07novembro2017

[Semana Especial] Tartarugas até lá embaixo – Os personagens

Bom dia, Viajantes! Hoje é o segundo dia da nossa Semana Especial Tartarugas até lá embaixo e vamos falar dos personagens desse livro maravilhoso. Vou falar um pouco sobre os três personagens que mais me impactaram durante a leitura: Aza, Daisy e Davis. 

Aza é uma personagem que sofre de ansiedade e transtorno obsessivo-compulsivo (TOC). Por conta disso e pelo fato de que a narrativa é em primeira pessoa através de sua perspectiva, observamos de perto seus pensamentos e medos. É difícil imaginar como alguém consegue viver constantemente aterrorizada com as menores coisas, detalhes que para a maioria da população passam desapercebidos ou que nem ao mesmo chegam a questionar. A complexidade de Aza é derivada do fato de que a jovem vive duas vidas ao mesmo tempo: a relacionada ao mundo, onde interage com os outros e realiza as tarefas do cotidiano e a briga interna com os seus próprios pensamentos, pensamentos que a deixam em vigilância constante, alerta e em uma espiral sem fim.

Daisy é a melhor amiga de Aza, tem um estilo moderno, descontraído e é a personagem que mais traz referências pop e cultura. É uma escritora de fanfic sobre um romance entre Chewbacca e Rey que está começando a decolar. Fica difícil de concluir ou supor alguns detalhes de sua vida por conta da narrativa de Aza, mas a impressão que tive é que é uma jovem que camufla suas verdadeiras emoções e coloca na escrita suas frustrações. Em alguns momentos, Daisy parece ter ressentimentos em relação as condições financeiras de Aza e frustração por não conseguir entender o que a amiga sente.

Davis é o personagem de poucas palavras, mas que quando se expressa, seus pensamentos causam impacto. Ele cresceu em uma mansão, financeiramente abastado, mas sem mãe e com um pai tão distante emocionalmente que tudo o que o rapaz sente é a falta de alguém que se preocupe genuinamente com ele e seu irmão mais novo, Noah. Crescer rodeado de tanto dinheiro o fez questionar cada pessoa que entrou em sua vida: será que eles gostam do dinheiro ou do verdadeiro Davis? Na verdade, será que ao menos eles conhecem o verdadeiro Davis? Escreve lindas poesias e seus desabafos são repletos de sentimento.

Carol Durães
Carol Durães

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Nicole Longhi novembro 9, 2017

    Estou gostando bastante de saber mais sobre os personagens do livro.
    Me identifiquei bastante com Aza, pois não deve ser fácil tentar lutar contra o cérebro e o corpo, queria ler para saber mais como ela se sai.
    Também gostei bastante de Davis, pois parece ser encantador e ao mesmo tempo bem sozinho.

  • RUDYNALVA CORREIA SOARES novembro 10, 2017

    Carol!
    O que acho mais interessante quando tem essas semanas de divulgação, é poder conhecer um pouco sobre cada personagem e a partir daí, ver qual seu lugar no enredo e suas inteirações na trama.
    Como tudo deve ser difícil para Aza.
    “É prova de inteligência saber ocultar a nossa inteligência.” (François La Rochefoucauld)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA novembro 3 livros, 3 ganhadores, participem!

  • Mariana Paiva novembro 12, 2017

    Adoro livros em primeira pessoa, sinto que estou mais perto. A Aza além de ter um nome diferente que eu nunca li em nenhum livro tem esse transtorno que eu só li em um outro livro. E pelo o que eu percebi são causas diferentes, o que deixa tudo interessante. Porque quando eu ler o livro sinto que vou sentir que já conheço um pouco do transtorno, mas ao mesmo tempo não conheço nada e ainda tenho bastante a aprender. Espero gostar da Daisy e quero ler as coisas que o Davis tem a dizer, parece que eu vou gostar bastante.

  • Pamela Liu novembro 14, 2017

    Oi Carol.
    Aza parece ser uma personagem bem interessante. Fica mais fácil (ou não rs) para o leitor tentar entender o que se passa com Aza já que a narrativa é em primeira pessoa. Acho que é um forma muito bom para se ter empatia com a personagem.
    Daisy parece ser uma personagem bem carismática, com suas próprias questões pessoais, mas que se preocupa com a sua amiga. Já gostei dela.
    Davis parece ser aquele personagem que, por ser de família rica, nunca teve certeza se as pessoas gostavam mesmo dele ou do dinheiro da sua família.
    Espero ler o livro em breve e conhecer mais sobre esses personagens.
    Bjs

  • Ana Carolina Venceslau dos Santos novembro 15, 2017

    Olá!
    Eu já amo os livros desse autor, ao ver esse lançamento queria compra de imediato porém não tive como, mas estou desejando ler.

  • Camila Rezende novembro 18, 2017

    Ola Carol,
    Gostei da sua descrição dos personagens.
    Acho que vou dar uma chance para esse autor e ler esse livro.