28dezembro2017

[Resenha] Lady Whistledown contra-ataca

Com a participação especial da famosa cronista da sociedade criada por Julia Quinn, Lady Whistledown contra-ataca é formado pelas narrativas curtas de quatro escritoras consagradas, tendo como fio condutor o roubo de uma pulseira milionária. Seus contos são como pérolas que se unem e formam uma peça de valor inestimável. 

Quem roubou o bracelete de lady Neeley?

Terá sido o caça-dotes? O apostador? A criada? Ou o libertino? Londres está fervendo com as especulações, mas, se ainda restam muitas dúvidas, pelo menos uma coisa é certa: um desses quatro está envolvido no crime.

Crônicas da sociedade de lady Whistledown, maio de 1816

Julia Quinn encanta…

Um belo caçador de fortunas foi enfeitiçado pela debutante mais desejada da temporada. Agora ele precisa provar que o que deseja é o coração da jovem, não o dote dela.

Mia Ryan delicia…

Uma criada adorável e espirituosa está deslumbrada com as atenções românticas que tem recebido de um charmoso conde. Mas um relacionamento entre eles seria escandaloso e poderia arruinar a reputação dos dois.

Suzanne Enoch fascina…

Uma jovem inocente que passou a vida evitando escândalos de repente se vê secretamente cortejada pelo maior libertino de Londres.

Karen Hawkins seduz…

Um visconde que vaga sem destino volta para casa para reacender o fogo da paixão de seu casamento, mas descobre que sua linda e decidida esposa não será conquistada tão facilmente.

Onde comprar?

Amazon

Resenha

Quem é que não conhece a língua afiada e quase sempre coberta de razão de lady Whistledown? Os leitores da famosa Série Os Bridgertons (os livros estão resenhados neste blog) certamente se encantaram, se divertiram e amaram essa cronista.

Neste livro, a famosa cronista criada pela autora Julia Quinn, aparecerá novamente em um livro escrito por ela e mais três outras autoras consagradas: Mia Ryan, Suzanne Enoch e Karen Hawkins. Dividido em quatro capítulos. Quatro histórias que se entrelaçam entre sim sob a perspectiva do mistério do roubo do bracelete de Lady Neeley. Vamos conhecer as histórias?

O primeiro beijo – Julia Quinn

Peter Thompson foi o melhor amigo de Harry no exército, mas quando Harry morrera em batalha, ele prometera ao amigo que retornaria para casa e cuidaria de sua irmã, Tillie.

Mathilda (Tillie) queria ter recusado o convite para o jantar na casa de Lady Neeley, mas seus pais foram insistentes. Agora estava presa a um ambiente hostil e no qual não desejava estar. Então aparece Peter e conhecê-lo é como reler as cartas do falecido irmão.

Lady Whistledown não irá perdoar é claro, e nos próximos dias Peter será intitulado um caça dotes por estar na companhia de Tillie sempre que visto e vários outros personagens seriam apontados como suspeitos do roubo do bracelete de Lady Neeley, inclusive os que conheceremos nos próximos contos.

Este conto desenvolve-se lentamente, a conhecida escrita da autora, aumenta o nosso desejo de que a história se prolongasse e não acabasse tão repentinamente. Contudo, é um conto delicioso!

Ele a beijou embora nunca fosse ser o bastante.

Beijou-a ainda que nunca mais fosse tê-la.

A última tentação – Mia Ryan

Anthony, o Lorde Roxbury, parecia que não iria se casar de jeito nenhum. A contragosto do pai, seus prazeres se resumiam a se divertir com mulheres comprometidas e levar sua vida libertinamente.

Quando o pai empresta a Srta. Martin, organizadora dos famosos eventos que a Lady Neeley promove, para organizar uma festa suntuosa e convidar mães e filhas solteiras para que o filho possa conhecer alguma moça e escolher uma como esposa, Anthony fica intrigado com a inteligência e perspicácia da Srta. Martin, que tão logo tornaria a “Bella do Baile”.

Mas ele tinha que escolher uma esposa, certo? Infelizmente essa adorável moça de trinta anos que nunca tinha sido beijada, não era uma opção. Não para ele.

E Bella simplesmente fechou os olhos e desfrutou o momento. Ela sabia, do fundo do coração, que não teria muita dificuldade em desfrutar os próximos inúmeros momentos de sua vida.

Conciso e fluente, quando você percebe a história já terminou! Muito fluída! Não recordo de ter lido nada desta autora, já adicionei o nome na minha listinha e pretendo procurar outros livros dela para ler! Recomendo!

O Melhor dos dois Mundos – Suzanne Enoch

Neste conto, conheceremos a reviravolta que terá a pacata vida da família Birling, conhecidos por sua imaculada reputação. Charlotte Birling é uma jovem comum, tem sua vida recatada e agora, visto sua dificuldade em ser cortejada, seus pais firmaram um acordo com Lorde Herbert, que há um ano vem cortejando-a.

Xavier, o Lorde Matson, perdera o irmão há um ano, não desejava esse título, desde a inesperada morte do irmão ele tem se envolvido em libertinagem. Agora, de volta à Londres, está à procura de uma esposa. Por que ninguém lhe dera como opção Charlotte Birling? A jovem não era uma beldade, mas tinha graça e a inteligência era notável. Logo, Xavier saberia que os pais dela eram verdadeiros empecilhos na vida da pobre moça.

Charlotte nunca imaginou que iria sair na coluna Whistledown, sua vida tem se tornado muito interessante ultimamente, graças a um certo jovem de olhos claros e profundos.

Poderá o jovem libertino se prender a esta recatada donzela?

Um conto apaixonante! Outra autora que vai para a minha listinha “autores para se conhecer”. Meu casal favorito do livro!

— Eu amo você — sussurrou ela, dando um passo para se aproximar, o coração batendo tão forte que pensou que ele fosse explodir em seu peito.

Você consegue fazer isso, disse ela para si mesma. Ela precisava fazer. Por ele, por ela, pelos dois.

— Eu amo você — respondeu ele, inclinando um pouco a cabeça, sem dúvida tentando avaliar o que a amada tinha em mente.

O único para mim – Karen Hawkins

Max, o lorde de Easterly abandonou Sophia há doze anos. Quando recebeu a carta com o pedido de anulação da esposa ficou irritado. Mas, ela tinha esse direito, não tinha? Ele a deixara por várias questões…

Agora, mais madura e convicta de estar querendo muito mais que a solidão para si, a lady Easterly deseja a anulação por motivos óbvios, quem é que abandona a própria esposa sem maiores explicações? E ainda mais tendo em vista seu novo pretendente.

Será que o tempo pode apagar a mágoa? Apagará até mesmo o fervor de uma grande paixão?

A voz de Max surgiu às suas costas. Aquele som a transbordou, aqueceu-a dos pés à cabeça. Aja com naturalidade, disse a seus sentidos rebeldes. Aja como se não se importasse. Como se nunca tivesse se importado. Como se nunca fosse se importar. Estampando um sorriso absolutamente casual nos lábios virou-se para encará-lo.

Este conto é o mais extenso de todos. Acredito que esse casal tenha sido o que menos apreciei. Mas, Sophia conseguiu ao final da leitura decifrar o enigma de lady Neeley.

Indico a leitura para todos os fãs de romance histórico, por conter várias histórias que se entrelaçam entre si, é uma leitura bem fluída, quando menos se esperar já chegamos ao epílogo.

Recomendo!

Categorias:Outros, Resenhas
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *