01junho2017

[Resenha] A Árvore dos Anjos – Lucinda Riley

Sinopse – Trinta anos se passaram desde que Greta deixou de morar no solar Marchmont, uma bela e majestosa residência na região rural do País de Gales. A convite de seu velho amigo David, ela decide retornar ao lugar para comemorar o Natal. Porém, devido a um acidente de carro, Greta não tem mais lembranças da época em que vivia na propriedade, assim como de boa parte de seu passado. Durante uma caminhada pela paisagem invernal de Marchmont, ela encontra uma sepultura no bosque, e a inscrição na lápide coberta de neve se torna a fagulha que a ajudará a recuperar a memória. Contudo, relembrar o passado também significa reviver segredos dolorosos e muito bem guardados, como o motivo para Greta ter fugido do solar, quem ela era antes do acidente e o que aconteceu com sua filha, Cheska, uma jovem de beleza angelical… mas que esconde um lado sombrio. Da aclamada autora da série As Sete Irmãs, A Árvore dos Anjos é uma história tocante sobre amores e perdas, sobre como nossas escolhas de vida podem tanto definir quem somos como permitir um novo começo.

A trama é narrada em terceira pessoa e começa na véspera de natal do ano de 1985, no Solar Marchmont, em Monmouthshire no País de Gales. David está dirigindo e levando Greta para o Solar. Greta e David são velhos amigos, mas há mais de duas décadas, Greta sofreu um acidente que comprometeu sua memória.

Foram realizadas várias tentativas para recuperar a memória de Greta, mas nada deu certo. David convidou Greta inúmeras vezes para retornar à Marchmont, mas sua visita nunca foi possível. Agora, com Greta no Solar, ele vai contar algumas histórias na tentativa de ajudá-la.

Lucinda Riley tem o dom de mesclar presente com o passado e alternar dois momentos na história de forma extraordinária e em “A árvore dos anjos” isso não é diferente. Enquanto o presente se passa no ano de 1985, o passado se passa durante a Segunda Guerra Mundial, quando Greta era uma jovem com 18 anos.

Além do cenário mundial caótico, Greta é uma jovem negligenciada, que precisa sobreviver sozinha. Como resultado, ela acaba se tornando uma dançarina que expõe seu corpo para viver. Apesar de não ser um trabalho que ela se orgulhe, ele a sustenta, então ela mantêm em segredo o que faz. É nesse momento em que a amizade entre ela e David se inicia.

“Já de volta à pensão e deitada em sua cama humilde, com um cardigã por cima do pijama para afastar a friagem outonal do quarto sem aquecimento, Greta se deu conta de que Max era seu passaporte para a liberdade. E decidiu que faria o que fosse necessário para convencê-lo de que era a garota dos seus sonhos.” (p. 28)

O leitor acompanha Greta em sua jornada, que é repleta de dor e abandono. Vemos sua desilusão amorosa, as consequências de seu noivado falido e uma filha inesperada.

Com o passar do tempo e as situações difíceis, Greta vai mudando. De uma mulher alegre e amorosa, torna-se fria e distante, focando-se apenas na filha.

 O livro tem uma protagonista forte, que aprendeu através de duras lições a se tornar independente, mas que acabou perdendo um pouco de si mesma durante o percurso. A história de Greta é bonita, triste e apaixonante.

As emoções oscilam durante as páginas. Em um momento, assim como a Greta, ficamos eufóricos com a alegria, para logo em seguida, ficarmos devastados quando algo de cortar o coração acontece.

O enredo também conta com personagens secundários carismáticos e inesquecíveis, como o David, que mesmo após tantos anos, permaneceu um amigo leal e presente.

Honestamente, é impossível ler um livro da autora Lucinda Riley e não ter lágrimas nos olhos. A Editora Arqueiro realizou um trabalho excepcional nessa edição, tornando-a ainda mais especial.

“Levantou-se, pronta para enfrentar uma hora de ilusão que parecia muito mais real do que sua própria vida.” (p. 210)

ISBN-13: 9788580417111
ISBN-10: 8580417112
Ano: 2017
Páginas: 496
Idioma: português
Editora: Arqueiro
Skoob: clique aqui
Avaliação: 5/5

Thaís Turesso

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *