03maio2017

[Resenha] Alien Surgido das sombras – Trilogia Alien # 1 – Tim Lebbon

Sinopse – Chris Hooper, quando criança, sonhava com monstros. Mais tarde, ele percebeu que monstros não moram apenas nos sonhos infantis. Trabalhando numa mineradora, no planeta LV178, Chris e sua equipe encontram no solo um ninho de Xenomorfos, mas o que Chris ainda não sabia é que essa viagem se tornaria o seu pior pesadelo. Com a participação de Ellen Ripley, essa nova aventura promete ser surpreendente e revelar uma história até então desconhecida. Resgatando todo o clima de terror e suspense que fez sucesso nos filmes, Alien: surgido das sombras é o primeiro livro da trilogia que promete trazer de volta monstros terríveis, naves espaciais, androides e uma das maiores heroínas que conquistou toda uma geração.

O livro é composto de 25 capítulos e dividido em partes. Narrado em terceira pessoa, a história fala sobre a tripulação da nave Marion, uma nave mineradora que tem como objetivo extrair trimonita, um metal que é o considerado o mais forte de todos. A nave está no planeta LV178 e começamos o enredo conhecendo a tripulação: Chris Hooper é o engenheiro-chefe, Lucy Jordan é a capitã, Lachance é o piloto e também há outros membros como  Garcia, Sneddon, Baxter,  e Kasyanov.

Enquanto estão trabalhando, os integrantes da Marion recebem uma mensagem de uma nave chamada Samson, que informa que está comprometida, e o seu capitão, um homem chamado Vic Jones conta uma história extraordinária. A tripulação fica receosa, mas tudo piora quando uma segunda nave se aproxima e encontra-se incomunicável, a: Delilah.

Conseguindo acessar as câmeras internas de Delilah, a tripulação de Marion vê algo tenebroso que saí de controle e prejudica Marion. Com a nave avariada, tudo o que a tripulação pode fazer é enviar um pedido de socorro e torcer para que seja atendido. Vários dias se passam quando uma terceira nave, a Nascissus se aproxima em piloto automático e aparentemente vazia. Bom, não totalmente….

“A Delilah, arruínada, se chocou contra a Marion. O impacto e a explosão lançaram todos no ao chão.” (p. 22)

Na Nascissus encontra-se uma pessoa que está em hibernação, uma mulher chamada Ellen Ripley. Para os fãs da franquia, Ripley é a personagem ícone, a heroína que passa por poucas e boas interpretada pela atriz Sigourney Weaver e que junto com Chris, Lucy e companhia precisam enfrentam os terríveis aliens para sobreviver. 

O livro tem muita ação, descrições tenebrosas e passa muita emoção para os leitores, pois nos sentimos dentro da Marion, lutando com unhas e dentes para conseguir sobreviver junto com a Ripley.
A editora Leya realizou um ótimo trabalho. Revisão, diagramação e layout estão de parabéns. Internamente temos páginas escuras com os aliens e a capa é perfeita pois combina bem com a história e ainda faz o leitor se recordar dos filmes. Ressaltando que essa trilogia é uma expansão do universo alien, com cenas inéditas e algumas explicações extras.
“Não havia outra explicação. Os aliens não tinham atacado. Em vez disso, estavam espreitando o grupo de sobreviventes, movendo-se pelas fissuras sombrias das rochas, deixando que notassem sua presença, mas sem se expor.” (p. 147)
ISBN-13: 9788544103951
ISBN-10: 8544103952
Ano: 2016 
Páginas: 288
Idioma: português 
Editora: LeYa
Skoob: clique aqui
Avaliação: 3/5
Carol Durães
Carol Durães

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Felipe junho 28, 2017

    o livro é dividido em 3 partes, a terceira se chama “nada de bom”