10Fevereiro2018

[Divulgação] Lançamentos de Fevereiro/18 da Editora HarperCollins

Em A vida sem crachá, a jornalista Claudia Giudice conta a história de como se reinventou após perder o emprego depois de 23 anos na mesma empresa. Com emoção e bom humor, ela narra os próprios percalços e a superação, dando lições de empreendedorismo e motivação a todos os leitores.

Nada “viraliza”. Se você acha que um filme, música ou aplicativo popular apareceu do nada e virou um sucesso no mundo saturado de informações dos dias atuais, você não está prestando atenção. Cada sucesso de bilheteria tem uma história secreta – de poder, influência e cultos apaixonados – que transforma alguns produtos em fenômenos culturais. Até mesmo a mais brilhante das ideias cai no esquecimento se não encontrar sua rede, e os consumidores mais importantes não são os primeiros usuários mas sim seus amigos, seguidores e imitadores – a audiência da sua audiência. Nessa investigação sem precedentes, o editor-sênior da The Atlantic, Derek Thompson, revela a psicologia por trás de por que gostamos do que gostamos e as dinâmicas econômicas do mercado cultural que molda nossas vidas. Destruindo os mitos sentimentais sobre os hits que dominam a cultura pop e os negócios, Thompson demonstra que a qualidade não é o suficiente para o sucesso, que ninguém tem “bom gosto” e que alguns dos produtos mais populares da história estavam a um passo de se tornarem desastres. Hit Makers é uma viagem pelo último século da cultura pop e a mais valiosa moeda do século XXI – a atenção das pessoas.

Entramos em uma época marcada pelo conflito. Políticos pedem mais fronteiras, não inclusão. A desigualdade econômica impede a harmonia. Religião gera violência. Mesmo assim, a necessidade de união nunca foi mais urgente, já que as crises que a humanidade enfrenta são cada vez mais globais. Como seguir em frente? Nesse breve, mas profundo apelo ao mundo, sua santidade o Dalai Lama afirma que todos temos as sementes da paz dentro de nós, e delimita uma nova ética secular como a fundação de um mundo melhor. As respostas não virão das religiões, mas das pessoas abraçando a ética, que atravessa todas as diferenças. Provocando reflexões, o Dalai Lama se mostra como um humilde e notável homem do nosso tempo.

O magnata do petróleo J. Paul Getty construiu a maior fortuna dos Estados Unidos – e chegou perto de destruir a própria família no processo, com o nome Getty, como um jornalista declarou, “se tornando sinônimo de família problemática”. Mas o desastre precisava acontecer? Quando Paul Getty foi sequestrado aos dezesseis anos, a notícia se espalhou pelo mundo. Mas seu avô, então o americano mais rico vivo, se recusou a pagar o resgate, ignorando o sofrimento do neto. Com os dias se arrastando dolorosamente, virou responsabilidade de Gail, a mãe perturbada mas determinada de Paul, negociar com os sequestradores… Nesta biografia completa da família Getty, John Pearson narra a criação da riqueza fenomenal e as maneiras como ela tocou e manchou as vidas de várias gerações, traçando boa parte dos problemas até a figura bizarra do bilionário avarento, o próprio J. Paul Getty – e demonstra que o dinheiro pode sim comprar a sobrevivência e até a felicidade. Todo o Dinheiro do Mundo agora é uma superprodução de cinema, dirigido por Ridley Scott e com roteiro de David Scarpa, estrelando Michelle Williams e Mark Wahlberg. Cheio de personagens excêntricos, rixas e reviravoltas, se trata de uma saga fascinante de uma dinastia extraordinária e um olhar dedicado para as vidas dos super-ricos.

Charles Wallace está em perigo. E o mundo todo também. Quando a família Murry pensava que os problemas haviam terminado, um novo desafio surge. Charles Wallace agora tem seis anos de idade e na escola o menino se tornou um problema. Sofrendo bullying constante, Meg acha que o novo diretor da escola deveria ser responsável pelo menino, mas Charles Wallace fica terrivelmente doente antes que ela possa ajudá-lo. Mas há algo estranho acontecendo. Charles Wallace diz a Meg que há dragões no quintal de casa e ela descobre que os dragões na verdade são Proginoskes, querubins feitos de asas, vento e chamas. E mais uma vez este é só o começo de uma nova aventura, onde Meg e seu amigo Calvin precisam correr contra o tempo para salvar seu irmãozinho. E, para fazer isso, eles devem partir em uma viagem para dentro do corpo do menino e lutar para restaurar a brilhante harmonia do universo. Junte-se a Meg, Calvin e Charles Wallace nesta nova aventura repleta de seres incomuns, mundos novos e muitos heróis que precisam ultrapassar seus medos para salvar o mundo!

Thaís Turesso

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Patricia FQ Fevereiro 11, 2018

    Lendo o livro da Raffa Fustagno, O livro da Menina, ela menciona a leitura de A Vida sem Crachá e achei muito interessante.