09junho2017

[Resenha] Esplendor da Honra – Julie Garwood

O livro começa com a captura de Duncan, um guerreiro conhecido como o Lobo pelo barão Louddon. Pelo que podemos compreender, Louddon é um homem vil que fez algo terrível a ponto de Duncan querer se vingar. Então, Duncan cria uma armadilha, mas não esperava que a irmã de seu inimigo fosse tentar resgatá-lo. Lady Madelyne retornou ao lar do irmão há poucos meses. Ela passou os últimos anos a salvo com seu tio, um padre idoso que a acolheu e a ensinou a ler e a escrever (algo considerado errado na época). A salvo porque seu falecido pai e seu meio-irmão Louddon não apenas a desprezavam, como a torturaram durante anos. Sem entender o que acontecia, como o fato de Louddon a observar dormindo ou assustá-la e insultá-la constantemente, sua vida foi aterrorizante. Então, ao ter que retornar, ela planeja uma fuga, mas não sem antes tentar ajudar o prisioneiro.

Duncan não acredita na generosidade da lady, ainda mais por ser irmã de Louddon. A história de fuga dela é incoerente, pois que mulher abastada sairia de casa? Duncan está disposto a levar Madelyne para seu castelo em nome da vingança.

Louddon violentou a sua irmã, que retornou para casa emocionalmente bagunçada e arruinada.

Continue lendo

Categorias:Resenhas
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

07junho2017

[Resenha] Um amor para Lady Johanna – Julie Garwood

A história acontece no ano de 1206 na Inglaterra. Narrada em terceira pessoa, Lady Johanna é informada de que seu marido, o Barão Raulf, faleceu.

 

Johanna fixou o olhar no altar por um longo, longo tempo. Sua mente era uma confusão de pensamentos e emoções. Ela estava muito chocada para ter pensamentos razoáveis. – Devo rezar – ela sussurrou. – Meu marido está morto. Devo rezar. Fechou os olhos, juntou as mãos e finalmente começou sua prece. Era uma litania simples e direta, que vinha de seu coração. – Graças a Deus. Graças a Deus. Graças a Deus. (p. 17)

Continue lendo

Categorias:Resenhas
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

19abril2017

[Resenha] A Rainha de Tearling – A Rainha de Tearling # 1 – Erika Johansen

Sinopse – Quando a rainha Elyssa morre, a princesa Kelsea é levada para um esconderijo, onde é criada em uma cabana isolada, longe das confusões políticas e da história infeliz de Tearling, o reino que está destinada a governar. Dezenove anos depois, os membros remanescentes da Guarda da Rainha aparecem para levar a princesa de volta ao trono – mas o que Kelsea descobre ao chegar é que a fortaleza real está cercada de inimigos e nobres corruptos que adorariam vê-la morta. Mesmo sendo a rainha de direito e estando de posse da safira Tear – uma joia de imenso poder –, Kelsea nunca se sentiu mais insegura e despreparada para governar. Em seu desespero para conseguir justiça para um povo oprimido há décadas, ela desperta a fúria da Rainha Vermelha, uma poderosa feiticeira que comanda o reino vizinho, Mortmesne. Mas Kelsea é determinada e se torna cada dia mais experiente em navegar as políticas perigosas da corte. Sua jornada para salvar o reino e se tornar a rainha que deseja ser está apenas começando. Muitos mistérios, intrigas e batalhas virão antes que seu governo se torne uma lenda… ou uma tragédia.

Continue lendo

Carol Durães
Carol Durães

veja também os relacionados:

19março2017

[Resenha] Quem era Ela – JP Delaney

Sinopse: É preciso responder a uma série de perguntas, passar por um criterioso processo de seleção e se comprometer a seguir inúmeras regras para morar no nº 1 da Folgate Street, uma casa linda e minimalista, obra-prima da arquitetura em Londres. Mas há um preço a se pagar para viver no lugar perfeito. Mesmo em condições tão peculiares, a casa atrai inúmeros interessados, entre eles Jane, uma mulher que, depois de uma terrível perda, busca um ponto de recomeço.

Jane é incapaz de resistir aos encantos da casa, mas pouco depois de se mudar descobre a morte trágica da inquilina anterior. Há muitos segredos por trás daquelas paredes claras e imaculadas. Com tantas regras a cumprir, tantos fatos estranhos acontecendo ao seu redor e uma sensação constante de estar sendo observada, o que parecia um ambiente tranquilo na verdade se mostra ameaçador.

Enquanto tenta descobrir quem era aquela mulher que habitou o mesmo espaço que o seu, Jane vê sua vida se entrelaçar à da outra garota e sente que precisa se apressar para descobrir a verdade ou corre o risco de ter o mesmo destino. Com um suspense de tirar o fôlego e um clima de tensão do início ao fim, JP Delaney constrói um thriller brilhante repleto de reviravoltas até a última página. Uma história de duplicidade, morte e mentiras.

Onde comprar?

Saraiva | Amazon | Travessa

Minha opinião

Folgate Street nº1 é uma casa imponente, minimalista e ao mesmo tempo uma obra-prima. Narrando ora na versão atual com a voz de Jane a nova moradora e ora com a voz de Emma a antiga moradora, somos conduzidos por um enredo fascinante que se divide em “Antes: Emma” e “Agora: Jane”.

Continue lendo

Categorias:
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

12321