24Maio2017

[Resenha] Mulheres perigosas – George R. R. Martin & Gardner Dozois

Sinopse – George R. R. Martin apresenta as mulheres mais perigosas dos livros de fantasia. No ano em que o filme Rogue One chega às telas com uma heroína que reina absoluta, forte e autônoma, você vai conhecer as mulheres mais perigosas da literatura de fantasia mundial. Editada por George R. R. Martin, esta antologia traz 21 histórias inéditas sobre magia, ciúme, ambição, traição e rebeldia para Joana D’Arc nenhuma botar defeito. Esqueça o estereótipo de mulheres vítimas e heróis másculos enfrentando sozinhos qualquer perigo. Aqui você irá encontrar mulheres guerreiras, intrépidas pilotas, destemidas astronautas, perversas assassinas, heroínas formidáveis, sedutoras incorrigíveis e muito mais.  Assinado por monstros da ficção científica e fantástica como Brandon Sanderson, (“Mistborn”), Megan Lindholm (“A Saga do Assassino”, sob o pseudônimo Robin Hobb), Melinda M. Snodgrass, Caroline Spector (“Wild Cards”) e novos nomes da literatura jovem como Megan Abbott (A febre) e Diana Gabaldon (“Outlander”), o volume conta ainda com uma novela do próprio Martin sobre A dança dos dragões, a guerra civil que assolou Westeros dois séculos antes dos acontecimentos de A guerra dos tronos. Mulheres perigosas é um livro simplesmente imperdível, daqueles que você não consegue parar de ler.  Prepare-se para todo o tipo de perigo e para perder o fôlego com essas mulheres mais que poderosas.

“Mulheres perigosas” é uma obra excepcional que entrou para minha lista de livros favoritos do ano de 2017. É um livro composto por 21 contos, escritos pelos mais diversos autores que abordam alguns universos já conhecidos dos leitores (como o Mar Despedaçado de Joe Abercrombie ou o universo do Games of thrones de George Martin) ou algumas histórias independentes. Independente disso, os contos possuem muita criatividade, enredos envolventes e é claro, mulheres perigosas que farão de tudo para conseguir o que desejam. Vou deixar a lista de contos abaixo e falar apenas de alguns deles (caso contrário a resenha ficará muito longa).

Os contos

1. Fora da lei, de Joe Abercrombie – A história se passa no meio do universo do mar despedaçado e tem como protagonista a Shy. Shy é uma fora da lei que agora precisa fugir também de seus antigos companheiros. Ela é ágil, inteligente, sagaz e mortal. Sua história é curtinha, mas muito interessante para aqueles que amaram a trilogia.

“Ela agora enxergava, enquanto voltava para a rua, sem a visão bloqueada pela esperança. Nada de vidro nas janelas, nem papel encerado. Nada de corda no poço, que desmoronava. Nenhum animal à vista – quer dizer, exceto por seu próprio cavalo morto, o que só servia para confirmar a ideia. Era o cadáver ressecado de uma cidade, morta havia muito.” (p. 15)

2. Ou meu coração está partido, de Megan Abbott
3. A canção de Nora, de Cecelia Holland
4. As mãos que não estão lá, de Melinda M. Snodgrass
5. Explosivas, de Jim Butcher
6. Raisa Stepanova, de Carrie Vaughn é um conto com uma protagonista totalmente incrível. Raisa é uma piloto de caça russo em plena segunda guerra mundial que se vê em meio a uma missão de bombardeio, quando percebe 16 junkers (aviões) mirando os acampamentos. Ela está envolvida em um universo totalmente masculinizado, mas consegue se sobressair por suas ações e é muito carismática.

“Se você está lendo isto, significa que eu morri. É bem provável que tenha morrido lutando a serviço da pátria gloriosa. Pelo menos é o que eu espero.” (p. 157)

7. Lutando com Jesus, de Joe R. Lansdale – Eu não me identifiquei muito com esse conto, pois não acho que ele teve como foco o tema proposto. É uma história sobre um senhor e um garotinho, do tipo mestre e gafanhoto.

8. Vizinhos, de Megan Lindholm – A história se passa em Tacoma e tem como protagonista Sarah Wilkins é  idosa viúva que está perdendo as pessoas queridas. Como já tem certa idade, seus filhos acreditam que ela deve ir para um asilo, um local onde ela terá cuidados e companhias constantes, mas Sarah não quer abrir mão de sua casa e as lembranças que nela habitam. Bom, acontece que os vizinhos de Sarah irão agitar sua pacata vida quando o Homem da Mochila entra na história…

9. Eu sei escolhê-las, de Lawrence Block
10. Sombras nas Florestas do Inferno, de Brandon Sanderson
11. Uma rainha no exílio, de Sharon Kay Penman
12. A garota no espelho, de Lev Grossman
13. Segundo arabesque, muito lentamente, de Nancy Kress
14. Cidade Lázaro, de Diana Rowland
15. Virgens, de Diana Gabaldon
16. O inferno não tem fúria, de Sherilynn Kenyon
17. Anunciando a pena, de S.M. Stirling
18. O nome da fera, de Samuel Sykes
19. Cuidadores, de Pat Cadigan
20. Mentiras que minha mãe me contou, de Caroline Spector
21. A princesa e a rainha, de George R.R. Martin – A Princesa e a Rainha mostra a guerra de duas facções da família Targaryen pelo Trono. A guerra, conhecida como A Dança dos Dragões, é um dos motivos da aparente extinção dos dragões. Como sou apaixonada por esse universo criado pelo autor, sou suspeita para dizer que esse foi um dos meus contos favoritos no livro. Como não amar personagens como a Rhaenyra, a Rhaenys, a Rainha Alicent e a Nettles? Além disso, os conflitos, as brigas, a violência. É simplesmente espetacular! 

Como era de se esperar também houveram alguns contos que não me agradaram muito, mas no geral, a escolha das histórias foi maravilhosa. Temos alienígenas, rainhas, pessoas comuns, assassinas, pilotos. É uma diversidade tão grande de universos que se torna impossível não terminar o livro com um sorriso no rosto.

O trabalho editorial da Leya também está impecável. A revisão, a diagramação e o layout estão muito bem feitos, o que é uma façanha em um livro tão grande. 

ISBN-13: 9788544104804
ISBN-10: 8544104800
Ano: 2017
Páginas: 736
Idioma: português
Editora: Leya
Skoob: clique aqui
Avaliação: 5/5

Carol Durães
Carol Durães

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *