22maio2017

[Resenha] Alien – Mar de Angústia – Trilogia Alien # 2 – James A. Moore

Sinopse – A esperada – e ainda mais horripilante – continuação da trilogia Alien. Prepare-se para mergulhar ainda mais fundo no mundo tenebroso de Alien com o segundo e esperado volume da trilogia de horror que permanece como uma das mais populares entre os fãs de ficção científica. Resgatando o clima de suspense dos filmes, Alien – mar de angústia promete trazer de volta monstros terríveis, naves espaciais, androides e uma das maiores heroínas que conquistou toda uma geração: Ellen Ripley. Conheça Alan Decker, cujo trabalho é fazer com que os assentamentos em LV178 cumpram todas as regras, mantendo os colonos a salvo. Mas o planeta conhecido como New Galveston guarda segredos. A empresa que o explora também tem os seus, e Decker descobre que será forçado a integrar uma equipe de mercenários que deve investigar uma antiga escavação. Em algum lugar no buraco há muito esquecido, está o que a companhia mais quer no universo: um xenomorfo vivo. O que Decker não entende é porque eles precisam justamente dele, até que seu próprio passado retorna para assombrá-lo. Tempos atrás, seu pai combateu os Aliens, despertando uma vingança sangrenta que nunca chegou a ser concluída. Até que as criaturas juraram vingança contra o Destruidor.

“Mar de Angústia” é o segundo livro da trilogia alien e se passa centenas de anos após os acontecimentos de “Surgido das Sombras”. Narrado em terceira pessoa, esse livro giram ao redor de Alan Decker, um personagem complexo que será o protagonista e arquiinimigo das terríveis criaturas.
Decker é um homem honesto, que tenta realizar seu trabalho de forma justa e correta. Ele trabalha para a Comissão de Comércio Interestelar e tem como função observar se os procedimentos realizados por determinadas empresas estão sendo feito de acordo com os protocolos e mantendo seus funcionários em segurança. Seu atual trabalho se passa no planeta LV178 (que é o mesmo planeta do primeiro livro). Porém, ele agora é chamado de Nova Galveston. 
Decker está fazendo a sua inspeção quando percebe um determinado problema. Após investigar um pouco, ele se dá conta que esse problema foi causado por conta de negligência da empresa responsável, a Weyland-Yutani. Acontece que antes de entregar o seu relatório ele sofre um terrível acidente que o mudará para sempre…
“Decker gritou quando a plataforma caiu em cima dele, o peso afundando-o ainda mais na areia fofa. O medo também não poderia ser ignorado, pois a possibilidade de ser esmagado pelo maquinário era aterrorizante, mas o verdadeiro problema foi a dor inesperada. Algo sob o solo – tinha que ser os malditos tubos – espetou sua perna, e ele sentiu uma fisgada agonizante.” p. 21.
Por conta do acidente ele retorna à Terra e acaba entregando o bendito relatório. Mas a Weyland-Yutani não gosta das acusações e decide usar sua influência para prejudicar Decker, algo que não é inesperado, pois trata-se de uma grande corporação que visa unicamente lucros.
O que ninguém esperava é que Decker é sequestrado e levado de volta à Nova Galveston. Decker é levado por um grupo de mercenários e por uma representante da empresa, que tem um único objetivo: usar Decker para capturar um espécime vivo da criatura.
O motivo pelo qual Decker é “escolhido” é justificado de duas formas: pelo seu acidente e pelos seus antepassados. Dessa forma, a trama fica conectada ao primeiro livro não apenas por se passar no mesmo planeta, mas por algo mais. Não é difícil de imaginar que os planos não dão muito certo e que várias vidas serão perdidas no meio dessa cruzada. 
“Mar de angústia” tem uma prosa mais desenvolvida que o seu antecessor. Houve um maior cuidado para envolver os personagens e conectá-los com os leitores. A ambientação é perfeita para esse tipo de história. Um planeta inóspito, distante e escuro onde as criaturas podem se mover sem serem vistas.  Decker é um personagem interessante, com sua integridade e heroísmo. É difícil não ficar torcendo por ele durante a leitura.
Da mesma forma que o livro anterior, existem paginas escuras e detalhes que enriquecem ainda mais o livro. Alem disso, o trabalho da Leya em revisão, diagramação e layout estão muito bem feitos.
ISBN-13: 9788544104903
ISBN-10: 8544104908
Ano: 2016
Páginas: 320
Idioma: português
Editora: LeYa
Skoob: clique aqui
Avaliação: 4/5
Carol Durães
Carol Durães

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *