26janeiro2017

[Divulgação] Lançamentos de Janeiro/2017 da Editora Planeta

📚 Ficção


‘Princesa de papel’, de Erin Watt: O primeiro livro da série The Royals, a nova sensação new adult dos EUA.  Ella Harper é uma sobrevivente. Nunca conheceu o pai e passou a vida mudando de cidade em cidade com a mãe, uma mulher instável e problemática, acreditando que em algum momento as duas conseguiriam sair do sufoco. Mas agora a mãe morreu, e Ella está sozinha. É quando aparece Callum Royal, amigo do pai, que promete tirá-la da pobreza. A oferta parece tentadora: uma boa mesada, uma promessa de herança, uma nova vida na mansão dos Royal, onde passará a conviver com os cinco filhos de Callum. Ao chegar ao novo lar, Ella descobre que cada garoto Royal é mais atraente que o outro – e que todos a odeiam com todas as forças. Especialmente Reed, o mais sedutor, e também aquele capaz de baixar na escola o “decreto Royal” – basta uma palavra dele e a vida social da garota estará estilhaçada pelos próximos anos. Reed não a quer ali. Ele diz que ela não pertence ao mundo dos Royal. E ele pode estar certo.

 

– ‘Silêncio’, de Shusako Endo: O mais aclamado romance de Shusako Endo, adaptado para o cinema por Martin Scorcese. Com Andrew Garfield e Liam Neeson no elenco, trata da força da fé em tempos perigosos. Profundo observador dos dramas humanos, o escritor narra em Silêncio a saga de missionários portugueses no Japão do século XVII, um período em que os cristãos locais eram brutalmente oprimidos. Capturados e forçados a ver seus companheiros japoneses abrirem mão da vida pela fé, os jesuítas começam a testemunhar crueldades inimagináveis que testam suas próprias crenças. Shusaku Endo (1923-1996) é um dos mais celebrados e conhecidos escritores japoneses.

 


– ‘Capão Pecado’, de Ferréz: Nova edição com conteúdo inédito do clássico da literatura marginal. Capão pecado não é só um cartão-postal do fim do mundo, é um divisor de águas. Foi com esta narrativa original que, em 2000, Ferréz estreou na literatura, provocando o leitor ao revelar o cotidiano da periferia.
Exemplo de literatura oral, com escrita rápida, espontânea, crua e seca, o romance mostra o amor que nasce escondido e cresce proibido, colocando em xeque a amizade de dois rapazes que convivem com a violência do bairro do Capão Redondo, em São Paulo. O livro foi escrito para a periferia e tem aí o seu maior trunfo – foi a partir dela, onde circula até hoje de mão em mão, que chegou à classe média e a milhares de escolas.
Marco da literatura marginal, Capão pecado transformou Ferréz numa referência da luta por uma voz que sempre fala, mas nunca é ouvida. E agora pode ser lida. Esta nova edição inclui um novo texto de abertura, ampliando o poderoso alcance da sua narrativa.


– ‘O escravo’, de Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho: Novo livro da autora do best-seller ‘Violetas na janela’.


– ‘Um instante de felicidade’, de Federico Moccia: O novo livro do autor que redefiniu o romance de amor. O italiano Nicco enfrenta a passagem da adolescência para a vida adulta com muito mais sofrimento que seus amigos. Sua namorada terminou tudo com ele com um “sinto muito”, sem dar nenhuma explicação, e seu pai acabou de morrer. Como o “homem da casa”, ele precisa cuidar da mãe, que se entrega à tristeza pela morte do marido, e das duas irmãs que não conseguem se acertar com seus respectivos companheiros. Para dar conta de tudo, ele se divide entre dois empregos. Em meio a esse turbilhão de emoções e acontecimentos, Nicco conhece uma encantadora turista americana nas ruas de Roma e percebe que a vida é curta demais para ser desperdiçada com lamentos sobre o passado. Com a bela Ann, ele embarca numa aventura romântico-gastronômica pela Itália e redescobre seu norte com instantes de felicidade.

 

 


– ‘Como seduzir um bilionário’, de Portia da Costa: O novo sucesso da autora de ‘Bem profundo’. A best-seller britânica Portia da Costa ficou conhecida no Brasil pelo seu romance erótico Bem profundo e agora nos apresenta o livro Como seduzir um bilionário, dedicado às órfãs da série Cinquenta tons de cinza. Na trama, a jovem Jess Lockhart de 29 anos tem um trabalho burocrático numa seguradora. Sua vidinha morna só ganha tintas mais picantes quando ela sonha com o príncipe encantado que vai tirar sua virgindade. Ele se materializa na figura nada pomposa do herdeiro Ellis McKenna, um belo homem que prefere circular com um figurino despojado a se engessar num terno engomado. Mas Jess quer mais do que um homem que a inicie nas artes sexuais, ela quer um companheiro. Porém Ellis não está disponível para esse tipo de comprometimento. Jess, no entanto, não desistirá tão facilmente de seu objetivo.

📚 Não-ficção

 

– ‘Muito além do nosso eu’, de Miguel Nicolelis: Nicolelis explica como o cérebro cria o pensamento e os avanços da neurociência. Andar, escrever e se comunicar só através da força do pensamento. Aquilo que era encarado como ficção científica, no século XXI está se tornando uma realidade. Um dos principais exponentes do estudo e da realização dessa interface cérebro-máquina é o neurocientista brasileiro Miguel Nicolelis. Eleito por revistas como a Scientific American e a Foreign Policy como um dos mais importantes cientistas e pensadores do mundo, ele está conseguindo fazer com que paraplégicos voltem a andar e consigam chutar uma bola através da força do pensamento. A base de seu estudo está descrito no best-seller Muito além do nosso eu – A nova neurociência que une cérebro e máquinas, e como ela pode mudar nossas vidas. Considerado o melhor livro de ciências em 2008, quando foi originalmente publicado, ganha uma nova e atualizada edição. Nele, Nicolelis explica como o cérebro cria o pensamento e explica porque aposta que o culto ao corpo será substituído pelo culto ao cérebro. Recheado de gráficos e fotos, o livro aponta para os avanços nas pesquisas em neurociências que estão revolucionando o mundo. E que irão mudar para melhor o modo como vivemos. “Sentado na varanda de sua casa de praia, você um dia poderá conversar com uma multidão, fisicamente localizada em qualquer parte do planeta, por meio de uma nova versão da internet (a ‘brainet’),sem a necessidade de digitar ou pronunciar uma única palavra. Nenhuma contração muscular envolvida. Somente através do seu pensamento”, diz ele.

– ‘A história do século XX’, de Martin Gilbert: O livro de história definitivo para entender o nosso tempo. Ano a ano, Martin Gilbert narra os eventos mais importantes do mundo: desde o despontar da aviação até florescimento da era tecnológica; da Primeira Guerra Mundial à posse de Franklin Roosevelt como presidente dos Estados Unidos e Hitler como chanceler da Alemanha; das guerras na África do Sul, China, Etiópia, Espanha, Coreia, Vietnã e Bósnia ao Apartheid, a corrida armamentista, a aterrissagem na lua e a alvorada da era computacional. Gilbert vai da revolução húngara aos confrontos entre israelenses e palestinos; do colapso do comunismo no leste europeu à dissolução da União Soviética. Como sempre, Gilbert intermeia influências da arte, literatura, música e religião assim como ressalta desastres tanto naturais quanto provocados pelo homem para melhor compreensão dos fatos. O resultado foi descrito como “fascinante” por Henry Kissinger.

– ‘Civilização’, de Neil Ferguson: A narrativa definitiva da história do mundo moderno. Em 1411, se você desse uma volta ao redor do mundo, ficaria impressionado com as civilizações do Oriente. A China da dinastia Ming estava em pleno desenvolvimento. No Oriente Médio, os otomanos estavam se aproximando de Constantinopla, que seria tomada em 1453. Já a Europa Ocidental era composta de Estados miseráveis (como Inglaterra, França, Portugal), assolados pela peste, por péssimas condições sanitárias e por guerras intermináveis. Quanto à América do Norte, era uma selvageria anárquica em comparação com os reinos astecas, maias e incas nas Américas Central e do Sul. Quando você terminasse sua volta ao mundo, a noção de que o Ocidente dominaria o restante pareceria bem fantasiosa. No entanto, foi exatamente isso o que aconteceu. O que fez que a civilização europeia sobrepujasse os impérios do Oriente? Segundo o historiador Niall Ferguson, tudo se deve a seis incríveis “aplicativos” que o Ocidente desenvolveu e que ninguém mais tinha: a competição, a ciência, o direito de propriedade, a medicina, o consumo e a ética do trabalho, e cada um desses “aplicativos” são abordados nesta obra. Por fim, o autor se pergunta se o Ocidente continua tendo condições de dominar o mundo hoje da mesma forma que sempre fez – ou se, na verdade, estaria indo rumo à decadência e à queda. Em Civilização, Niall Ferguson nos traz a narrativa definitiva da história do mundo moderno.


– ‘Império’, de Neil Ferguson: A história do império britânico em todo seu esplendor. Era uma vez um Império que governava aproximadamente um quarto da população mundial, cobria quase a mesma proporção da superfície terrestre do planeta e dominava praticamente todos os oceanos. O Império Britânico foi um dos maiores impérios de todos os tempos. Como um arquipélago de ilhas chuvosas a noroeste da costa da Europa veio a governar o mundo é uma das questões fundamentais não só da história britânica, mas da história mundial. O aclamado escritor Niall Ferguson, desdobra brilhantemente a história deste império em todo seu esplendor, mostrando como um grupo de piratas e garimpeiros plantou a semente deste gigantesco império – colocando o mundo no caminho da modernidade.

 

 


– ‘Sua melhor versão’, de Flavia Melissa: Descubra sua melhor versão e desperte-se para uma nova consciência. “Enquanto buscarmos a cura do lado de fora, seremos malsucedidos. É aprendendo a olhar para dentro que conseguimos tratar das feridas que dão origem à ideia de que algo nos faz falta.” Este é o ponto de partida de Sua melhor versão – O despertar de uma nova consciência, primeiro livro da psicóloga e educadora emocional Flavia Melissa. Ao compartilhar suas histórias, ela expõe suas feridas, nos fazendo refletir sobre o significado da vida e como podemos viver de forma plena e feliz. Das dores de um lar destruído, codependência emocional, transtornos alimentares, vazio existencial e uso de drogas, Flavia Melissa traz um olhar sobre si ao mesmo tempo em que fala sobre cada um de nós. “Para onde quer que a gente vá, a gente sempre se leva junto. E saber que temos todos os recursos para construir a realidade que desejamos faz toda a diferença.” Descubra sua melhor versão e desperte-se para uma nova consciência!

– ‘O mapa do sucesso’, de Carol Vaz: Saiba como usar a astrologia a seu favor e transforme sua vida. Como ter sucesso profissional e pessoal? Como entrar num ciclo de prosperidade contínua? É possível fazer a vida financeira decolar? Preocupações financeiras, boletos vencidos e contas a pagar travam a sua energia fazendo com que você entre num ciclo de insucesso e insatisfação. Para Carol Vaz, astróloga-sensação no YouTube, só é possível ser feliz se você entra em um ciclo de prosperidade, estabilidade financeira e sucesso profissional; e o primeiro passo é não se preocupar mais com o dinheiro. Eliminando seus problemas com o dinheiro, você se sentirá mais tranquilo para tomar decisões assertivas em todas as áreas da sua vida, gerando consequentemente harmonia e bem-estar. Em O mapa do sucesso, aprenda a evoluir suas capacidades, potencializar suas forças e ir cada vez mais longe alinhando sua mente com seus objetivos. Saiba como utilizar a Astrologia a seu favor e transforme sua vida!

– ‘Esperança Diária’, de Billy Graham: Encontre palavras de sabedoria e inspiração para viver cheio de esperança. Em todas as manhãs, encontre palavras de sabedoria e inspiração para viver cheio de esperança. “Esperança diária” reflete um olhar atualizado e preserva a clara mensagem intransigente do Evangelho, que tem sido a marca do ministério de Billy Graham. A partir de rápidas meditações diárias, ele aborda assuntos que afetam a todos: o amor pelo próximo, a solidão, a alegria, a depressão, a culpa e a vida vitoriosa. Este clássico ainda inclui uma passagem da Bíblia e oração para acompanhar cada devoção diária. Graças ao grande amor do Senhor é que não somos consumidos, pois as suas misericórdias são inesgotáveis. Renovam-se cada manhã; grande é a tua fidelidade! Digo a mim mesmo: a minha porção é o Senhor; portanto, nele porei a minha esperança.

 

 

 

– ‘Por que os homens me procuram?’, de Lola Benvenutti: Lola será capaz de mudar o seu olhar sobre sexo e sexualidade. Trabalhar como garota de programa, atender milhares de clientes e criar um blog com mais de 1 milhão de acessos deu a Lola Benvenutti uma vasta experiência. Quando o assunto é sexo, poder feminino, elegância e sedução, ela sempre terá algo a acrescentar. Em ‘Por que o seu marido me procura?’ aprenda com uma profissional a apimentar e melhorar sua relação. Sempre muito bem resolvida, a autora, mesmo tendo formação acadêmica, decidiu continuar trabalhando como prostituta. Segundo ela, essa é a sua vocação. Em seu famoso blog, recebe diariamente mensagens de mulheres que não sabem o que fazer para melhorar seus relacionamentos, suas experiências amorosas e sexuais. Milhares de e-mails perguntando o que fazer para dar prazer ao homem, como conquistar o próprio prazer, como se livrar dos medos de fazer sexo etc. Os homens, por sua vez, queriam saber como lidar com mulheres que não têm disposição para o sexo, como dar prazer e como entender o corpo e as reações femininas. A partir desse aconselhamento, surgiu a ideia de reunir as maiores dúvidas e os assuntos mais procurados em um livro. Valendo-se de sua experiência, de histórias vivenciadas por ela, de técnicas e muita conversa, Lola Benvenutti será capaz de mudar o seu olhar sobre sexo e sobre sexualidade. Muito além de um guia de técnicas sexuais, ‘Por que os homens me procuram?’ irá despertar em você a feminilidade e a confiança necessárias para uma libertação sexual, para ter segurança, ser mais sensual, confiante e feliz.

Carol Durães
Carol Durães

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *