29outubro2017

29 de Outubro: Dia Nacional do Livro #Leiaseja

Como a maioria dos leitores sabem, comemora-se no dia 29 de Outubro o Dia Nacional do Livro. A data é uma homenagem à fundação da Biblioteca Nacional do Brasil em 1810. É também, considerada pela UNESCO, uma das dez maiores bibliotecas nacionais do mundo e também é a maior da America Latina. Fantástico não é mesmo?  Vocês poderão ler mais sobre essa data acessando o site do Brasil.gov.

A Campanha Leia. Seja promovida pela SNEL, é realizada para valorizar o livro e seu papel transformador na sociedade. Falei sobre ela aqui.

Para celebrar esta data tão especial e promover a leitura em nosso país, nós leitores, podemos contar quais obras marcaram nossas vidas, como também nossos personagens favoritos.

 

Emília

Até os meus sete, oito anos de idade eu já tinha conhecido todos os personagens e todas as histórias de Monteiro Lobato. Comecei a ler com quatro anos de idade, e esse contato com o livro na infância fez com que eu crescesse sempre envolvida entre histórias, sonhos e magia.

A boneca Emília é uma personagem que marcou muito a minha infância, quantas vezes na inocência, desejei ser a Narizinho só para ter uma Emília? Incontáveis vezes.

Emília é inteligente, mas muito mais esperta. Sagaz e perspicaz.

Seria divertido com certeza, mas na época nem imaginava nos problemas que a boneca me traria.

 

 

Turma da Mônica

 

Mauricio de Sousa não criou apenas histórias para crianças, ele criou personagens que tinha

 

m problemas reais, eram como qualquer outra criança e vivia conflitos também. Se conseguia pedir um presente para quem quer que fosse, eu pedia um gibi!

Os gibis da Mônica e da Magali eram meus prediletos! Recentemente tive a oportunidade de ler a biografia do autor e recomendo muito a leitura!

 

Coleção Vagalume

 

Os livros da Série Vaga-lume fizeram parte da infância de muitas pessoas! Acredito que tenha lido todos os livros até os dez anos de idade, infelizmente na época não possuía recursos para comprar os livros, mas meu pai comprava o máximo que podia para mim, os demais era emprestados da biblioteca da escola.

 

 

 

Agatha Christie

 

Não me recordo a idade que eu tinha, mas podem acreditar, nem estava na adolescência ainda. Tinha passado a época que lia livros infantis, engraçados ou de aventuras, meus favoritos eram de mistério e suspense. Preciso confessar também que, na maioria das vezes errava quem era o culpado! Pois é! Hoje já tenho mais habilidades e os autores não me enganam mais hahahaha

 

 

Pedro Bandeira

 

 

Tinha onze, doze anos. Lembro que tinha lido mais de três vezes cada livro. Pedro Bandeira era o “cara” com essa série. Os Karas traziam a perfeita combinação de romance, suspense e mistério em uma narrativa fantástica!

 

 

 

 

 

Eu deveria ter feito uma lista com todos os títulos que fosse lido por mim. Não saberia dizer quantos livros já li até hoje, só posso afirmar que foram muitos, mesmo!

Alguns personagens marcaram minha vida, trouxeram perspectivas novas, me fizeram rir, outros chorar e também se tornaram inesquecíveis. Sabe quando todos os alunos deve ler a literatura clássica? Eu já tinha lido antes mesmo da professora solicitar e quando era necessário a releitura, quanto prazer eu sentia! Iracema, Senhora, A viuvinha, Quinze minutos, A Moreninha, Dom Casmurro…

Atualmente leio muito menos do que gostaria porque preciso trabalhar, cuidar da casa, da família e meu tempo é dividido entre todas as necessidades cotidianas. A maioria dos jovens não sabe o quão maravilhoso é ter tempo e ler, ler e ler!

Comemore com a gente, poste nas redes sociais sua obra favorita e/ou seu personagem e use a hashtag #leiaseja. Vamos acompanhar as postagens e conhecer quais histórias e personagens marcaram a vida de vocês também!

Categorias:
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Hérica Lima outubro 29, 2017

    É íncrivel o que um livro pode nos proporcionar.
    Adorei o post. Li muitos gibis da Turma da Mônica. Amo de paixão e eu ainda tenho alguns deles que leio pára meu irmão.
    Beijos.

  • Marlene Conceição outubro 30, 2017

    Oi Thaís.
    Eu adorei o movimento do leia.seja.
    Eu adorava a boneca Emília na minha infância, e turma da mônica também, ainda não li nada da autora Agatha Christie, porém sempre tive curiosidade em conhecer sua escrita.
    Uma história que me marcou foi: Proibido da Tabitha Suzuma.
    Bjs.

  • Camila Rezende outubro 30, 2017

    Olá Thaís,
    Como leitora acho o máximo ter o dia nacional do livro.
    Eu cresci lendo os gibis da Turma da Mônica, meus pais compravam toda semana pra meu irmão e eu ler. (Lembro quando eles tinham o Almanacão, com muitas atividades e paginas para colorir). E até hj eu ainda leio gibis, mas não como antes.

  • RUDYNALVA CORREIA SOARES outubro 30, 2017

    Thaís!
    Maravilhosa a campanha do #Laiaseja, né?
    Adorei as suas escolhas.
    Li quase toda série do Vagaluma, era uma paixão na minha adolescência.
    Ando fazendo releitura dos livros da Agatha e amando.
    FELIZ DIA DO LIVRO!
    Desejo uma semana maravilhosa e florida!
    “Para saber uma verdade qualquer a meu respeito, é preciso que eu passe pelo outro.” (Jean-Paul Sartre)
    Cheirinhos
    Rudy

  • Iêda Cavalcante outubro 31, 2017

    Oie!
    Acho essa campanha incrível, é um meio não só de comemorar a data mas também de incentivar e lembrar as pessoas o prazer e o mundo mágico que a leitura nos propõe.
    Bjs!

  • Karol Nascimento novembro 1, 2017

    Oiiiii….
    ADOREI a iniciativa para o LEIA.SEJA e quanto mais aparecer projetos para incentivar a leitura será melhor…acho que quem não tem o hábito da leitura é pq não encontrou o livro certo…turma da Mônica e sítio de pica-pau amarelo também está na minha infancia….adorei o post….
    Bjs