13dezembro2016

[Resenha] 30 dias para mudar – Whole30

 

 

Sinopse: A partir de um plano de apenas cinco passos, você vai eliminar todos os alimentos que possam estar lhe fazendo mal – como grãos, açúcares, laticínios e leguminosas –, ver como se sente e depois reintroduzir os grupos alimentares pouco a pouco, escolhendo com consciência o que quer ou não manter de acordo com os seus sintomas. Com esse conhecimento, você será capaz de erradicar hábitos pouco saudáveis, reduzir compulsões alimentares e a gula relacionada ao estresse, melhorar a digestão e fortalecer o sistema imunológico. E fará tudo isso sem passar fome, sem contar calorias e sem precisar se pesar. Para ajudar no processo, os autores relatam histórias reais de pessoas que aderiram ao programa e tiveram sucesso, abordam as principais dificuldades enfrentadas pelos participantes, sugerem uma lista de compras apenas com os itens permitidos e ensinam como agir quando você come fora de casa e como adaptar o programa para crianças, gestantes e vegetarianos. O livro ainda apresenta um cardápio completo para uma semana e um superbônus: mais de 100 receitas práticas e deliciosas com comida de verdade, desenvolvidas para saciar o apetite e estimular o paladar. Elas vão desde as preparações mais básicas, como molhos e acompanhamentos, passando por refeições práticas feitas em apenas uma panela, até chegar a drinques e menus completos para ocasiões especiais, como festas de fim de ano.

 

Onde comprar?

Amazon | Saraiva

Minha opinião

Assim que vi o lançamento no Brasil do livro “30 dias para mudar – Whole30”, decidi que o leria tão logo possível, afinal, um programa que é famoso e cheio de adeptos desperta em nós muita curiosidade, não é mesmo?

O livro traz um desafio, dê 30 (trinta) dias ao seu metabolismo para se recuperar de todas as gorduras/guloseimas/leguminosas/açúcares e então, sentirá em 30 dias, a mudança repentina na sua vida! Mais disposição, mais saúde e inclusive, vários problemas de saúde resolvidos com essa simples mudança de hábito.

O programa é bem rigoroso e tem várias regras, os autores frisam o tempo todo que é importante esquecer a ideia do peso, o benefício maior será a conquista da saúde e como recompensa, o peso virá a cair posteriormente e assim, não deve ser a meta principal que é a qualidade de vida.

Eu fiquei com receio, mas ia tentar! Fui fundo na leitura do livro!

Leguminosas? Não. Batatas? Nem pensar! Açúcar e adoçantes? Banidos da dieta! Como assim pessoal? Pois é! Achei um absurdo também, mas os autores são convincentes, e quase que caí na deles, até que tomei café puro! Argh!

Eu estava bem tentada a começar o desafio, que mal haveria em tentar não é mesmo? Mas, achei muito rigoroso, não consegui passar no teste do café e acredito que devo me fortalecer se quiser encarar uma coisa absurda ousada dessas!

Excetuando-se esse ponto negativo, tira feijão, tira açúcar e tira quase tudo, meu Deus! O livro é lindo! Que diagramação maravilhosa, em alta definição! Muitas receitas, muitas mesmo! Achei algumas práticas, outras nem sei onde encontraria os ingredientes se querem saber, mas a leitura foi muito válida para mim, decidi que esse tipo de desafio são para poucos e que, eu não estou qualificada para o grupo, por enquanto, obviamente!

Preciso e quero emagrecer =)

Categorias:Resenhas
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ana Paula junho 7, 2017

    Olá, boa tarde!
    Pode comer batata sim e o programa é mais facil do que parece! Já estou no dia 20 e tudo sob controle 🙂