03novembro2016

[Resenha] Rock Star -Trilogia Rock Star # 1,5 – S.C. Stephens

rock-star-trilogia-rock-star-15-s-c-stephens-viaje-na-leitura

 

Sinopse – Ele é intenso, complicado e perigoso. Ele é demais! O único lugar onde Kellan Kyle sempre se sentiu em casa foi no centro de um palco. Tocando guitarra num bar escuro, ele consegue esquecer o passado doloroso. Nos últimos tempos a sua vida se resume em três coisas: música, seus companheiros de banda e intensos encontros sexuais. Até que uma mulher muda tudo… Kiera é o tipo de garota que Kellan jamais deveria desejar — ela é inteligente, doce, e também a namorada do seu melhor amigo. Convencido de que nunca conseguirá merecer o amor dela, ele esconde a sua crescente atração… até que o coração atormentado de Kiera oferece a Kellan algumas pistas de que os sentimentos dele podem ser correspondidos. Agora, não importam as consequências, Kellan tem uma certeza: não vai deixar Kiera escapar sem lutar por ela. Em Intenso Demais, Kiera contou sua história. Agora é a sua vez ouvir a versão pela boca do “rock star” sexy que cativou fãs do mundo inteiro.

“Rock Star” é narrado em primeira pessoa por Kellan Kyle, é o POV (ponto de vista) da história contada em “Intenso Demais”. A trama gira em torno de um triângulo amoroso entre Kellan, Kiera e Denny. Kiera e Denny são namorados e quando Denny recebe uma proposta de emprego em outra cidade, Kiera o segue. Porém, o relacionamento começa a ficar estremecido e é em uma dessas “crises” que Kiera e Kellan tem uma noite juntos. A partir daí, a história gira em torno das dúvidas da mocinha quanto a quem escolher.

“Ela sempre tinha sido dele. Ela estava chateada ontem à noite por causa dele. Ela se deixou ficar bêbada por causa dele. Tinha transado comigo para esquecê-lo. Tudo aquilo tinha a ver com Denny. Eu não significava nada para ela. Absolutamente nada. Kiera tinha me usado, assim como todas as outras piranhas tinham me usado”. (p. 132)

Apesar de não se ter novidades no enredo em si, temos uma visão completamente diferente de Kellan em “Rock Star”, pois conseguimos observar sua vulnerabilidade e sua necessidade de ser amado; sua vontade de que enxerguem Kellan, a pessoa, e não a persona que ele é no palco. Em termos de narrativa, a versão de Kellan também é muito mais empolgante do que a Keira, já que ele expressa seus sentimentos de forma mais visceral e genuína. Tal narrativa faz com que os leitores fiquem ainda mais apaixonados por esse personagem carismático, arrancando suspiros durante a leitura.

A escrita de S. C. Stephens é maravilhosa: fluida, concisa e com a capacidade de transmitir as emoções, fazendo com que elas transbordem das páginas. “Rock Star” é uma leitura obrigatória para os fãs da trilogia, mas também pode ser lido tranquilamente por aqueles que ainda não tiveram contato com a história de Denny, Kiera e Kellan.

Uma das características marcantes da Editora Valentina é o seu cuidado com o trabalho editorial e tal característica se mantêm em “Rock Star”. A editora escolheu folhas brancas, uma fonte de ótimo tamanho, uma diagramação simples mas muito bem-feita e uma revisão impecável. E o que falar da capa? M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-A!

“Suas palavras eram simples, mas funcionaram. Um pequeno Band-Aid de amor foi colocado sobre a ferida aberta em mim. Ele não curou completamente o vazio, mas pelo menos estancou a hemorragia”. (p. 208)

ISBN-13: 9788558890212
ISBN-10: 8558890218
Ano: 2016
Páginas: 512
Idioma: português
Editora: Valentina
Skoob: clique aqui
Avaliação: 4/5

Carol Durães
Carol Durães

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *