13junho2017

[Divulgação] Semana especial Para todos os garotos que já amei

Olá, Viajantes! Estamos no penúltimo dia da nossa Semana especial Para todos os garotos que já amei e vamos trazer para vocês leitores, a resenha do terceiro e último livro da trilogia!

Sinopse – Em Para todos os garotos que já amei, as cartas mais secretas de Lara Jean — aquelas em que se declara às suas paixonites platônicas para conseguir superá-las — foram enviadas aos destinatários sem explicação, e em P.S.: Ainda amo você Lara Jean descobriu os altos e baixos de estar em um relacionamento que não é de faz de conta.  Na surpreendente e emocionante conclusão da série, o último ano de Lara Jean no colégio não podia estar melhor: ela está apaixonadíssima pelo namorado, Peter; seu pai vai se casar em breve com a vizinha, a sra. Rothschild; e sua irmã mais velha, Margot, vai passar o verão em casa. Mas, por mais que esteja se divertindo muito — organizando o casamento do pai e fazendo planos para os passeios de turma e para o baile de formatura —, Lara Jean não pode ignorar as grandes decisões que precisa tomar, e a principal delas envolve a universidade na qual vai estudar. A menina viu Margot passar pelos mesmos questionamentos, e agora é ela quem precisa decidir se vai deixar sua família — e, quem sabe, o amor de sua vida — para trás. Quando o coração e a razão apontam para direções diferentes, qual deles se deve ouvir?

“Agora e para sempre, Lara Jean” é a conclusão da deliciosa trilogia escrita pela autora Jenny Han. A trama continua sendo narrada em primeira pessoa e mostra aos leitores a perspectiva de Lara Jean, uma jovem que está prestes a se formar e a ingressar na Universidade.

Após tantos altos e baixos em sua vida, apresentados nos livros anteriores, a protagonista está a caminho do seu “felizes para sempre”. Seu relacionamento com Peter está maravilhoso, sua família está em harmonia e Lara Jean espera ingressar na UVA, a Universidade de Virgínia, que fica perto de casa e que também irá contar com a presença do Peter.

“- Ser vulnerável, deixar pessoas se aproximarem, se magoar… tudo isso é parte de estar apaixonado.”

Mas a vida tem formas de fazer as pessoas questionarem seus futuros. Quando uma oportunidade única surge, Lara Jean precisará avaliar o que realmente gostaria para o seu futuro.

“É assim que acontece? Você se apaixona e nada mais parece assustador, e a vida é apenas uma grande possibilidade?”

A trilogia desde o seu início baseou o enredo no dia a dia de uma adolescente normal. Seus dramas, sua família, seus amores. É essa normalidade que faz com que o leitor se apaixone pela série. Lara Jean é jovem, inocente, sonhadora e romântica, mas vai amadurecendo conforme os acontecimentos surgem. Ela analisa seus sentimentos, se envolve em situações, confusões e tem seus dilemas pessoais para enfrentar.

Torna-se muito fácil para o leitor se identificar com Lara Jean. A escolha para o futuro, as hesitações, os questionamentos. São situações reais que qualquer adolescente pode se relacionar.

“É o tipo de lembrança de que mais gosto, mais uma sensação do que uma recordação propriamente dita. O eco de uma lembrança, com seus limites pouco nítidos, suave e sem nada muito especial, se misturando em um único momento.”

O núcleo familiar é bem desenvolvido. Fica claro que a perda da mãe teve um grande impacto, mas também existe amor o suficiente para que eles se unam e ajudem um ao outro.

“Agora, hoje, ele ainda é um garoto e eu o conheço melhor do que ninguém, mas e se não for sempre assim?”

ISBN-13: 9788551001981
ISBN-10: 8551001981
Ano: 2017
Páginas: 304
Idioma: português
Editora: Intrínseca
Skoob: clique aqui
Avaliação: 4/5

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *