14abril2017

[Resenha] A Última Camélia – Sarah Jio

Sinopse:

Às vésperas da Segunda Guerra Mundial, o último espécime de uma camélia rara, a Middlebury Pink, esconde mentiras e segredos em uma afastada propriedade rural inglesa.
Flora, uma jovem americana, é contratada por um misterioso homem para se infiltrar na Mansão Livingston e conseguir a flor cobiçada. Sua busca é iluminada por um amor e ameaçada pela descoberta de uma série de crimes.
Mais de meio século depois, a paisagista Addison passa a morar na mansão, agora de propriedade da família do marido dela. A paixão por mistérios é alimentada por um jardim de encantadoras camélias e um velho livro
No entanto, as páginas desse livro insinuam atos obscuros, engenhosamente escondidos. Se o perigo com o qual uma vez Flora fora confrontada continua vivo, será que Addison vai compartilhar do mesmo destino?

 

Onde comprar?

Amazon | Submarino

Minha opinião

A Última Camélia é a história de um espécime de uma camélia rara, a Middlebury Pink. Alvo de cobiça de ladrões de flores e também das mulheres apaixonadas por botânica da alta sociedade, ela é uma camélia muito desejada por lady Anna, mãe de cinco filhos que morreu antes mesmo de ver a camélia florescer.

Entrelaçando o presente com a história de Addison e do passado com a história de Flora, somos levados à Mansão dos Livingston e seu jardim repleto de camélias.

Meu destino está em suas mãos.

– Significado da Camélia, de acordo com a linguagem vitoriana das flores.

 

Os pais de Rex compraram a Mansão dos Livingston no ano de 2000, uma mansão histórica no Interior da Inglaterra, então a paisagista Addison que é apaixonada por botânica, apesar de todo o seu passado cheio de segredos e dores, decide ir com o marido para lá, onde ele poderá escrever seu livro.

Contudo, Addison jamais imaginou que existiam tantos segredos naquela mansão, ao visitar cada aposento, novos segredos vão sendo revelados e o surgimento e descoberta de um livro da lady Anna com anotações sobre suas camélias e algumas localizações podem ser importantes pela busca da verdade.

Alternando o presente com a história de Addison e Rex; e o passado com a história de Flora e Desmond, a autora Sarah Jio cria uma trama rica em detalhes e em mistérios que faz com que os leitores sejam levados a diferentes perspectivas.

Poderia uma única camélia, rara e única, ser a motivadora por tantos desaparecimentos e segredos não revelados?

Quando alguém mora muito tempo numa casa, como eu, a pessoa passa a conhecer os hábitos dela. Pequenas peculiaridades que passam despercebidas. (p.152)

Nos anos de 1940, Flora vê seus pais estarem à beira da falência com a padaria e aceita a proposta de um vigarista para entrar na mansão Livingston como babá para procurar uma rara camélia. Com o passar dos dias, Flora acaba se envolvendo com as crianças e o vínculo vai se tornando cada dia mais forte, e claro, tem Desmond, por quem seu coração já bate mais forte.

Quando Flora recusa-se a seguir em frente e decide voltar para seus pais, seu destino é mudado para sempre.

Sessenta anos separam essas duas protagonistas, ficarão os segredos escondidos para sempre?

Sabe… eu já pensei muito sobre isso e acho que as pessoas são bastante parecidas com aquelas estrelas lá em cima. Algumas brilham fraquinhas por milhões de anos, mal podendo ser vistas por nós na Terra. Elas estão lá, mas você mal percebe. Elas se misturam como um ponto em uma tela. Mas outras brilham com tanta intensidade que iluminam o céu. É impossível não notá-las, não se maravilhar com elas. Estas são as que duram pouco. Elas não conseguem durar muito. Usam toda a sua energia rapidamente. Mamãe era uma dessas. (p.237)

A Última Camélia é um livro envolvente, misterioso e repleto de significados. O final é surpreendente e inesperado. Entretanto, apesar de ser considerado um romance, predomina o mistério e o suspense, a cada página que passava e quanto mais perto do epílogo me encontrava, percebi que teve pouco desenrolar do envolvimento do romance entre os personagens do livro, insignificantes, sendo a protagonista principal: a camélia rara.

A capa do livro é linda, retrata com maestria a mansão dos Livingston ao fundo da paisagem e a camélia Middlebury Pink. Em relação a diagramação, a editora fez um excelente trabalho. Uma fonte agradável para a leitura, cor de papel que facilita a leitura e as páginas ainda possuem uma pequena camélia que divide as cenas.

Recomendo a leitura!

 

 

 

Ficha Técnica

Autor(a): Sarah Jio
Gênero: Romance
Nro Páginas: 304
ISBN: 9788581638355

Categorias:Resenhas
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *