16fevereiro2017

[Resenha] Meio Mundo – Mar Despedaçado # 2 – Joe Abercrombie

Sinopse – Os tolos alardeiam o que vão fazer. Os heróis fazem. Thorn Bathu não é uma garota comum. Mesmo tendo sido criada numa sociedade machista, ela vive para lutar e treina arduamente há anos. Porém, após uma fatalidade, ela é declarada assassina pelo mesmo mestre de armas que deveria prepará-la para as batalhas. Para fugir à sentença de morte, Thorn se vê obrigada a participar de um esquema do ardiloso pai Yarvi, ministro de Gettland. Ao lado dela se encontra Brand, um guerreiro que odeia matar, mas encara a jornada como uma chance de sustentar a irmã e conquistar o respeito de seu povo. A missão dos dois é cruzar meio mundo a bordo de um navio e buscar aliados contra o Rei Supremo, que pretende subjugar todo o Mar Despedaçado. É uma viagem desafiadora, em que Brand precisa provar seu valor e Thorn fará o necessário para honrar a memória do pai e se tornar uma verdadeira guerreira. Guiando os personagens por caminhos tortuosos em busca de amadurecimento e redenção, Joe Abercrombie mais uma vez nos maravilha com uma história grandiosa, que se sustenta sozinha por seu vigor, mas também dá continuidade à saga de Gettland e Yarvi. Finalista do prêmio Locus, Meio Mundo deixará o leitor na expectativa do desfecho desta série épica.

Continue lendo

Carol Durães
Carol Durães

veja também os relacionados:

01setembro2016

[Resenha] O Livro De Memórias – Lara Avery

55105_gg

Sinopse – Sammie sempre teve um plano: se formar no ensino médio como a melhor aluna da classe e sair da cidade pequena onde mora o mais rápido possível. E nada vai ficar em seu caminho — nem mesmo uma rara doença genética que aos poucos vai apagar sua memória e acabar com sua saúde física. Ela só precisa de um novo plano. É assim que Sammie começa a escrever o livro de memórias: anotações para ela mesma poder ler no futuro e jamais esquecer. Ali, a garota registra cada detalhe de seu primeiro encontro perfeito com Stuart, um jovem escritor por quem sempre foi apaixonada, e admite o quanto sente falta de Cooper, seu melhor amigo de infância de quem acabou se afastando. Porém, mesmo com esse registro diário, manter suas lembranças e conquistar seus sonhos pode ser mais difícil do que ela esperava.

Continue lendo

Categorias:Resenhas
Carol Durães
Carol Durães

veja também os relacionados:

08agosto2016

[Resenha] Arrow – Heróis e Vilões – Nick Aires

Sinopse – Depois de ficar perdido numa ilha remota do Pacífico por cinco anos, o playboy bilionário Oliver Queen volta para casa determinado a ser um vigilante que luta contra o crime e a corrupção. Mas em meio aos esquemas da própria família, as agendas ocultas dos amigos e os segredos do seu próprio passado, nada é o que parece. Quem são os heróis e os vilões de Starling City? Este livro é um guia completo sobre os personagens de Arrow, a série de TV de sucesso da Warner Bros.; são examinados seus alter egos, histórias pessoais e relações mais importantes. O conteúdo abrange figuras clássicas dos quadrinhos assim como personagens totalmente novos; esta é uma leitura essencial para qualquer fã de Arrow que quer explorar mais a fundo este mundo rico e sombrio.

“Arrow – Heróis e Vilões” é um guia indispensável para os fãs da série. Com um formato diferenciado, a obra é totalmente ilustrada. Suas folhas são de alta qualidade e as fotos bem detalhadas. A qualidade de impressão é de tirar o fôlego. Cada detalhe do guia é impressionante e fica claro que a Gryphus Editora caprichou na edição.
Dividida em seções, o livro começa com uma breve introdução que fala sobre a criação da série e seu início. Em seguida é dividida em quadro grandes partes: “Heróis”, “A Ilha”, “Vilões” e “Esquadrão Suicida”.
Em “Heróis” nada mais justo do que começar falando da família Queen, seguido da família Lance, de John Diggle, Felicity Smoke e muito mais. Cada personagem tem seu espaço próprio, com direito a uma extensa biografia e muitas fotos.
Em “A Ilha”, temos personagens como Slade Wilson, Yao Fei e o Açougueiro. Em cada personagem existe um quadrinho de dados, onde consta em qual episódio ele apareceu, qual o seu status na série (vivo, morto, desaparecido) e seu histórico nos quadrinhos.

Na seção de “Vilões” é impossível não citar Malcom Merlyn e Al Owal.

“A Gangue de Espadas apareceu pela primeira vez na edição 43 de Justice League of America, em 1966. A princípio, o grupo era composto apenas pelas cinco cartas de paus que fazem uma sequência real, mas com o tempo, a gangue veio a incluir os outros naipes; com isso, ela a passou a ser tão grande e influente quanto a intergangue”. (p. 146)

 

 

E o que falar da seção “Esquadrão Suicida”?

“O Esquadrão Suicida é uma equipe de presidiários forçados a trabalhar para a A.R.G.U.S., sob comando da implacável Amanda Waller”. (p. 161)

 

 

ISBN-13: 9788583110613
ISBN-10: 8583110611
Ano: 2016
Páginas: 176
Idioma: português
Editora: Gryphus Editora
Skoob: clique aqui
Avaliação: 5/5
Categorias:Outros
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

02agosto2016

[Resenha] Meio Rei – Mar Despedaçado # 1 – Joe Abercrombie

Sinopse – Jurei vingar a morte do meu pai. Posso até ser meio homem, mas sou capaz de fazer um juramento por inteiro. Filho caçula do rei Uthrik, Yarvi nasceu com a mão deformada e sempre foi considerado fraco pela família. Num mundo em que as leis são ditadas por pessoas de braço forte e coração frio, ser incapaz de brandir uma espada ou portar um escudo é o pior defeito de um homem. Mas o que falta a Yarvi em força física lhe sobra em inteligência. Por isso ele estuda para ser ministro e, pelo resto da vida, curar e aconselhar. Ou pelo menos era o que ele pensava. Certa noite, o jovem recebe a notícia de que o pai e o irmão mais velho foram assassinados e não lhe resta escolha a não ser assumir o trono. De uma hora para outra, ele precisa endurecer para vingar as duas mortes. E logo sua jornada o lança numa saga de crueldade e amargura, traição e cinismo, em que as decisões de Yarvi determinarão o destino do reino e de todo o povo. Joe Abercrombie nos apresenta um protagonista surpreendente, numa história de percalços e amadurecimento que abre a trilogia Mar Despedaçado. 


“Meio Rei” é o primeiro livro da série Mar Despedaçado e inicialmente se passa em Gettland. Narrada em terceira pessoa, a trama gira em torno de Yarvi, o filho mais novo do rei Uthrik e da rainha Dourada Laithlin. Yarvi é um jovem culto e curioso que está disposto a entrar no Ministério, pois não é bem aceito por seu próprio pai por ter nascido com uma mão defeituosa. 
Enquanto crescia, Yarvi foi humilhado constantemente pelos soldados e todos o enxergam como um problema, um “defeito” ambulante. A única pessoa que sempre o tratou bem é o seu tio Odem e é ele que se torna o seu braço direito quando seu pai e irmão são emboscados e assassinados pelo Grom-gil-gorm, o quebrador de espadas, o fazedor de órfãos. Grom é o rei de Vansterland e o maior inimigo de Gettland. 
Com a morte do rei, Yarvi precisa abrir mão de seus sonhos e assumir o trono. Mas será que alguém que nunca foi preparado para o cargo e que não tem confiança em si mesmo será capaz de liderar?
Yarvi assume o trono, começando com uma promessa que mudará a sua vida:

“- Eu, Yarvi, filho de Uthrik e Laithlin, rei de Gettland, faço um juramento! Faço um juramento solar e um juramento lunar. Juro diante d’Aquela que Julga, d’Aquele Que Lembra e d”Aquela Que Aperta o Nó. Que meu irmão, meu pai e meus ancestrais enterrados aqui sejam testemunhas. Que Aquele Que Vigia e Aquela Que Escreve sejam testemunhas. Que todos sejam testemunhas. Que isso sempre me acorrente e me aguilhoe. Eu me vingarei dos assassinos do meu pai e do meu irmão. Eu juro!” (p. 42)

É baseado nesse juramento que Yarvi irá buscar sua vingança, mas que irá se deparar com uma rede de traições e uma grande reviravolta o leva para a segunda parte do livro.
A segunda parte, chamada O Vento Sul. Vento Sul é o nome do navio onde Yarvi se encontra em uma situação lamentável. Ocultando sua verdadeira identidade e passando por situações humilhantes, é nessa parte que Yarvi cresce como personagem. Seu amadurecimento é visível e ele utiliza as lições que aprendeu durante seus estudos. Também é nessa segunda parte que irá aparecer personagens de destaque, que irão acompanhar Yarvi em sua longa jornada.
Sumael é uma navegadora. Inteligente, quieta e perceptiva, tem seus próprios planos e não confia em ninguém.
Jaud e Rulf são dois homens que passaram por muita coisa e mesmo assim conseguem estender a mão e demonstrar bondade e generosidade, apesar de seus comentários irônicos.
E o Nada é um homem misterioso, sombrio e com muitos segredos. Ele vive pelo aço e não teme a morte e tem como arquiinimigo a capitã Edbel Aric Shadikishirram, a capitã do Vento Sul.
Com muita ação, emoção e lutas, chegamos a terceira parte do livro, chamada de A Longa Estrada, onde este grupo improvável de aliados precisa fugir e seguir seus destinos. Essa parte é a mais lenta da obra, onde o grupo terá obstáculos da natureza em seu caminho, sofrendo privações ao mesmo tempo em que estão sendo caçados. Porém, mesmo em ritmo mais lento, temos cenas de lutas e observamos as habilidades de alguns dos personagens.
A quarta e última parte é chamada de “O rei legítimo” e é o momento de grandes revelações e o retorno de Yarvi à Gettland. 
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um ótimo trabalho. O livro contêm vários detalhes internos e uma capa que combina perfeitamente com a história.

ISBN-13: 9788580415612
ISBN-10: 8580415616
Ano: 2016
Páginas: 288
Idioma: português 
Editora: Arqueiro
Skoob: clique aqui
Avaliação: 4/5

Categorias:Outros
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

12323