06outubro2017

[Resenha] As Cores do Amor – Camila Moreira

Sinopse – O que define uma pessoa? O dinheiro? O sobrenome? A cor da pele? Filho único de um barão da soja, Henrique Montolvani foi criado para assumir o lugar do pai e se tornar um dos homens mais poderosos da região. No entanto, o jovem se tornou um cafajeste aos olhos das mulheres, um cara egocêntrico segundo os amigos e um projeto que deu errado na concepção do pai. Quando o destino coloca Sílvia em seu caminho, uma jovem decidida e cheia de personalidade, Henrique reavaliará todas as suas escolhas. O amor que ele sente por Sílvia o fará enfrentar o pai e transformará sua vida de uma maneira que ele nunca pensou que fosse possível. Um sentimento capaz de provar que nada pode definir uma pessoa, a não ser o que ela traz no coração.

“As cores do amor” é um romance da autora Camila Moreira que tem como temática o preconceito racial. A trama é narrada em primeira pessoa pelos protagonistas Henrique e Sílvia, dois jovens que tem origens completamente diferentes e que acabam se encontrando e se apaixonando.

“- Amo porque me fez entender que as pessoas se perdem e que os erros são inevitáveis, mas a vontade e o amor sempre serão maiores.”

Henrique é filho de um dos homens mais ricos da cidade, mas que sempre foi menosprezado pelo próprio pai e controlado para se tornar o sucessor do coronel. O seu pai, Enzo Montolvani, é um homem implacável, rude e extremamente preconceituoso. Desde jovem Henrique teve seu caminho traçado pelo pai, que não admitia outra coisa a não ser que o filho cursasse administração para um dia herdar a fazenda e gerenciar tudo. Porém, esse nunca foi o sonho do Henrique.

A trama se desenrola a partir do casamento de Pietra e Lucas (protagonistas do livro 8 segundos). Sílvia é uma amiga da faculdade de Pietra e uma de suas madrinhas. Além disso, o sonho de Pietra é abrir um Centro de Reabilitação na fazenda girassol, envolvendo equoterapia e crianças com necessidades especiais e ela quer que Sílvia venha trabalhar no Centro.

Sílvia é uma jovem que não tem muitos recursos financeiros e que sempre batalhou para conquistar tudo o que tem. Inclusive teve que criar sua irmã caçula por conta própria. Apesar de todos os obstáculos, sua irmã Fabiana está cursando faculdade e a própria Sílvia está prestes a se formar. É uma jovem batalhadora e determinada, mas que ainda sente na pele o preconceito de algumas pessoas ignorantes.

“Quando eu era criança, ficava imaginando por que eu era diferente, mas hoje sei que sou normal, e diferente são aqueles que me tratam com desrespeito por causa da cor da minha pele. Eu sou assim: absorvo o que me faz bem e ignoro o que não me acrescenta.”

Henrique é um jovem que teve uma vida difícil mesmo sendo abastado. Para todos, sua família era perfeita e ninguém desconfiava que a fazenda de seu pai era uma verdadeira prisão para ele e sua mãe. Agora ele trabalha na oficina mecânica do pai, decidido a caminhar pelas próprias pernas e realizar seus sonhos. É um personagem ambíguo, pois mesmo demonstrando sua necessidade de independência, a sua força de vontade é dobrada com um estalar dos dedos do pai. Até mesmo algumas de suas atitudes são difíceis de aceitar e compreender. O coronel é uma enorme sombra em sua vida e o perturba diariamente para assumir seu lugar de direito, além de se relacionar com pessoas do seu nível e que venham a adicionar valor ao nome da família e aos bens materiais. 

Fica claro quais são os obstáculos que o casal terá que ultrapassar e quem será o maior responsável por eles. O tema é interessante e atual, além de ser um problema da nossa sociedade. Porém, fiquei esperando por algo mais no desenvolvimento da história, talvez um pouco mais de “fibra” por parte do Henrique. Claro que isso é uma questão de gosto pessoal e não está relacionado com a construção ou desenvolvimento do enredo. 

A obra é um romance adulto, existem várias cenas calientes, mas também traz o bom humor com os demais personagens que aparecem no livro, como a Pietra e o Lucas, que estão iniciando a vida de casados. Temos também o Carlito, o dono da oficina e um senhor muito gentil, a Raquel, dona do bar local; Jorge, um dos professores da Sílvia e a Mariana e o Pedro, personagens já conhecidos.

“Aprendi a duras penas que a realidade tem que ser vivida e não sonhada. E eu não tinha tempo para sonhar.”

ISBN-13: 9788584390823
ISBN-10: 8584390820
Ano: 2017
Páginas: 320
Idioma: português 
Editora: Paralela
Skoob: clique aqui
Avaliação: 3/5

Carol Durães
Carol Durães

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Camila Rezende outubro 7, 2017

    Olá Carol,
    Tenho curiosidade de ler o livro 8 segundos, mas ainda não tive a oportunidade.
    Gostei da sinopse do livro e tbm da sua resenha.
    Não gostei muito do jeito que vc descreveu como a autora trabalhou para escrever o personagem Henrique(que é o nome do meu irmão!!!), o fato de não se decidir sobre suas prioridades. Mas gostei de saber que a Silvia é uma personagem forte e determinada.
    Se eu conseguir ler 8 segundos com certeza vou dar uma chance pra esse tbm.

  • Hérica Lima outubro 8, 2017

    Ainda não li nada da Camila, mas confesso que quero muito ler qualquer coisa dela.
    Já muitas resenhas positivas desse livro e eu gostei por se tratar de um amor proibido, já que a personagens é negra.
    Já quero saber como que eles vão ficar juntos.

  • Marlene Conceição outubro 8, 2017

    Oi Carol.
    Eu tentei ler 9 segundos sa autora.
    E a escrita dela me incomodou bastante, não sei bem ao certo porque, mas não me agradou em tudo.
    Voltando ao que importa, achei essa premissa encantadora, principalmente pelo fato de que a autora aborda temas como Preconceito racial, o que para mim é interessante, outra coisa que também me chamou a atenção é o fato de que os personagens secundários é de grande importância para a trama.
    E apesar de ter gostado, não sei se leria.
    Bjs.

  • RUDYNALVA CORREIA SOARES outubro 9, 2017

    Carol!
    Nunca li nenhum livro da autora, mas já gostei de saber que é um livro hot, porque gosto demais do estilo.
    E saber que a autora cria novas expectativas dentro do livro que consegue manter o leitor ligado na leitura, não tem coisa melhor, né?
    Espero poder ler.
    Desejo uma ótima semana produtiva!
    “Saber quando se deve esperar é o grande segredo do sucesso.” (Xavier Maistre)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE OUTUBRO 3 livros, 3 ganhadores, participem

  • Karol Nascimento outubro 17, 2017

    Oiiiiii….
    Gente eu amo de paixão a Camila Moreira e já li 8 segundos…..estou bastante ansiosa para ler esse livro e como a cami vai tratar o racismo…..quero ver também onde vai dar a relação do mocinho com seu pai….enfim acho que será um livro apaixonante…adorei a resenha …..
    Bjs….