19junho2017

[Resenha] A Profecia das Sombras – As Provações de Apolo # 2 – Rick Riordan

Sinopse – Não basta ter perdido os poderes divinos e ter sido enviado para a terra na forma de um adolescente espinhento, rechonchudo e desajeitado. Não basta ter sido humilhado e ter virado servo de uma semideusa maltrapilha e desbocada. Nããão. Para voltar ao Olimpo, Apolo terá que passar por algumas provações. A primeira já foi: livrar o oráculo do Bosque de Dodona das garras de Nero, um dos membros do triunvirato do mal que planeja destruir todos os oráculos existentes para controlar o futuro.  Em sua mais nova missão, o ex-deus do Sol, da música, da poesia e da paquera precisa localizar e libertar o próximo oráculo da lista: uma caverna assustadora que pode ajudar Apolo a recuperar sua divindade — isso se não matá-lo ou deixá-lo completamente louco. Para piorar ainda mais a história, entra em cena um imperador romano fascinado por espetáculos cruéis e sanguinários, um vilão que até Nero teme e que Apolo conhece muito bem. Bem demais.  Nessa nova aventura eletrizante, hilária e recheada de péssimos haicais, o ex-imortal contará com a ajuda de Leo Valdez e de alguns aliados inesperados — alguns velhos conhecidos, outros nem tanto, mas todos com a mesma certeza: é impossível não amar Apolo.

A série As provações de Apolo tem como ponto de partida o banimento de Apolo do Olimpo pelas mãos de Zeus. O seu retorno só poderá acontecer caso ele se mostre digno para isso.

Então em cada livro da série, Apolo, acompanhado de um grupo inusitado, irá completar uma missão que o leve cada vez mais perto do Olimpo.

A perspectiva de Apolo mudou desde o primeiro livro. Como um ser imortal, ele não dava importância para certas coisas e emoções mundanas, mas ao se tornar mortal e desprovido de poderes, ele precisa contar com a generosidade alheia e começa a rever alguns conceitos que tinha há milênios. Mesmo amadurecendo substancialmente, o leitor ainda observa a personalidade arrogante de Apolo. Afinal, ele é um deus por milênios e um mortal por alguns dias. Mas, essa arrogância acaba dando um tom bem humorado a algumas passagens, sendo motivo de risadas durante a leitura.

“-Leo Valdez, em quatro mil anos ninguém nunca ousou me dar um chute no saco.” (p. 39)

Apolo, Leo Valdez e Calipso (namorada do Leo) vão para Nova York, mas antes mesmo de completar o seu destino eles se deparam com os blemmyaes, criaturas com olhos no peito. O problema é que Apolo não é mais Apolo já que os seus poderes foram revogados. Agora sua identidade é Lester Papadopoulos, um garotinho mortal.

Durante a fuga, o trio se depara com duas guerreiras que oferecem ajuda, mas que também necessitam de um favor de Apolo: resgatar a filha delas, a Georgina.

Como é possível imaginar, o trio envolve-se em uma nova grande aventura, colocando-se em risco e tentando completar mais uma missão. É impossível não se apaixonar pela história, pois Rick Riordan constrói de tal forma o enredo que o leitor não consegue largar o livro até chegar ao final do livro.

“Fui atrás dela, não porque tivesse medo de ir na frente, claro.” (p. 119)

ISBN-13: 9788551001714
ISBN-10: 855100171X
Ano: 2017
Páginas: 336
Idioma: português
Editora: Intrínseca
Skoob: clique aqui
Avaliação: 4/5

Carol Durães
Carol Durães

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *