05Janeiro2018

[Resenha] Aluga-se Um Noivo – Os Di Piazzi # 1 – Clara de Assis

Sinopse – Nada poderia ter afetado tanto Débora Albuquerque quanto ter de enfrentar seu ex-namorado como padrinho de casamento do irmão. Como se não bastasse, acompanhado por sua nova namorada, ninguém menos que Letícia, a quem Débora um dia chamou de amiga. A situação já parecia bastante ruim, quando Débora teve a brilhante ideia de não ir à festa sozinha. Para isso, contratou um garoto de programa, Théo, fingir ser seu namorado e juntos seriam o casal mais feliz do mundo.  Por sorte, ou não, a inseparável melhor amiga de Débora, Carol, resolveu dar uma ajudinha, e o que antes era uma loucura, tornou-se algo mais complicado que nunca: Théo foi de namorado a noivo num piscar de olhos.  Débora estava disposta a pagar quanto fosse para não aparecer sozinha na festa. Théo seria o namorado ideal: lindo, sofisticado, com sotaque italiano e extremamente sedutor.  O plano era perfeito… até Débora se apaixonar.

“Aluga-se um noivo” é o primeiro livro da série Os Di Piazzi, da autora Clara de Assis. A história é narrada em primeira pessoa pelos protagonistas e se passa no Rio de Janeiro. Débora é uma mulher que sofreu uma grande decepção amorosa quando foi traída pelo seu ex-João e Letícia, uma suposta amiga. Tudo isso não seria tão problemático se João não fosse um dos melhores amigos do irmão de Débora, o Júnior. E Júnior vai se casar…. E convidou João para o casamento.

Para Débora, ir ao casamento do irmão solteira e enfrentar o ex e os olhares de solidariedade é impossível. Então, sua melhor amiga Carol a incentiva a contratar alguém para se passar por seu namorado e ser o seu acompanhante no casamento. Apesar de não ser fã da ideia, Débora não vê alternativa e acaba se interessando por um anúncio específico.

A trama vai girar em torno da situação de Débora com o acompanhante contratado, o Téo. Desde o primeiro encontro com ele a protagonista fica encantada com a beleza de Téo. Quando Carol tenta dar uma ajudinha a amiga, acaba colocando Débora em uma situação ainda pior ao transformar Téo em noivo.

Débora é uma mulher com uma personalidade um pouco juvenil. Após uma breve primeira conversa com o Téo, se diz apaixonada por ele e depois fica questionando cada passo do acompanhante e suas verdadeiras intenções. Primeiramente, esse “amor miojo” é difícil de acreditar, ainda mais porque eles praticamente não conversaram nada. Assumir uma atração física, uma química sexual após uma única interação é aceitável, mas dizer-se apaixonada é um pouco exagerado. Débora é um pouco dramática demais, exacerba todas as situações como se fossem algo de extrema importância.

O desenvolvimento da trama por si só deixou a desejar. Algumas ações do ex namorado são abruptas e não tem as explicações delineadas, sem contar que são desnecessárias no contexto geral. Téo, apesar de ser um personagem fofo, também tem uma história fictícia demais. 

A Editora Charme realizou um trabalho excepcional. O livro é cheio de detalhes internos fofos que enriquecem o texto. A capa combina com o conteúdo e chama a atenção.

“Não foi nada fácil perceber que estava me envolvendo com o Théo. Para mim, era por sentimento; para ele, por dinheiro.” (p. 48)

ISBN-13: 9788568056455
ISBN-10: 8568056458
Ano: 2017
Páginas: 352
Idioma: português 
Editora: Charme
Skoob: clique aqui
Avaliação: 2/5

Carol Durães
Carol Durães

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *