzi-la a uma seita secreta e aos mais altos escalões do poder corporativo. Para escapar dessa trama asfixiante, Lumikki não poderá fazer tudo sozinha. Não desta vez.

Continue lendo

Carol Durães
Carol Durães

veja também os relacionados:

14abril2017

[Resenha] A Última Camélia – Sarah Jio

Sinopse:

Às vésperas da Segunda Guerra Mundial, o último espécime de uma camélia rara, a Middlebury Pink, esconde mentiras e segredos em uma afastada propriedade rural inglesa.
Flora, uma jovem americana, é contratada por um misterioso homem para se infiltrar na Mansão Livingston e conseguir a flor cobiçada. Sua busca é iluminada por um amor e ameaçada pela descoberta de uma série de crimes.
Mais de meio século depois, a paisagista Addison passa a morar na mansão, agora de propriedade da família do marido dela. A paixão por mistérios é alimentada por um jardim de encantadoras camélias e um velho livro
No entanto, as páginas desse livro insinuam atos obscuros, engenhosamente escondidos. Se o perigo com o qual uma vez Flora fora confrontada continua vivo, será que Addison vai compartilhar do mesmo destino?

 

Onde comprar?

Amazon | Submarino

Minha opinião

A Última Camélia é a história de um espécime de uma camélia rara, a Middlebury Pink. Alvo de cobiça de ladrões de flores e também das mulheres apaixonadas por botânica da alta sociedade, ela é uma camélia muito desejada por lady Anna, mãe de cinco filhos que morreu antes mesmo de ver a camélia florescer.

Entrelaçando o presente com a história de Addison e do passado com a história de Flora, somos levados à Mansão dos Livingston e seu jardim repleto de camélias.

Continue lendo

Categorias:Resenhas
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

18fevereiro2017

[Resenha] Deep -Stage Dive # 4 – Kylie Scott

Sinopse – A série mais sexy dos últimos tempos chega ao final… Positivo. Com aquelas duas linhas do teste de gravidez, tudo na vida de Lizzy Rollins, uma simples estudante de Psicologia, estava prestes a mudar para sempre. E tudo por causa de um grande erro em Las Vegas, cometido com Ben Nicholson, o irresistível baixista da banda Stage Dive. E daí que Ben é o único homem que fez Lizzy se sentir completamente segura, adorada e descontrolada de desejo ao mesmo tempo? A universitária sabe que o lindo astro do rock não quer nada além de um pouco de diversão, ainda que ela mesma busque justamente o contrário. Por outro lado, Ben sabe que Lizzy está em zona proibida. Totalmente. Ela é a nova cunhadinha do seu melhor amigo, e pouco importa o quanto a química entre ambos seja fenomenal, não importa o quão sexy e doce ela seja: o baixista não vai tomar nenhuma atitude. No entanto, quando Ben precisa mantê-la longe de problemas na Cidade dos Pecados, ele rapidamente descobre que o que acontece em Vegas nem sempre fica em Vegas. A partir daquele momento,Ben e Lizzy estarão ligados do modo mais profundo que existe… mas será que isso os fará ligar seus corações?

Continue lendo

Carol Durães
Carol Durães

veja também os relacionados:

11dezembro2016

[Resenha] A Deusa e o Culpado – Silvio Gomes

Sinopse

Quando uma tragédia acontece próximo a nós, temos a real noção das dores e sofrimentos que, até então, conhecemos apenas de ouvir. Mas, e quando tudo indica que a culpa da tragédia é nossa? E quando temos total convicção de que somos os culpados? Até que nível essas dores podem ser potencializadas? Como lidar com isso? Essas e outras questões são tratadas na história do Culpado e sua insistente tentativa de seguir em frente, apesar da assombração da culpa que, constantemente, o assedia. De uma forma envolvente, leve, com toques de fantasia e provocações, ”A Deusa e o Culpado” toca em dilemas existenciais que, se ainda não enfrentamos, um dia, fatalmente, ali na frente, os encontraremos.

 

 

Onde comprar?

Editora Multifoco

 

Continue lendo

Categorias:Autor, Resenhas
Thaís Turesso

veja também os relacionados: