08setembro2017

[Resenha] Pegando Fogo – Rosemary Beach # 13 – Abbi Glines

Sinopse – Nan Dillon, a bad girl de Rosemary Beach, é uma garota imatura e egoísta que não tem outra preocupação na vida a não ser manter o corpinho perfeito. Só que Nan está longe de ser feliz: nunca teve o amor dos pais, o irmão adorado não tem mais tempo para ela, e Grant, o único homem de quem gostou de verdade, resolveu trocá-la pela meia-irmã dela. Então, quando Major Colt a convida para sair, ela não pensa duas vezes. Apesar de saber que esse texano charmoso e de fala mansa não quer nada sério, ficar com ele é melhor do que estar com as colegas fúteis ou passar as noites sozinha vendo televisão. Mas logo Nan fica farta do comportamento descompromissado de Major e, depois que ele a deixa plantada em casa mais uma vez, decide ir a Las Vegas para um fim de semana sem regras e sem limites. Lá, conhece Gannon, um empresário sedutor e perigoso que sempre diz exatamente o que ela quer ouvir. Quando Major vai atrás dela implorar por uma segunda chance e Gannon mostra que não é tão perfeito quanto ela pensava, Nan tem que decidir a quem entregar seu coração. O que ela não percebe é que os dois têm uma estratégia de longo prazo para ela – e já estão várias jogadas à sua frente.

“Pegando Fogo” é o 13º e último livro da série Rosemary Beach e tem como protagonista a infame Nan Dillon. Nan é o estereótipo da pobre menina rica, a garota que sempre teve tudo, inclusive a devoção incondicional de seu irmão Rush, mas que destruiu todas as pontes com sua atitude mimada. A história é narrada em primeira pessoa e os capítulos alternam a perspectiva. Temos capítulos narrados por Nan, Major e Gannon.

Inicialmente vemos Nan em seu cotidiano, que não é tão glamouroso como imaginávamos. Para ela, uma noite normal é ficar no sofá comento guloseimas e assistindo televisão. Pela sua perspectiva, ela demonstra remorso por suas atitudes, mas também sente-se usada pelos homens, pois a maioria deles se aproxima dela por conta do seu dinheiro ou por conta da fama de seu pai.

Major é amigo do Capitão (protagonista do livro anterior) e segue a mesma linha de serviço. Sua primeira missão é aproximar-se de Nan para tentar conseguir informações sobre um ex seu. Só que Major no momento está curtindo demais as mulheres de Rosemary Beach para pensar em levar um relacionamento sério com Nan e Nan, por sua vez, está começando a se valorizar e não quer mais saber de caras fúteis que não estou procurando um compromisso com ela. Diante de tal situação, Major fica atônito, pois não conseguir manter-se próximo de Nan é uma falha de sua missão. Então Major tenta usar todo o seu charme para continuar em sua vida. Só que o chefe de Major acredita que Major não é o homem certo para conquistar essa mulher arredia e vai tomar em suas próprias mãos a missão de fazer Nan se apaixonar.

A história é muito bem construída e os protagonistas masculinos são bem intrigantes. O grande problema está na própria Nan. Para quem acompanha a série, sabe que a personalidade dessa personagem é muito adstringente e quando o assunto é homens, ela é educada e comportada, demonstrando uma vulnerabilidade não existente até o momento. Afinal, suas ações passadas foram muito irritantes e se torna difícil esquecer de toda a antipatia que ela causou até o momento para que ela consiga a sua redenção.

“Eu queria ser a Harlow de alguém. Ou a Blaire. Mas eu sempre seria a Nan. E ela não bastava. Nunca havia bastado, e definitivamente não ia mais tentar bastar.”

ISBN-13: 9788580417524
ISBN-10: 858041752X
Ano: 2017
Páginas: 224
Idioma: português 
Editora: Arqueiro
Skoob: clique aqui
Avaliação: 3/5

Carol Durães
Carol Durães

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • RUDYNALVA CORREIA SOARES setembro 14, 2017

    Carol!
    Ganhei esse livro e aguardo chegar, embora nunca tenha lido nenhum livro da série, nem da autora, mas pelo visto, esse último, foi bem escrito, com personagens masculinos intrigantes e tendo a protagonista como um problema…
    Será que dá para ler esse sem ter lido os outros?
    “Conhecimento sem transformação não é sabedoria.” (Paulo Coelho)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE SETEMBRO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

  • Giulianna Santicioli setembro 23, 2017

    Morro de vontade de ler os livros da Abbi Glines, mas são tantos que toda vez que vejo sinto um desânimo enorme, gosto muito da autora não focar a série em um personagem só, assim nos possibilita conhecer um pouco mais sobre cada um, enfim, um dia vou criar coragem e ler todos os livros dela.
    Beijos!