02outubro2016

[Resenha] Platão para Sonhadores – 80 pilulas de filosofia cotidiana para transformar suas melhores ideias em realidade – Allan Percy

platao-para-sonhadores-80-pilulas-de-filosofia-cotidiana-para-transformar-suas-melhores-ideias-em-realidade-allan-percy-viaje-na-leitura

Sinopse – Platão para sonhadores é um guia inspirador, dedicado a quem deseja sair da caverna para enxergar um universo repleto de oportunidades e realizar o que antes estava apenas no mundo das ideias. Allan Percy reúne 80 citações e aforismos de Platão neste manual sobre a arte de viver. Com ele, você vai aprender a levar a vida com sabedoria, sem renunciar aos pequenos e grandes prazeres que ela proporciona. Veja abaixo algumas frases que você irá encontrar aqui: • Seja gentil, pois cada pessoa que você encontra está enfrentando uma batalha difícil; • Uma vida sem reflexão não vale a pena ser vivida; • A opinião sem conhecimento é cega; • Aquele que está sempre em movimento é imortal; • Nunca desestimule alguém que esteja progredindo, mesmo que lentamente; • A melhor e mais importante vitória é conquistar a si mesmo; • Aquele que é tocado pelo amor jamais caminha na escuridão.
Continue lendo

Carol Durães
Carol Durães

veja também os relacionados:

30julho2016

[Resenha] O Androide – Paulo de Castro

Sinopse: “Percebeu que se, de fato, um Deus que zela pelos humanos existisse, não designaria uma máquina para ser o profeta. Esse Deus, ora cruel, ora misericordioso, nem ao menos permitiria a própria extinção dos seres humanos. Poderia a máquina ser esse Deus, dando vida de novo aos homens?”. Esse e outros sinais elétricos varriam o processador de JPC-7938 com velocidade sobre-humana. Processava uma infinidade de outras informações ao mesmo tempo, o que diminuía ainda mais a energia da sua bateria. Talvez era isso mesmo que ele quisesse, para consumar de uma vez o que já estava fadado ao fracasso. Sua bateria durou quatro horas até o desligamento completo. Nessas intermináveis horas, em que não via nada além da densa neblina, que ofuscava o céu azul, cercado de nuvens brancas, percebeu que tudo não passava de coincidência. Que o planeta fora criado, de fato, ao acaso, e que não havia um destino ou uma missão a ser cumprida; apenas a existência, até o inevitável dia do fim.

Onde comprar?

Amazon | Folha | Saraiva | Americanas | Cia dos Livros

Minha opinião:

O Androide é um livro nacional de ficção e distopia que me surpreendeu do início ao fim. Eu nunca tinha lido nada parecido e mais uma vez fui conquista por um autor nacional. É incrível a sensação de se deparar com uma obra que consegue manter-se original na mesma proporção em que ousa ser criativa sem perder para nenhum autor internacional consagrado.
A sinopse do livro é um trecho importante dele, uma parte bem consistente na realidade, iniciamos a leitura com a narrativa de quando o fim parece ter iniciado, para então avançarmos para o entendimento da história:

Continue lendo

Categorias:Outros
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

11julho2016

[Divulgação] O Androide – Paulo de Castro

Sinopse: “Percebeu que se, de fato, um Deus que zela pelos humanos existisse, não
designaria uma máquina para ser o profeta. Esse Deus, ora cruel, ora
misericordioso, nem ao menos permitiria a própria extinção dos seres
humanos. Poderia a máquina ser esse Deus, dando vida de novo aos
homens?”. Esse e outros sinais elétricos varriam o processador de
JPC-7938 com velocidade sobre-humana. Processava uma infinidade de
outras informações ao mesmo tempo, o que diminuía ainda mais a energia
da sua bateria. Talvez era isso mesmo que ele quisesse, para consumar de
uma vez o que já estava fadado ao fracasso. Sua bateria durou quatro
horas até o desligamento completo. Nessas intermináveis horas, em que
não via nada além da densa neblina, que ofuscava o céu azul, cercado de
nuvens brancas, percebeu que tudo não passava de coincidência. Que o
planeta fora criado, de fato, ao acaso, e que não havia um destino ou
uma missão a ser cumprida; apenas a existência, até o inevitável dia do
fim.

 Onde comprar?

Amazon | Folha | Saraiva | Americanas | Cia dos Livros
Ficha Técnica
Título: O Androide
Autor: Paulo de Castro
ISBN: 9788542808124
Páginas:256
Edição:1
Ano: 2016

 

Sobre o autor:

Paulo de Castro nasceu em 21 de outubro de 1981, natural de Belo Horizonte, Minas Gerais. Filho de pai fotógrafo e mãe dona de casa, tem apenas um irmão. Formou-se em Biblioteconomia pela Universidade Federal de Minas Gerais em Junho de 2006. Em fevereiro de 2009, tornou-se funcionário público, ingressando na Biblioteca Camilo Prates, da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde atualmente exerce o cargo de bibliotecário. O Androide é sua primeira incursão no mundo dos romances.

 

 

Categorias:Outros
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

17junho2016

[Resenha] Dorothy Tem Que Morrer – Dorothy Tem Que Morrer # 1 – Danielle Paige


Sinopse – Primeiro de uma série, Dorothy tem que morrer engrossa um filão de sucesso no mercado editorial, no cinema e na TV: o reconto de clássicos infantis com nova roupagem para os jovens. Nesta releitura sombria do clássico de L. Frank Baum O mágico de Oz, Amy Gumm é uma nova garota do Kansas, que, em meio a um tornado, é enviada à terra de Oz com a missão de remover o coração do homem de lata, roubar o cérebro do espantalho, tomar a coragem do leão e destruir a garota dos sapatinhos vermelhos. Livro de estreia de Danielle Paige, Dorothy tem que morrer chega ao Brasil depois de figurar na lista dos mais vendidos do The New York Times.

A trama é narrada em primeira pessoa pela protagonista Amy Gumm, uma jovem que mora no Kansas. Desde jovem sua vida não tem sido fácil e tornou-se um alvo para as crianças malvadas.

“Descobri que eu era um lixo três dias antes do meu aniversário de nove anos – um ano depois que o meu pai perdeu o emprego e se mudou para Secaucus para morar com uma mulher chamada Crystal e quatro anos antes de a minha sofrer um acidente de carro, começar a tomar remédios e usar exclusivamente pantufas em vez de sapatos normais.” (p. 07)

Viver em um trailer e ter uma mãe viciada em remédios, fez com que Amy se tornasse uma pária na escola. Em meio a essas provocações, um dia a garota se mete em uma briga na escola e é mandada para casa e termina o dia sozinha no trailer em meio a um tornado.

“Que pena não haver porões nos estacionamentos de trailers, pensei.E aí pensei: Manda ver. Não existe nenhum lugar como qualquer um menos aqui.” (p. 19)

Acompanhada do hamster Star, Amy vai parar em Oz. A bela Oz onde a estrada de tijolos amarelos leva as pessoas a encontrar o seu destino… Hum, só que não é bem assim. Oz foi devastada e a história dos livros que todos conhecem não é exatamente a realidade. 
Dorothy ficou sedenta pelo poder e quando retornou à Oz, escravizou todo mundo, tornando-se a déspota Princesa Dorothy. O Leão Covarde é um monstro que se alimenta do medo das pessoas, o Homem de Lata tornou-se um soldado capaz de machucar tudo que cruza o seu caminho e o Espantalho é um cientista que cria coisas horripilantes.

– Me diz só uma coisa – pedi a ela, virando para trás. Ela deu de ombros, sem se comprometer. … – As pessoas de onde eu vim falam de Oz. Ouvi falar deste lugar a vida inteira. Mas isso está uma bagunça. O que aconteceu?– Dorothy aconteceu – respondeu ela.” (p. 41)

Mas Oz tem seus soldados que querem libertá-la. Amy é recrutada pela Ordem dos Malvados e conhece Nox, um poderoso feiticeiro que junto com outros membros da Ordem acreditam que a presença de Amy em Oz é um sinal de mudança. Só que para essa mudança ocorrer, Amy precisará cumprir uma missão: matar Dorothy!
Com uma trama envolvente e cheia de reviravoltas, Danielle Paige conseguiu trabalhar com um clássico de uma forma nunca vista antes. Os personagens são intensos e cativantes, as descrições dos cenários são fluidas e envolventes e os acontecimentos mesclam ação e muitos momentos divertidos.
“Dorothy tem que morrer” é o primeiro livro da série e tem todos os elementos para ser um livro de sucesso. Com um enredo inesquecível, o leitor que se aventurar por essa Oz irá ficar na expectativa pela continuação.
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um ótimo trabalho. A capa é linda e chama a atenção.

ISBN-13: 9788579802737

ISBN-10: 8579802733
Ano: 2016
Páginas: 384
Idioma: português 
Editora: Rocco Jovens Leitores
Skoob: clique aqui
Avaliação: 4/5

Categorias:Outros
Thaís Turesso

veja também os relacionados: