25fevereiro2017

[Resenha] A Viúva – Fiona Barton

Sinopse – Ao longo dos anos, Jean Taylor deixou de contar muitas coisas sobre o terrível crime que o marido era suspeito de ter cometido. Ela estava muito ocupada sendo a esposa perfeita, permanecendo ao lado do homem com quem casara enquanto convivia com os olhares acusadores e as ameaças anônimas. No entanto, após um acidente cheio de enigmas, o marido está morto, e Jean não precisa mais representar esse papel. Não há mais motivo para ficar calada. As pessoas querem ouvir o que ela tem a dizer, querem saber como era viver com aquele homem. E ela pode contar para eles que havia alguns segredos. Afinal, segredos são a matéria que contamina (ou preserva) todo casamento. Narrado das perspectivas de Jean Taylor, a viúva, do detetive Bob Sparkes, chefe da investigação, cuja carreira é posta em xeque pelo caso, e da repórter Kate Waters, a mais habilidosa dos jornalistas que estão atrás da verdade, o romance de Fiona Barton é um tributo aos profissionais que nunca deixam uma história, ou um caso, escapar, mesmo que ela já esteja encerrada.

“A viúva” é uma história impactante que traz personagens complexos e humanos. A narrativa acontece em primeira pessoa e os capítulos tem a perspectiva alternada pelos personagens: Jean Taylor (a viúva), Bob Sparkes (o detetive), Kate Waters (a repórter) e Dawn Elliott (a mãe).

A história se passa em dois tempos: 2010 (o presente) e 2006. Conforme a sinopse explica, Glen, o marido de Jean morreu em um acidente e agora todos esperam que “A Viúva” finalmente vá contar a verdade. Jean é uma mulher na casa dos quarenta anos que casou-se cedo com Glen. É uma mulher considerada “comum”, nem bonita, nem feia e que não chamava a atenção quando jovem. A dinâmica familiar fazia com que ela fosse constantemente deixada de lado, pois sua mãe necessita constantemente da atenção do marido, que prioriza a esposa. Então quando um jovem bem apessoado, que se veste bem, tem um bom emprego aparece e dedica sua atenção à Jean, ela fica encantada. Pouco tempo depois de namoro, os dois se casam. Ela só não imaginava o pesadelo que iria mergulhar.

Glen é um homem carismático que sempre tem desculpas para quando as coisas dão errado, não se responsabilizando pelos erros que comete, seja na vida profissional ou na vida pessoal. A dificuldade para manter um emprego ou para o casal ter um filho são alguns dos problemas que o casal passa. Enquanto isso, Jean tem a sua vida reduzida a arrumação doméstica e seu trabalho de cabeleireira em um pequeno salão. Sem muitos amigos, a vida dela se resume a casa e o marido. Até que no ano de 2006, uma garotinha de dois anos de idade chamada Bella Elliot é sequestrada do quintal de casa.

Uma investigação gigantesca é mobilizada. O detetive Bob Sparkes está na equipe principal e não consegue descansar até encontrar a pequena Bella. Dawn, a mãe da garotinha, jura que deixou a pequena no quintal por apenas dois minutos e nada suspeito chamou a sua atenção. A mídia fica polvorosa. Em todos os noticiários saem fotos de Bella, jornalistas acampam em frente à casa de Dawn e o público cobra uma resposta. Kate Waters é repórter do Daily Post e conhecida por seu carisma e a forma como os seus entrevistados contam todos os seus segredos. 

Conforme a investigação avança, pistas levam o detetive à Glen. Quando sua vida é esmiuçada, terríveis segredos vem à tona e tanto a imprensa quanto o público começam a atormentar Glen e Jean. Mas Jean acredita em seu marido. Ele é inocente. Certo?

“A viúva” é uma história densa, que mostra o pior lado do ser humano. Conforme a trama se desenvolve, o leitor se aprofunda no lado negro do comportamento de um indivíduo. O enredo é muito bem construído, os personagens são carismáticos e a trama flui perfeitamente, com reviravoltas, descobertas e um final fantástico.

Em relação à revisão, diagramação e layout a Intrínseca realizou um ótimo trabalho. As páginas tem bordas escuras que combinam não apenas com a capa como também com o clima sombrio do enredo.

 

ISBN-13: 9788551001028
ISBN-10: 8551001027
Ano: 2017
Páginas: 304
Idioma: português
Editora: Intrínseca
Skoob:  clique aqui
Avaliação: 4/5

Carol Durães
Carol Durães

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *