25Abril2016

[Resenha] Série Wild Cards – Livros 01 ao 04 – George R. R. Martin

SinopseAo fim da Segunda Guerra Mundial, a Terra é salva por pouco de um meteoro alienígena. Porém, o vírus que a bomba espacial carrega cai em Nova York e, gradativamente, espalha-se pelo mundo, contaminando parte da população e dotando parte dos sobreviventes com poderes especiais. Alguns foram chamados de ases, pois receberam habilidades mentais e físicas, alguns foram amaldiçoados com alguma deficiência bizarra e, por isso, batizados de coringas. Parte desses seres, agora especiais, usava seus poderes a serviço da humanidade, enquanto outros despertaram o pior que havia dentro de si. Série criada pelo genial George R. R. Martin a partir do jogo de RPG GURPS Supers, que desenvolveu para se distrair com seus amigos. O primeiro volume conta a história dos principais personagens que povoarão as páginas desta série de 22 títulos (editada e também escrita pelo autor de As crônicas de Gelo e Fogo). 

Conforme a sinopse explica, o cenário dessa trama é o final da Segunda Guerra Mundial e a Terra é contaminada por um vírus alienígena que causa mutações. Grande parte da população morre, mas os que sobrevivem tornam-se diferentes. Uma parte deles será chamada de Ases. Os Ases são aqueles que responderam bem a mutação e adquiriram poderes e os Curingas tornam-se os marginalizados, pois a mutação causa deformação.
Cada capítulo do livro é escrito por um autor diferente e apresenta um personagem diferente, mas sempre usando o “gancho” do final da história do anterior.
Os pontos negativos disso: são diversos estilos de escrita e isso confunde um pouco durante a leitura; várias informações são ocultadas, principalmente fatos históricos, pressupondo que o leitor tenha um conhecimento anterior do assunto; a leitura se torna mais lenta, pois nem todos os personagens são cativantes.
Alguns personagens vão ganhar destaque, como o Croyd Crenson. Ele tem uma peculiaridade interessante: seu organismo adaptou-se ao vírus de forma diferente, então em um momento ele apresenta características de Ases e em outro, características de Curinga.
Com esse cenário, o governo americano começa a caçar os Ases. O fato de que eles são poderosos pode colocar em risco à boa e velha América. Então são criados “Comitês” que surgem com as “Leis das Cartas Selvagens”. Essas leis dizem basicamente que se os Ases não trabalharem como cães de guarda do governo serão vistos como inimigos e perderam os direitos de cidadãos.
Esse primeiro livro é uma apresentação dos personagens, do cenário e do que está acontecendo. Como comentado anteriormente, por ser escrito por diversos autores o texto perde um pouco de sua fluidez. Existem capítulos que são lidos rapidamente e com entusiasmo, enquanto outros vão sendo empurrados em uma tentativa de se chegar ao final.
A premissa da série é boa, mas é um pouco assustador saber que é uma série com 22 livros. Com uma série tão extensa, o negócio é cruzar os dedos e torcer para que seja publicada até o final.
ISBN-13: 9788580445107
ISBN-10: 8580445108
Ano: 2013
Páginas: 480
Idioma: português
Editora: LeYa
Skoob: clique aqui
Avaliação: 3/5

SinopseDepois do vírus alienígena, um ataque vindo do espaço. Estamos no início dos anos 1980, há mais de trinta anos a humanidade convive com os atingidos pelo xenovírus Takis-A, mas a integração ainda caminha a passos lentos. Os abençoados pelo vírus, os ases, combatem os perigos da Nova York que nunca dorme. Os amaldiçoados, com suas deformidades causadas pelo vírus, lutam pela sobrevivência no Bairro dos Curingas. E, no céu, uma ameaça espreita a humanidade, aguardando a oportunidade certa para lançar seu ataque. Um ser extraterreno chamado o Enxame ruma para a Terra, ao mesmo tempo em que alguns ases planejam uma conspiração para controlar o mundo. Entre jogos de aparências, teletransportes e irmandades envoltas em mistério, forças de ases e “limpos”, seres humanos não infectados pelo vírus, se unem para combater o monstro alienígena e a terrível Ordem que se esconde no Mosteiro de Nova York. Este segundo volume da série Wild Cards conta com a participação de novos gênios da fantasia e do próprio organizador, George R. R. Martin, autor do best-seller Crônicas de Gelo e Fogo. As cartas da humanidade estão na mesa!

Passaram-se algumas décadas desde a infestação do vírus Cartas Selvagens (Takis-A). A presença de Ases e Curingas já não é mais espantosa e de certa forma, vivem em harmonia. Porém o perigo agora é ainda maior.

 

Tiamat, uma entidade alienígena tem o planeta Terra como cenário de devastação. Tiamat também é conhecida a Mãe do Enxame e como o próprio nome diz, trata-se de um enxame orgânico. É como se vários seres se aglomerassem e tivessem uma consciência. Durante a invasão, os Ases conseguem defender o planeta, mas algumas partes desse enxame permanecem na Terra, criando inúmeros ataques diferentes. Como se não bastasse a ameaça externa, existem um grupo de indivíduos na terra, que apoia essa invasão e a destruição de todo o planeta.

 

Alguns personagens do primeiro livro, com grande destaque para o Tartaruga, tem um papel fundamental nessa continuação. Ele não é o único, mas provavelmente é o que será mai lembrado na obra. Novos personagens também irão surgir e com isso, a história irá se desenvolver.
Diferentemente do primeiro livro, o texto de “Ases nas Alturas” é bem mais fluido e coerente. Ainda existem algumas lacunas na história, mas acredito que serão respondidas aos poucos nos próximos livros.
Essa coesão permitiu uma leitura mais tranquila e até mesmo mais empolgante. O primeiro livro foi uma apresentação não apenas dos personagens, mas também do contexto histórico cultural do período em que a trama se passa. Agora, o texto tem menos referências e isso também permitiu uma maior agilidade no desenvolvimento da história.
ISBN-13: 9788580448764
ISBN-10: 858044876X
Ano: 2013
Páginas: 400
Idioma: português
Editora: LeYa
Avaliação: 4/5

SinopseVingança é a palavra de ordem. E a vida parece estar por um fio… Depois da invasão alienígena que sacudira o mundo, curingas e ases de Nova York têm muito a comemorar. E o auge dessas comemorações acontece no dia 15 de setembro, data em que outra intervenção alienígena mudou por completo a vida de todos os seres humanos e de alguns alienígenas, como de Jube e do próprio Dr. Tachyon. E também a do Astrônomo, que volta neste volume da série para uma fria e bem-calculada vingança. Neste romance-mosaico reencontramos Ira, Ceifador, Nômada, Jack, Brennan, Kid Dinossauro, Uivo e muitos outros ases e curingas que se reúnem para o Dia do Carta Selvagem. Entre roubos e buscas desesperadas, gritos supersônicos e dinossauros-mirins, o destino desses personagens é posto em xeque a cada hora deste dia, considerado um dos mais festivos para a cidade de Nova York e certamente um dos mais sangrentos desde a queda do meteoro que trouxe o vírus carta selvagem para a Terra.

“Apostas mortais” é o terceiro livro da saga Wild Cards e até o momento, o meu favorito! 40 anos se passaram desde os episódios de “O começo de tudo” e Nova York está comemorando essa data. Mas como todo vilão que se preze, nada como criar caos e terror em datas comemorativas, não é?
O Astrônomo e o General Kien acreditam que sim e os dois vão começar uma matança e tanto!
A sinopse entrega quais personagens irão participar desse livro, mas o que ela não conta é que diferentemente dos demais livros publicados até o momento, “Apostas Mortais” tem seus capítulos divididos em horas. Isso mesmo, cada capítulo representa uma hora do dia 15 de setembro e vai acompanhando os acontecimentos através das perspectivas dos heróis e vilões dessa saga.
Esse livro foi o que mais se destacou até o momento. Isso acontece porque vários desfechos vão ser dados a alguns personagens importantes e é também o encerramento de um dos ciclos de Wild Cards.
A Editora realizou um trabalho de revisão e layout excepcional e essa capa está incrível!
ISBN-13: 9788544100189
ISBN-10: 854410018X
Ano: 2014
Páginas: 400
Idioma: português
Editora: LeYa
Avaliação: 4/5

Sinopse – Uma viagem pelo mundo que pode mudar o destino da humanidade! Nova York ainda se recupera da carnificina da comemoração dos 40 anos do acidente que foi um marco na história dos Estados Unidos e do mundo. O Dia do Carta Selvagem de 1986 ficaria para a história como um dos mais sangrentos desde a chegada do vírus no planeta. Este cenário é o ponto de partida para as páginas a seguir. A grande viagem de mapeamento dos efeitos do vírus carta selvagem pelo mundo, postergada há muitos anos, é organizada às pressas pelo senador Gregg Hartmann e pela Organização Mundial de Saúde. Tirar os principais ases e curingas de Nova York e ainda realizar um programa humanitário parecia a jogada certeira para garantir a candidatura do senador à presidência dos Estados Unidos. Mas ele não esperava as consequências nefastas desta volta ao mundo a bordo da aeronave apelidada de Cartas Marcadas. Nos cinco meses de viagem, a comitiva passará por 30 países nos cinco continentes em busca dos irmãos infectados pelo carta selvagem. Das favelas haitianas aos morros cariocas, dos desertos africanos aos confins australianos, os integrantes desta jornada enfrentarão grandes desafios e muitas verdades que até então não haviam sido reveladas. E, no mundo de Wild Cards, as aparências quase sempre enganam. Acompanhe o diário de Xavier Desmond, as atitudes do prefeito do Bairro dos Curingas, e as aventuras de Dr. Tachyon, Fortunato, Crisálida, Hiram Worchester, Troll, Peregrina e outros curingas e ases nesta volta ao mundo. A cada conto dos grandes autores reunidos pelo mestre George R. R. Martin, descobre-se um pouco mais da história destes personagens e os desdobramentos imprevisíveis de sua passagem pelos quatro cantos do planeta.

A sinopse desse livro é bem explicativa. Como é possível observar, temos um contexto global nesse livro. Em “Ases pelo mundo” teremos uma trama complexa que relata os aspectos políticos, sociais e religiosos do mundo em relação ao vírus, aos ases e aos curingas.

 

“Essas questões levam tempo…. E, por mais triste que seja, existem questões de orgulho e política para se ocupar, sociedades que preferem ter seu santo patrono nomeado a ter controle sobre algo tão importante quanto o vírus carta selvagem.” (p. 144)

Enquanto o mundo ainda tenta entender como “classificar” essa mudança, observamos que as pessoas atingidas pelos vírus. Seus debates, medos e receios também são explorados nessa obra.

“Admito que tenho sentimentos conflitantes quanto aos ases, alguns deles definitivamente abusam de seus poderes. No entanto, como curinga, me vejo esperando desesperadamente que tenhamos sucesso… e temendo desesperadamente as consequências se não tivermos.” (p. 32)

A obra gira em torno de vários personagens, vivendo seus próprios conflitos. Sem dúvidas algumas cenas irão saltar aos olhos durante a leitura, principalmente aquelas que envolvem sangue e sexo.
O trabalho editorial da Leya é excelente. Da escolha da fonte à revisão, a escolha da diagramação simples com apenas alguns detalhes, tudo combinou muito bem com o conteúdo do livro.
ISBN-13: 9788544101094
ISBN-10: 8544101097
Ano: 2015
Páginas: 544
Idioma: português
Editora: LeYa
Avaliação: 4/5

 

 

Categorias:Outros
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

19Abril2016

[Resenha] Dream Guardians #1 e #2 – Sylvia Day

Sinopse – No limiar entre o sono e a consciência, uma batalha se trava entre o sonho e o pior pesadelo. Capitão Aidan Cross é uma lenda, tão hábil em criar sonhos eróticos quanto em matar seus inimigos. As mulheres o veem como parte de suas fantasias… Exceto Lyssa Bates. Esquisita, enigmática e desejável, Lyssa desdenha deste sedutor imoral, porque ela o vê como ele realmente é. E, enquanto ele tenta desvendar seus segredos, o impensável acontece: Aidan se apaixona.Lyssa tem tido os sonhos mais incríveis com esse homem de olhos azuis que promete prazeres intensos e profunda intimidade. Até que ele aparece em sua porta. Mas na sua rendição, há também um grande perigo… Aidan está em uma missão e a paixão que os consome poderá ter consequências terríveis. Amar a mulher que veio para destruir o seu mundo não é só apenas impossível… é proibido.
O livro conta a história de Aidan Cross, um dos Guerreiros de Elite e um dos líderes dos Guardiões dos Sonhos. Existe um plano intermediário, onde esses Guardiões protegem os humanos dos Pesadelos, que são entidades perigosas. Esse trabalho árduo já dura milhares de anos e os Anciões acreditam que dentre os humanos, existe um que será a Chave. A Chave seria a pessoa que poderá determinar uma mudança de equilíbrio nessa luta infindável.
Em Temecula Valley, no sul da Califórnia vive a veterinária Lyssa Bates com Jujuba, seu gato malhado. Desde cedo Lyssa tem dificuldades para dormir e isso está afetando a sua vida. Ela não consegue encontrar explicações médicas para o seu quadro, mas o seu corpo não aguenta mais os efeitos dessas dificuldades.
Os Guardiões são enviados para analisar Lyssa em seu sono e é quando Aidan e Lyssa se conectam. Sem saber quem ele é, Lyssa começa a ter pequenos fragmentos de seus sonhos, algo impossível, e Aidan fica cada vez mais encantado com a veterinária.
A grande questão são as verdadeiras intenções dos Anciões. Eles que guiam os Guardiões poderiam estar mentindo?
O livro é de rápida leitura e caliente. A química entre os protagonistas é ótima e esse ar sobrenatural na trama deu um toque a mais ao livro. A trama é direta e sem muita complexidade, mas é uma leitura gostosa para os fãs do gênero.
Quanto à parte dos Guardiões, seu papel e como funciona a passagem entre os planos, ainda faltam inúmeras explicações. Por se tratar do primeiro livro da série, acredito que as explicações serão fornecidas aos poucos, com o passar dos livros.
Os protagonistas são cativantes e carismáticos e a linguagem do texto é simples e fluida.
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um ótimo trabalho. 
ISBN-13: 9788544100530
ISBN-10: 8544100538
Ano: 2014
Páginas: 256
Idioma: português 
Editora: LeYa
Skoob: clique aqui
Avaliação: 3/5

Sinopse – Sylvia Day traz para suas leitoras o bárbaro que toda mulher sempre sonhou em conquistar Stacey Daniels sempre se sentiu atraída pelo tipo errado de homem. E seu coração sabe que o viking musculoso e machucado que aparece surpreendentemente na porta de sua casa não será exceção. Uma visão de suas mais secretas fantasias eróticas – um verdadeiro Deus – ele a excita com sua aura de perigosa sensualidade. Sua alma sabe que essa submissão trará perigos imprevistos para sua vida – e ainda assim ela não consegue resistir. Ele simplesmente combina o domínio dos prazeres mais pecaminosos à uma doce sensualidade. Algo que ela sempre desejou. Mas, amar Connor é um fardo que nenhuma mulher mortal é capaz de carregar. Apesar de encontrar consolo na paixão e no calor do corpo de Stacey, a realidade de Conor é aquela dos sonhos mais obscuros, permeada por violência e luta, e são esses elementos que ele trará para o mundo da amante. Calor da Noite é um romance erótico arrebatador e surpreendente, com uma pitada irresistível de fantasia, e que tem tudo para conquistar as fãs da best-seller mundial Sylvia Day.
Connor é o melhor amigo de Aidan e no primeiro livro estava cético sobre os questionamentos do Capitão em relação aos Anciões. Porém, ainda em “Prazeres da Noite” ele descobriu que realmente haviam segundas intenções por parte dos estranhos líderes e assumiu como responsabilidade ficar vigiando seus passos enquanto Aidan tem sua vida com Lyssa na Terra. 
Além disso, há uma rebelião envolvendo os Guardiões, pois agora eles sabem que todos os ensinamentos aprendidos desde cedo servem apenas para os propósitos dos Anciões. Alguns se sentem profundamente enganados e irão lutar contra aquilo que cresceram aprendendo.
Acontece que Connor Bruce faz uma descoberta significativa sobre o verdadeiro significado da Chave e da profecia e com isso, precisa ir alertar o casal.
Ele só não esperava encontrar Stacey, amiga de Lyssa. Stacey é uma daquelas personagens que te conquistam desde o primeiro instante. Ela têm uma fragilidade emocional gritante, mas ao mesmo tempo tenta disfarçar de todas as formas, seguindo em frente mesmo sofrendo em silêncio. Connor por outro lado sempre foi o cara brincalhão, que nunca pensou em ter um relacionamento. Mas ao ver a dinâmica do casal de amigos, ele percebeu o quanto estava perdendo.
Como no primeiro livro, a leitura é rápida e dinâmica. A autora vai fornecendo algumas pistas em cada livro, mas não revela o quadro geral. 
Connor e Stacey também tem uma boa química e ambos são carismáticos, mas de forma diferente do casal do primeiro livro. A descontração do Connor e a vulnerabilidade emocional de Stacey se complementam, deixando a interação entre eles irresistível.
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um ótimo trabalho. 
ISBN-13: 9788544103791
ISBN-10: 8544103790
Ano: 2016
Páginas: 224
Idioma: português 
Editora: LeYa
Skoob: clique aqui
Avaliação: 3/5

Categorias:Outros
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

21Fevereiro2016

[Resenha] Supernatural Nunca Mais- Keith R. A. DeCandido, Guerra dos Filhos – Rebecca Dessertine e Coração do Dragão – Keith R. A. DeCandido

Sinopse – Sam e Dean vêm à cidade de Nova Iorque para verificar a casa assombrada de um roqueiro local. Mas antes que eles possam descobrir por que uma banshee apaixonada em uma camiseta heavy-metal dos anos 80 está se lamentando no quarto, um crime muito mais macabro chama-lhes a atenção. Não muito longe da casa, dois estudantes universitários foram espancados até a morte por um estranho agressor. Um assassinato, que é bizarro mesmo para os padrões de Nova Iorque, é o mais recente em uma série de crimes que os irmãos logo suspeitam serem baseados nos contos horripilantes do lendário escritor Edgar Allan Poe.

Sem dúvida “Supernatural Nunca Mais” é um livro para os leitores fãs da série televisiva. Esse livro nos remete à segunda temporada (a história se passa em 2006), onde os irmãos Winchester recebem uma ligação da Helen, pedindo que investiguem a casa de um roqueiro local. 
Outra investigação ocorre em paralelo. Na Universidade de Fordham, no Bronx, dois alunos, John Soeder e Kevin Bayer são brutalmente assassinados de uma forma altamente improvável.

“Pelo menos, o primeiro morreu logo. Mas o outro, o que ficou murmurando para si mesmo depois de o primeiro ter morrido, o orangotango teve que ficar socando e socando até ele finalmente ceder. Assim que o segundo deu seu último suspiro, ele falou o encantamento uma última vez…” (p. 07)

Essas duas mortes brutais chamam a atenção dos irmãos, que por estarem em NY, aproveitam para investigá-las também.
Dois casos que inicialmente aparentam não ter ligação, mas que possuem algo em comum. Para descobrir o que está acontecendo, Dean e Sam irão precisar da ajuda de um policial local e de uma velha amiga de John Winchester.
A trama tem o mesmo tom da série. Primeiramente somos apresentados aos crimes, logo em seguida os irmãos surgem, trazendo consigo os diálogos sarcásticos e os problemas pessoais. Temos algumas investigações, revelações e claro, a grande caçada.
ISBN-13: 9788560610884
ISBN-10: 856061088X
Ano: 2013 
Páginas: 194
Idioma: português 
Editora: Gryphus
Skoob: clique aqui
Avaliação: 3/5

Sinopse – Uma história de Supernatural que revela uma nova aventura para os irmãos Winchester. Vinte e três anos atrás, Sam e Dean Winchester perderam sua mãe para uma demoníaca força sobrenatural. Após a tragédia, seu pai os ensinou tudo sobre as coisas paranormais e ruins que vivem nas esquinas escuras da América e como matá-las. Caçando Lúcifer, os garotos se encontram em uma cidade pequena na Dakota do Sul aonde encontram Don, um anjo com uma proposta. O quão longe irão os rapazes para descobrir o segredo que Satan nunca quis que eles descobrissem?

Para os leitores que são fãs da série “Supernatural”, os livros da série publicados pela Gryphus são um complemento maravilhoso. Em “Guerra dos Filhos” o leitor irá acompanhar os acontecimentos após Sam quebrar o Selo do Inferno e os irmãos Winchester descobrirem que eles são os receptáculos de uma guerra milenar entre irmãos.
Quem conhece os Winchester sabe que eles não gostam de aceitar ordens, muito menos vindas do céu e do inferno. 
Os dois entram em uma jornada em busca de uma alternativa. Essa alternativa leva os dois à uma viagem no tempo, onde eles regressam para Nova York, no ano de 1954.
Narrado em terceira pessoa, mas apresentando os pensamentos e sentimentos dos dois irmãos, o livro traz elementos que são presentes no seriado de televisão: piadas sarcásticas, muita música, palavrão e um carro clássico para levá-los.
Sam e Dean precisam lidar com anjos na terra, um Bobby ranzinza por estar na cadeira de rodas, Castiel, demônios e dois caçadores da década de 50.
Em relação à revisão, diagramação e layout, a editora realizou um ótimo trabalho. A fonte poderia ser um pouco maior, mas é questão de gosto pessoal. 
” Você sabe alguma coisa sobre esse livro? Chama-se A guerra dos Filhos da Luz contra os Filhos das Trevas.
– Todo mundo ouviu falar dele – replicou Bobby, soando mais natural. – É um segmento dos Pergaminhos do Mar Morto, e um dos textos apócrifos mais lidos da Cristandade. O problema é que ninguém leu o final.” (p. 24)
ISBN-13: 9788583110149
ISBN-10: 858311014X
Ano: 2014 
Páginas: 245
Idioma: português 
Editora: Gryphus
Skoob: clique aqui
Avaliação: 4/5

Sinopse – Vinte e sete anos atrás, Dean e Sam Winchester perderam sua mãe para uma força sobrenatural misteriosa e demoníaca. Nos anos que se seguiram, o pai deles, Jhon, ensinou-lhes sobre o mal paranormal que vive nos cantos escuros e nas estradas vicinais da américa…e ensinou-lhes a como matá-lo. Quando o anjo renegado Castiel alerta Sam e Dean para uma série de assassinatos particularmente brutais na Chinatown de San Francisco, eles percebem que o Coração do dragão está de volta. Jhon Winchester enfrentou o aterrorizante espírito 20 anos atrás, e a família Campbell o combateu 40 anos antes – podem os rapazes ser bem sucedidos onde seus pais e avós falharam?


O livro começa contando a história do samurai Nakadai, que graças a seu amigo Cho, ficou conhecido como Doragon Kokoro (o Coração do Dragão). Nakadai era um homem honrado e visto por todos da cidade como alguém justo. Quando um dilema envolvendo duas noivas surgiu, um demônio se aproveitou da situação para causar o caos e envolver Nakadai.

“As chamas sobrenaturais, convocadas por um encantamento aos sussurros, entrelaçavam-se em volta de Coração do Dragão, enegrecendo a pureza e a nobreza dele enquanto as chamas físicas fundiam sua carne, músculos e ossos.
Quando chegasse a hora, o espírito de Yoshio Nakadai iria se tornar uma arma de poder inimaginável nas mãos da hoste demoníaca: uma alma nobre a serviço de uma causa ignóbil.” (p. 14)

Após essa apresentação a trama pula para 2009 (os eventos do livro ocorrem na quinta temporada do seriado). Cass aparece e pede os irmãos Winchester que se dirijam à São Francisco, onde o Coração do Dragão surge. Atendendo ao pedido do anjo amigo, os dois rumam a sua nova aventura.

Em meio a esse caso denso que tem algumas centenas de anos, o leitor se depara com o passado da família Winchester. Mary, John aparecem, trazendo o sentimento de nostalgia durante a leitura. A infância de Sam e Dean também ganha espaço nesse livro e nos deparamos com um espírito que causa empatia ao leitor: Nakadai.
O trabalho gráfico da obra foi muito bem feito. Nos livros anteriores haviam alguns probleminhas, mas nesse último lançamento, o cuidado é visível. Não há muito o que falar da capa. 

ISBN-13: 9788583110453
ISBN-10: 858311045X
Ano: 2015 
Páginas: 245
Idioma: português 
Editora: Editora Gryphus
Skoob: clique aqui
Avaliação: 5/5

Categorias:Outros, Resenhas
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

13Fevereiro2016

[Resenha] Daisy Está na Cidade e Maluca Por Você – Lovett, Texas # 1 e # 2 – Rachel Gibson

Sinopse – Daisy Lee Monroe está de volta a Lovett, Texas, e depois de muitos anos descobriu que pouca coisa mudou. Sua irmã continua uma louca e sua mãe ainda tem flamingos de plástico rosa no quintal. E Jackson Lamott Parrish, o bad boy que ela havia deixado para trás, ainda é tão sexy quanto antes. Ela gostaria de poder evitar este homem em particular, mas ela não pode. Daisy tem algo a dizer para Jackson, e ela não vai a lugar nenhum até que ele escute.Jackson aprendeu a lição sobre Daisy da maneira mais difícil, e agora a única palavra que ele está interessado em ouvir dos lábios vermelhos de Daisy é um adeus. Mas ela está surgindo em toda parte, e ele não acredita em coincidência. Parece que a única maneira de mantê-la quieta é com a boca, mas beijar Daisy já foi sua ruína no passado. Ele é forte o suficiente para resistir a ela agora? Forte o suficiente para vê-la sair da sua vida novamente? Ele é forte o suficiente para fazê-la ficar?

A pequena cidade de Lovett no Texas é o cenário para a história de Daisy e Jackson. Quando jovens, os dois, junto com Steven eram inseparáveis. Com os hormônios a mil, Jackson e Steven fizeram um pacto que deixava claro que Daisy estava fora de qualquer investida de ambos ou a amizade do trio estaria abalada. É claro que isso não aconteceu e Daisy e Jackson tiveram um envolvimento intenso e luxurioso. Só que a morte dos pais de Jackson e uma inesperada reviravolta fizeram com que a protagonista tomasse uma difícil decisão.
Steven se ofereceu para ajudá-la e ambos foram embora juntos. Steven e Daisy se casaram e viveram uma boa vida até que mais de uma década depois ele veio a falecer e Daisy precisa retornar à cidade natal.
Daisy fugiu, é verdade, mas era uma garota assustada após presenciar um rompante do namorado. As palavras duras dele a magoaram de forma avassaladora. Tudo o que ela conseguia pensar era que Jack não a amava e precisava ir embora de Lovett. Mas agora era ela uma mulher feita, uma adulta que passou por poucas e boas e teve que lidar com a terrível doença que levou Steven embora. Sua missão é contar a Jackson tudo o que aconteceu, mesmo ele não querendo falar com ela. 
Jackson é sexy, bonito e atraente. As mulheres de Lovett sabem disso em primeira mão. Ele aprendeu a aproveitar bem a vida e as vantagens de ser solteiro, mas esconde seus sentimentos de todos. No fundo, Jackson se tornou um homem amargo graças a traição dos dois melhores amigos e ver a culpada andando pra lá e pra cá na sua cidade só o deixa mais furioso. Mas será que essa raiva esconde algo mais?
“Daisy está na cidade” é uma história sobre segundas chances e perdão. Fala sobre a necessidade do ser humano em se conectar com alguém e em estar perto daquele que ama.
A editora realizou um bom trabalho de revisão e diagramação e a capa tem um ar leve, romântico e repleto de elementos que fazem menção ao Texas.
“Na noite em que perdeu tudo, Jack aprendeu uma lição valiosa. Aprendeu que ninguém pode tirar de você algo que você não tenha dado para esta pessoa. Ninguém poderia fatiar você por dentro se você não lhe entregar uma faca. Ele não achava que isso o tornava amargo, fazia dele apenas um homem que aprendia com os próprios erros.” (p. 97)

ISBN-13: 9788584840045
ISBN-10: 8584840044
Ano: 2015 
Páginas: 320
Idioma: português 
Editora: Jardim dos Livros
Skoob: clique aqui
Avaliação: 4/5

Sinopse – Um charmoso policial acaba de chegar à cidadezinha de Lovett, no Texas. Seu nome é Tucker Matthews. Tudo o que ele quer é um pouco de sossego e um lar pra chamar de seu. Seu e de Pinky, sua gatinha de estimação, deixada com ele por uma ex-namorada louca. Mas parece que Tucker tem sorte (ou azar) para mulheres doidas. Sua nova vizinha é ninguém menos que Lily Brooks, ou, a Maluca Lily Darlington, famosa na cidade pelos excessos do passado, como quando entrou com o carro dentro do escritório do ex-marido cretino. Fofocas à parte, Tucker não imaginou que no lugar da suposta barraqueira fosse conhecer uma baita mulher em seus trinta e oito anos, linda, inteligente, sexy e engraçada, que irá virar sua cabeça do avesso. Maluca por você é um romance apimentando e divertidíssimo! Você não vai conseguir parar de ler!


Segundo livro da série Lovett, Texas, “Maluca por você” traz uma história rápida, leve e divertida para os leitores. 
Lily Brooks é vista como a maluca da cidade. Sua falta de paciência e um ex-completamente idiota a transformaram na chacota da cidade. Apesar de se sentir magoada com isso, Lily não tem tempo para perder: tem um filho e um negócio para cuidar. Poucas pessoas percebem o quanto essa mulher é insegura, mas feroz ao cuidar do filho que ama. 
Uma dessas pessoas é Tucker, um sexy policial que acaba tendo seu caminho cruzado com o de Lily.
A química entre os dois é forte e existem muitas cenas bem-humoradas da interação dos protagonistas. Suas personalidades se completam: Tucker é calmo demais e Lily vive correndo. Porém, o que sofreu nessa obra foi o desenvolvimento da trama. Tudo aconteceu rápido demais. Esse rápido desenvolvimento explica o fato do livro ser tão curtinho (apenas 113 páginas), o que é realmente uma pena, pois a história dos dois tinha muito potencial.

“Pelo amor de Deus. Ele estava tendo sonhos eróticos e sentindo desejo por uma maluca. Uma mulher que possivelmente havia tentado matar o ex entrando com o carro na casa dele e quase havia sido presa num 5150. Essa informação deveria bastar para fazer suas bolas murcharem, mas não foi o que aconteceu.” (p. 47)

Em relação à revisão, existem diversos errinhos de digitação e grafia. A capa é muito bonita, porém não combina muito com o enredo e nem mesmo com a capa do primeiro livro da série.

ISBN-13: 9788563420718
ISBN-10: 8563420712
Ano: 2014
Páginas: 113
Idioma: português 
Editora: Jardim dos Livros
Skoob: clique aqui
Avaliação: 3/5

Categorias:Outros, Resenhas
Thaís Turesso

veja também os relacionados: