13Março2017

[Semana Especial Matéria Escura] Resenha

Sinopse

Você é feliz com a vida que tem?

Essas são as últimas palavras que Jason Dessen ouve antes de acordar num laboratório, preso a uma maca.  Raptado por um homem mascarado, Jason é levado para uma usina abandonada e deixado inconsciente. Quando acorda, um estranho sorri para ele, dizendo: “Bem-vindo de volta, amigo.”

Neste novo mundo, Jason leva outra vida. Sua esposa não é sua esposa, seu filho nunca nasceu e, em vez de professor numa universidade mediana, ele é um gênio da física quântica que conseguiu um feito inimaginável. Algo impossível. Será que é este seu mundo, e o outro é apenas um sonho? E, se esta não for a vida que ele sempre levou, como voltar para sua família e tudo que ele conhece por realidade?

Com ritmo veloz e muita ação, Matéria escura nos leva a um universo muito maior do que imaginamos, ao mesmo tempo em que comove ao colocar em primeiro plano o amor pela família. Marcante e intimista, seus múltiplos cenários compõem uma história que aborda questões profundamente humanas, como identidade, o peso das escolhas e até onde vamos para recuperar a vida com que sonhamos.

Onde comprar?

Amazon | Livraria Cultura

Minha opinião

Quando a editora Intrínseca anunciou o lançamento de Matéria Escura, fui cativada pela premissa do livro, de sinopse e capa intrigante, um thriller sci-fi era o que eu precisava ler. Uma leitura genial, profunda, cativante e sobre escolhas.

Jason abdicou de muitas coisas para ter a vida que tem atualmente, é professor de Física Quântica na Lakemont College e vive modestamente, porém feliz com sua esposa Daniela e seu filho adolescente Charlie.

Daniela também escolheu a vida que possuem hoje, ela podia ter sido uma artista famosa e Jason um cientista de renome, mas eles escolheram um ao outro e Charlie, tinham feito a melhor escolha, não tinham?

Em uma quinta-feira enquanto prepara o jantar, e sua esposa comenta sobre um prêmio artístico, ele lembra de Ryan e que ele estava comemorando ali perto sua recente descoberta e premiação na Ciência, Dani se propõe a continuar o jantar, ele deve sair para parabenizar o amigo da faculdade e retornar dali a 45 minutos para o jantar.

Então as coisas mudam de uma forma totalmente inesperada e nada mais é o que parecia ser.

 

Ela me acolheu quando eu estava perdido.

Quando o mundo parou de fazer sentido.

A narrativa começa a acelerar a partir de então, somos envolvidos por um enevoado de questões para as quais não temos as respostas e conforme as cenas vão se sucedendo você se vê totalmente absorvida pelo mundo criado pelo autor.

É absurdamente surreal ver uma filmagem do momento exato em que começou o pesadelo que agora é minha vida.

Meus primeiros segundos neste admirável e execrável mundo novo.

 

A interpretação dos Muitos Mundos postula que todas as realidades possíveis existem. Que tudo tem a possibilidade de acontecer está acontecendo. Tudo que poderia ter ocorrido em nosso passado ocorreu, só que em outro universo.

E se isso for verdade?

E se vivemos num espaço de probabilidades pentadimensional?

Ler “Matéria Escura” é vivenciar emoções extraordinárias, somos bombardeados por questões existenciais: “Sou feliz com a vida que tenho?”, “Teria sido mais feliz se tivesse…”, “E se…”.

Tão intenso quanto esta leitura extraordinária é a reflexão que fica implícita na leitura, no final, teremos tomado as decisões certas? Terão nossas escolhas influências ao nosso redor e de quem amamos?

Recomendo a leitura!

Thaís Turesso

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *