Posts marcados na categoria Resenhas

20Maio2010

“Puny” e “Puny Em Alto-Mar” – Adriana Aguiar Ribeiro

             Olá, já que estamos em clima do Desafio Nacional, hoje quero que conheçam dois livros infantis maravilhosos da autora brasileira Adriana Aguiar Ribeiro, livros de leitura agradável e leve, afinal, os livros são curtos e desejei que não terminassem tão rápido, me diverti com a história da Puny, vamos conhecê-la?

Livro: Puny
Autor: Adriana Aguiar Ribeiro
Editora: Litteris
Categoria: Literatura Nacional / Infanto-Juvenil
ISBN: 9788576401169
Páginas: 64
Idade Recomendada: 8 aos 12 anos

Sinopse

Puny conta a simpática história de uma cadelinha que vivia na fazenda Tomba-Raio, próxima à pequena cidade de Penedo. Puny resolve abandonar sua família, na tentativa de mudar o seu destino, e acaba recolhida por um casal. Puny busca, a partir daí, conquistar seus novos donos e se adaptar ao novo lar. Muitas novidades acontecem em meio a travessuras, idas ao circo, acampamento e o convívio com seus novos amigos. Uma surpresa foi reservada para você no fim da história, quando a autora irá revelar a surpreendente origem da pequena Puny.

Resenha 
  

Nesse livro a autora nos apresenta Puny, uma cadelinha que nascera pequena, e num lar pobre, mas que resolveu ser adotada! Saiu na beira da estrada para ver se alguém a adotava, afinal de contas, a alimentação estava escassa e precisava urgentemente ser alimentada e cuidada com carinho.
   Quem se compadeceu da pobre cachorrinha, foi um casal: Mires e Augustus, que a recolheu da estrada, levou ao veterinário, tirou as pulgas e carrapatos, e como tinham esses hóspedes em Puny! 
Me diverti muito com a história, na verdade é o primeiro livro infantil que leio tão engraçado e cativante! Após a leitura, li para meu filho de 5 anos, ele simplesmente adorou, queria até pintar a Puny, é, o livro além de fofo, tem uma capa linda, é bem escrito, e ainda tem páginas que podem ser coloridas pelas crianças, certo, o meu livrinho ele não foi autorizado a pintar, afinal, ele ainda está aprendendo a colorir …

Livro:Puny Em Alto-Mar 
Autor:Adriana Aguiar Ribeiro
Editora:Litteris
Categoria:Literatura Nacional / Infanto-Juvenil
ISBN:9788537400906
Páginas:80
Idade Recomendada: 8 aos 12 anos

Sinopse 

Puny em alto-mar traz a continuação das aventuras vividas por Puny em seu primeiro livro.
A história contada nestas páginas relata uma viagem de quatro dias em um cruzeiro marítimo. Aqui, Puny vive as mais fantásticas aventuras, como viajar dentro de uma mala, no bico de um pelicano e até no lombo de sua amiga, a baleia Topsee. Nesta viagem, o leitor vai conhecer um pouco da rotina em um navio de cruzeiros e se envolver com a preocupação desta esperta cadelinha com a Mãe Natureza, quando ela se junta a um grupo diferente e animado.
Embarque nesta viagem e participe das mais loucas aventuras vividas pela surpreendente Puny!

Resenha 

           Nesse livro Puny pede a nossa querida Adriana, autora do livro, para narrar a história da sua vida, enquanto ela vai escrevendo, suas aventuras, após a descoberta da sua origem (leia ‘Puny’,somente no fim é revelado a origem dessa graciosa cadelinha), Puny finalmente retorna ao lar após conhecer a Inglaterra! E é tudo descrito em detalhes pela Puny, pois a maior aventura ainda está para acontecer! Puny vai viajar em um grande navio, num Cruzeiro, aí as aventuras começam.
       Olha eu não quero contar spoilers, para conhecerem mais sobre Puny, as amizades conquistadas por ela, e se envolver em narrações perfeitas da sua viagem, não deixem de ler!!!

Adriana Aguiar Ribeiro

A escritora nasceu em Campos dos Goytacazes, no ano de 1966. É bacharel em Administração de Empresas, graduada em Turismo e pós-graduada em Docência Superior. Estudou na Inglaterra e nos Estados Unidos, tendo viajado ainda por muitos países da América do Sul, América do Norte e Europa, a turismo ou trabalho. Morou por muitos anos em Niterói e atualmente vive em Penedo, cidade serrana do Estado do Rio de Janeiro. Gosta de música, leitura e filmes. Adora praia e estar em contato com a natureza. Um de seus passatempos preferidos é a jardinagem. Desde criança, desenvolveu o gosto pela literatura e aos nove anos começou a escrever poesias e pequenas histórias. Logo, estava escrevendo crônicas e contos. Tem dois livros publicados, o PUNY e o Puny em Alto-mar. Participou da Bienal de São Paulo e da Bienal de Campos dos Goytacazes, em 2006. Em 2009 participou da Bienal do Rio de Janeiro.

Quem gostaria de levar Puny para casa? Ela é tão divertida…..

Categorias:Outros, Resenhas
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

09Maio2010

Centúrias- Bruna Longobucco

 Livro:Centúrias
Autor:Bruna Longobucco
Editora:Novo Século
Categoria:Literatura Nacional / Romance Sobrenatural
ISBN:9788576793038
Páginas:216

Compre Agora

        Sinopse                                                                           

“Nem assumindo minha verdadeira natureza eu conseguia libertá-lo. E as outras bruxas não podiam se mover. Parecia que tudo estava perdido. Segurei a chave, tentando resgatar meus poderes, lutando contra o bloqueio negativo que me enredava e ameaçava a vida de Igor. Se houve um tempo em que não acreditei no amor, agora não acreditava na possibilidade de existir sem tê-lo ao meu lado. Havia muito em jogo. A ordem centuriana; a vida das criaturas claras; meu sol. Por isso, eu precisava reagir. Já havíamos passado por tantas coisas e não seria justo que após tantos desencontros fôssemos separados novamente. Repassei os ensinamentos da feiticeira-anciã. A resposta, ela dizia, está dentro de nós. É preciso acreditar na magia. Foi então que percebi: eu não lutava apenas contra os meus inimigos. Lutava contra o peso da realidade e de minhas próprias limitações”.

      Resenha                                                                                    

            Aylá é aparentemente uma adolescente comum,aos dezessete anos,terminou o colegial e ainda não sabe que faculdade cursar,o que mais a irrita profundamente são as constantes mudanças que acontecem em sua vida,sua mãe Valentina,arruma um namorado,por dois meses ou mais permanece numa determinada cidade,mas terminando o namoro,pois vive em constante mudanças nas suas relações pessoais,muda novamente de cidade. Recebe  a notícia da nova mudança ,desta vez para a terra natal de seus antepassados: Pitfal.
       Novamente Aylá está de mudança desta vez questiona sua mãe,porque voltar para Pitfal agora,visto que sua mãe nunca levara sequer para conhecer a cidade,mas no caminho Aylá vai se vê em novos ares e mudanças,fica pasma ao saber que Pitfal tem pouco mais de 1000 habitantes,realmente uma cidade pequena mas muito misteriosa,ao chegar no Chalé que vão morar,já começa a sentir a atmosfera intensa e misteriosa da cidade,entre vários acontecimentos ,está o que conhece Igor na biblioteca da cidade,um primeiro encontro cheio de sensações estranhas e intensas,ela descobrirá aos poucos seu passado,sua descendência nada casual,e a maior revelação,de que é uma bruxa.Isso mesmo uma bruxa centuriana,que se apaixonara perdidamente por Igor da descendência dos dargais,muito mistério,magias , amigos inusitados como dois gatinhos e uma coruja e muitas revelações,tenho vontade de contar mais,mas aí acabarei fazendo perder  a vontade de vocês lerem e conhecer esse romance sobrenatural,e sou contra spoilers,mas é um livro totalmente cativante,envolvente,mágico,não conseguia parar de ler,quanto mais eu lia,mais eu desejava que a história não terminasse….Recomendo é de se apaixonar!!!!!

Parabéns Bruna ,pelo maravilhoso enredo,pela história maravilhosa,adorei!E claro queridos não deixem de conhecer o blog da autora e o blog desse lindo romance,clicando nas imagens abaixo:



Categorias:Outros, Resenhas
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

05Maio2010

Aprendendo a Seduzir -Patrícia Cabot

 Livro:Aprendendo a Seduzir
Autor:Patrícia Cabot
Editora:Planeta
Selo: Essênsia
Categoria:Literatura Internacional / Romance
ISBN:9788576655091
Páginas:368
Sinopse
Um romance histórico de tirar o fôlego, escrito por Meg Cabot sob o pseudônimo de Patricia. Durante um baile, Lady Caroline Linford abre a porta de um dos cômodos e flagra seu noivo, o marquês de Winchilsea, nos braços de outra mulher. Para a sociedade vitoriana do século XIX, tais escapulidas masculinas eram normais, e cancelar o casamento seria impensável. O jeito, decide a jovem, é aprender a ser, ao mesmo tempo, a esposa e a amante, para que o marquês nunca mais tenha de procurar outra mulher fora do lar. Por isso, resolve tomar lições – teóricas, claro – sobre a arte do amor com o melhor dos professores: Braden Granville, o mais notório libertino de Londres.
Logo nas primeiras aulas começam a voar faíscas e as barreiras entre professor e aluna caem. Escrito por Meg Cabot, sob seu pseudônimo, esse romance vai mostrar que o amor escolhe seus próprios caminhos, sempre imprevisíveis.

Resenha

A história se passa na Inglaterra,por volta de 1870, Caroline vai se casar com um homem maravilhoso! Ela o ama, e como não poderia amar? Hurst salvara a vida de seu irmão Tommy, e cuidara dele para que não sangrasse até a morte, pois fora atacado por assaltantes, mas Hurst o marquês de Winchilsea seu noivo era um verdadeiro herói, até aquela noite…

Pois sem querer, nem esperar, flagra seu noivo, nos braços de outra mulher nada menos que de Jacquelyn Seldon que é uma moça muito atraente, mas que também está noiva de Braden Granville… a história da sua vida então começa a mudar de rumo, ficou tão avoada com a cena que ela presenciou que saiu sorrateiramente sem deixar ser percebida, como pudera ela ser tão boba, tão leiga, que nem percebera tudo o que estava acontecendo: O seu noivo com outra! Após tentar pedir conselhos e ajuda para sua mãe, em vão, nada, nem ninguém parece lhe fornecer informações sobre o Jogo de Sedução, pois a única ideia que sua mãe lhe deu foi justamente esta, de tentar conquistar o amor do noivo e vir a se tornar amante e esposa ao mesmo tempo, será que Caroline irá conseguir?

Como nem seu irmão Tommy, nem sua melhor amiga Emily se dispuseram a ajudá-la, ela tem uma ideia brilhante, e vai atrás de Braden para lhe ensinar a arte da sedução, será que Caroline aprenderá a ser uma esposa-amante perfeita? Ou sairá seduzida desta doce e eletrizante aventura?

A leitura do livro foi ao todo maravilhosa, me empolguei com o romance desde o começo, e mal podia esperar para ir sabendo o que ia acontecendo, conforme a leitura se prosseguia, mas eu me envolvia por ela, até mesmo porque tão interessante que me foi em ver como o amor, sexo e assuntos relacionados eram vistos naquele tempo, principalmente pela nossa protagonista Caroline que me fez rir em certas situações, constrangedoras, mas que foram hilárias devido a inocente Caroline.

Uma divertida, emocionante e muito envolvente leitura te aguarda neste livro que mostra o doce aprendizado de uma inocente mulher. Recomendadíssimo!

Categorias:Outros, Resenhas
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

03Maio2010

O Que As Mulheres Francesas Sabem – Debra Ollivier

Livro:O Que As Mulheres Francesas Sabem
Autor:Debra Ollivier
Editora:Planeta
Selo: Academia de Inteligencia
ISBN:9788560096787
Páginas:192

Sinopse                                                                                     

Descubra o que está por trás da elegância, da sensualidade e do charme dos francesas

Não são os sapatos, os cachecóis nem os batons que dão glamour às mulheres
francesas. Elas não dão a mínima atenção para tudo isso. Não esperam que os
homens as compreendam e nem se importam com que os outros pensam delas.

As francesas são admiradas por mulheres de todas as nacionalidades. Para entender
por que despertam tanto fascínio sobre as mulheres e tanta atração sobre os homens,
Debra Ollivier fez uma imersão na cultura francesa. O resultado é esse livro saboroso,
que mostra como as francesas lidam com as convenções, os homens, o corpo
e a passagem do tempo.

É nessa relação que está todo o segredo da sedução. A autora norte-americana, que
viveu na França por dez anos, não apenas desvendou as armas de sedução das
francesas como as colocou em prática: casou-se com um francês.

Resenha                                                                                    

Me considero, simplesmente sou aficcionada por livros leves e inteligentes como este,como a maioria das pessoas ,eu sempre ouvi dizer que as mulheres francesas eram destacadas como mulheres com M bem grandão,tanto de personalidade,beleza,e depois da leitura deste livro eu as considero rainhas da sedução ,elas são determinadas,inteligentes e mulheres como nós,mas que sabem o que querem e não são de forma alguma influenciadas pela sociedade em que vivem(que para nós é muito comum,as brasileiras são muito influenciadas umas pelas outras e pela sociedade paranoica que vivemos).
         A leitura foi rápida,prazerosa e me ensinou muito,principalmente sobre a maneira das francesas verem o amor,um tanto cheio de nuances,nós decididamente,temos que aprender muito com elas,e eu como sou uma aluna dedicada …aprendi muito com o livro! Recomendo!Leiam!

Categorias:Outros, Resenhas
Thaís Turesso

veja também os relacionados: