25novembro2017

[Resenha] Seduzida Por Um Highlander – Trilogia Irmãos McCabe #2 – Maya Banks

Sinopse – Bravamente leal ao irmão mais velho, Alaric McCabe lidera o clã na luta por seus direitos e agora está pronto para se casar por dever. Porém, na viagem para pedir a mão de Rionna McDonald, filha do laird vizinho, uma emboscada é armada e Alaric é deixado para morrer. Milagrosamente, sua vida é salva pelo toque suave de um anjo das Terras Altas, uma beldade corajosa que colocará à prova a lealdade dele ao clã, a própria honra e os desejos mais profundos. Exilada de seu clã, Keeley McDonald foi traída por aqueles que amava e confiava. Quando o guerreiro ferido cai do cavalo, ela é seduzida por aquele corpo forte e esguio. O brilho misterioso nos olhos dele acende uma paixão que os seguirá de volta para o castelo de Alaric, onde o amor proibido afogará ambos nos prazeres da carne. Entretanto, à medida que a conspiração e o perigo se aproximam, Alaric precisa tomar uma decisão impossível: trairá seus laços sanguíneos em favor da mulher que ama?

Continue lendo

Thaís Turesso

veja também os relacionados:

24novembro2017

[Resenha] A Vida Que Enterramos – Allen Eskens

Sinopse – A única coisa que Joe Talbert deseja é terminar o trabalho da faculdade: entrevistar um estranho e escrever uma breve biografia. Com os prazos se aproximando, o garoto decide ir a um asilo para encontrar o tão desejado objeto de trabalho. Lá ele conhece Carl Iverson e logo a vida de Joe vai ter mudado para sempre. Veterano da Guerra do Vietnã, desenganado com apenas alguns meses de vida, Carl foi internado na casa de repouso em liberdade condicional devido ao estágio avançado de câncer depois de trinta anos preso pelos crimes de estupro e assassinato. À medida que escreve sobre a vida de Carl, principalmente sobre o período que o homem passou na guerra, Joe começa a ter dificuldade de conciliar o heroísmo do soldado com os desprezíveis atos do criminoso. Acompanhado de Lila, sua vizinha cética, Joe se lança em uma busca pela verdade, mas lidar com a mãe perigosamente disfuncional, a culpa de deixar o irmão autista sozinho em casa e uma lembrança assustadora vão malograr seus esforços. Fio por fio, Joe começa a desfazer a intricada tapeçaria do crime de Carl, mas, quanto mais se aproxima das reais circunstâncias do crime, mais nós aparecem. Joe vai conseguir descobrir a verdade ou já é muito tarde para escapar?

Continue lendo

Carol Durães
Carol Durães

veja também os relacionados:

20novembro2017

[Resenha] Mindhunter – O primeiro caçador de Serial Killers Americano – Mark Olshaker & John Douglas

Sinopse – Em detalhes assustadores, Mindhunter mostra os bastidores de alguns dos casos mais terríveis, fascinantes e desafiadores do FBI. Durante as mais de duas décadas em que atuou no FBI, o agente especial John Douglas tornou-se uma figura lendária. Em uma época em que a expressão serial killer, assassino em série, nem existia, Douglas foi um oficial exemplar na aplicação da lei e na perseguição aos mais conhecidos e sádicos homicidas de nosso tempo. Como Jack Crawford em O Silêncio dos Inocentes, Douglas confrontou, entrevistou e estudou dezenas de serial killers e assassinos, incluindo Charles Manson, Ted Bundy e Ed Gein. Com uma habilidade fantástica de se colocar no lugar tanto da vítima quando no do criminoso, Douglas analisa cada cena de crime, revivendo as ações de um e de outro, definindo seus perfis, descrevendo seus hábitos e, sobretudo, prevendo seus próximos passos. Com a força de um thriller, ainda que terrivelmente verdadeiro, Mindhunter: o primeiro caçador de serial killers americano é um fascinante relato da vida de um agente especial do FBI e da mente dos mais perturbados assassinos em série que ele perseguiu. 

Continue lendo

Carol Durães
Carol Durães

veja também os relacionados:

17novembro2017

[Resenha] Sempre Vivemos No Castelo – Shirley Jackson

Sinopse – Merricat Blackwood vive com a irmã Constance e o tio Julian. Há algum tempo existiam sete membros na família Blackwood, até que uma dose fatal de arsênico colocada no pote de açúcar matou quase todos. Acusada e posteriormente inocentada pelas mortes, Constance volta para a casa da família, onde Merricat a protege da hostilidade dos habitantes da cidade. Os três vivem isolados e felizes, até que o primo Charles resolve fazer uma visita que quebra o frágil equilíbrio encontrado pelas irmãs Blakcwood. Merricat é a única que pressente o iminente perigo desse distúrbio, e fará o que for necessário para proteger Constance. Sempre vivemos no castelo leva o leitor a um labirinto sombrio de medo e suspense, um livro perturbador e perverso, onde o isolamento e a neurose são trabalhados com maestria por Shirley Jackson.

Continue lendo

Carol Durães
Carol Durães

veja também os relacionados: