28junho2017

[Resenha] Amores e Desamores – Renata R. Corrêa

Sinopse

Nesta coletânea de 11 contos curtos, a autora narra de forma delicada, característica da sua escrita, histórias de amores que deram certo e de outros que não terminaram bem, dividindo com o leitor a angústia, o sofrimento e o medo de seus personagens, bem como seus sonhos e suas alegrias.

 

Compre na Amazon

 

Minha opinião

Autora do livro Contra todas as Probabilidades e As coisas não são bem assim, Renata R. Corrêa publicou recentemente na Amazon “Amores e Desamores”, e é sobre esta coletânea, que vou falar hoje.

Esta casa ficou pequena para o tamanho dos meus sonhos.
(Ponto-final)

Intercalando as histórias bem sucedidas e as outras nem tanto assim, a autora reúne em onze contos personagens instigantes. Alguns contos dariam boas histórias, quem sabe um romance?

Lá fora existe um mundo inteiro de possibilidades e é para onde eu vou!
(Ponto-final)

A narrativa é característica da autora, leve e concisa, sem delongas! Leitores mais exigentes poderão se incomodar com essa rapidez, como tudo flui brevemente. Entretanto, contos são assim e considero um dos gêneros que mais gosto de ler!

Mal sabia ela que ele chegaria sorrateiro, viraria seu mundo de ponta cabeça e lhe roubaria as noites de sono e o apetite. Consumiria seus momentos de paz e a faria questionar suas certezas. Aconteceu! E ela amou e desamou como qualquer mortal. Sofreu, mas também foi feliz como nunca havia ousado ser!
(Dona de si)

A diagramação do livro ficou linda, a capa é extremamente convidativa. Ainda tem mais! Após os contos, os leitores poderão apreciar uma degustação de Contra todas as Probabilidades.

Os contos poderiam ser mais longos, mas sei mais do que ninguém que a brevidade deles é que os torna intrigantes e uma leitura acessível, rápida e deliciosa.

Que tal se aventurar por estas histórias e descobrir mais destes personagens e suas jornadas rumo à descoberta do amor?

Estando com ele, ansiava para que o tempo passasse devagar, para que os momentos a dois se eternizassem, mas o relógio insistia em acelerar.
(Um certo alguém)

Categorias:Resenhas
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Renata R. Corrêa junho 29, 2017

    Obrigada, Thaís!

  • Felipe Lange junho 29, 2017

    Thaís, adorei a dica!
    A capa também é super linda!!
    Blog Entrelinhas