17dezembro2016

[Resenha] O garoto do cachecol vermelho – Ana Beatriz Brandão

Sinopse – Uma história comovente, recheada de drama, suspense e romance. Melissa é uma garota linda, rica e mimada, que sempre consegue o que quer e tem todos na palma da mão. Ela acredita que a carreira de bailarina é a única coisa que realmente importa, porém suas certezas são abaladas quando faz uma aposta com um garoto misterioso, que parece ter como objetivo virar sua vida de cabeça para baixo. De repente, Melissa se vê dividida entre dois caminhos: realizar seu maior sonho, pelo qual batalhou a vida inteira, ou viver um grande amor. Mas, não importa aonde ela vá, todas as direções apontam para o garoto do cachecol vermelho… Com esta história intensa e apaixonante, Ana Beatriz Brandão vai emocionar e surpreender o leitor, provando que é uma jovem autora que tem muito a dizer.

A trama é narrada em primeira pessoa por Melissa, a protagonista da história. Uma jovem mimada ao extremo e que desde cedo, é insuportável.

“Cresci sendo idolatrada. No sexto ano tinha uma menina muito tímida e gordinha, e alguma coisa nela me irritava profundamente. Acho que era o seu jeitinho meigo de falar com as pessoas, tratando todo mundo como se fossem pessoas especiais. Lembro que eu tinha tanta raiva da coitada que avisei meus amigos que, se eles brincassem com ela, eu nunca mais falaria com ninguém. Não demorou muito para que a menina ficasse totalmente isolada. Eu a vi algumas vezes sentada em um canto, chorando, sem ninguém por perto, e aquilo me deu uma satisfação enorme”. (p. 44)

A vida da Melissa gira em torno de baladas, bebidas e sua faculdade de balé. Seu grande sonho é ingressar na prestigiosa Julliard. Em paralelo, temos Daniel, um jovem que é o total oposto de Melissa. Ele é generoso, altruísta, sempre coloca os outros em primeiro lugar.

O caminho dos dois se cruza na noite de Ano Novo, quando Melissa com sua atitude arrogante, começa a discutir com Daniel, por não concordar com o grafite que ele estava fazendo. 

“Alguma coisa naquele garoto me intrigava, me desafiava a desvendar seus mistérios. A descobrir quem ele era e o que queria comigo.”

Os dois entram em um acordo e Melissa precisa acompanhar Daniel por alguns dias, conhecer as pessoas com quem ele tem contato. Daniel vê potencial em Melissa e acredita que com um pouco de dedicação e atenção, ela pode se tornar uma boa pessoa.

“[…] você é a pessoa mais estressada, preconceituosa, egoísta, materialista e antipática que eu já conheci… E mesmo assim eu gosto de você. Gosto do tipo: ei, ela merece uma chance de se redimir, não é? Posso tentar ajudar! ” (p. 70)

O enredo é um romance leve e divertido e Daniel é sem dúvida, o tipo de personagem que faz o leitor suspirar por sua imensa bondade e atitudes. Melissa por sua vez não desperta empatia. Mesmo assim, é interessante ver como personagens com personalidades tão opostas são capazes de criar uma história tão bonita!

A autora discute inúmeros temas na obra, como preconceito, a ausência dos pais, alcoolismo, mudança de vida e muito mais. Uma obra delicada e repleta de amor.

“Daniel tinha esse poder sobre as pessoas. Ele era como um farol no meio da noite escura, um ponto de luz que você tem que seguir se quiser sobreviver. Eu tinha que admitir: estava começando a me sentir atraída por esse farol.”

 

ISBN-13: 9788576865353
ISBN-10: 8576865351
Ano: 2016
Páginas: 294
Idioma: português
Editora: Verus
Skoob: clique aqui
Avaliação: 4/5

Carol Durães
Carol Durães

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *