01novembro2016

[Resenha] Quantum Break – Estado Zero – Cam Rodgers

quantum-break-estado-zero-cam-rodgers-viaje-na-leitura

Sinopse – Jack Joyce passou seis anos tentando escapar. Escapar da vida, do tempo, da loucura de seu irmão, Will. Mas quando ele finalmente volta para casa, descobre que seu irmão não era louco como ele imaginava. Will criou uma máquina do tempo, com o potencial de salvar a humanidade. Guerras? Agora podem ser previstas. Desastres naturais? Podem ser evitados. Só há um pequeno problema… sua máquina também vai causar o final do tempo, tal como o conhecemos. Agora Jack te apenas uma chance de voltar ao passado, de consertar o que está errado e de salvar o mundo. ‘Quantum Break: estado zero’ é o romance oficial do game de mesmo nome, dos mesmos criadores de Max Payne e Alan Wake, conhecidos por transformar suas produções em verdadeiros filmes de ação, com atores conhecidos e efeitos especiais de última geração.

“Quantum Break” é narrado em terceira pessoa e tem como protagonista Jack Joyce. Segundo a sinopse, Jack passa seis anos afastado de sua vida e no livro temos a explicação do seu afastamento de Riverport. Após esses seis anos, Jack regressa para casa e visita seu amigo Paul Serene na Faculdade. Paul e Will Joyce, irmão de Jack, estão fazendo experiência com uma máquina para viagens no tempo, chamada de Passarela.

“O ombro de Paul se moveu, e ele deu um soco no rosto de Jack. Os sentidos de Jack contestaram. Nada fazia sentido. Em seguida, tudo virou escuridão”. (p. 92)

Viajar no tempo é sinônimo de problema e as coisas começam a dar errado para o protagonista. O tipo de errado “catastrófico” que envolve na destruição do mundo. Uma máquina tão poderosa quanto a Passarela acaba atraindo a atenção de pessoas inescrupulosas que irão fazer de tudo para ter esse grande poder em mãos. Então Jack e Will vão ter que correr contra o tempo para salvar o mundo ao mesmo tempo em que enfrentam poderosos inimigos.

A trama tem muita ação mesclada com ficção científica e a caracterização de Jack é muito bem delineada. O texto prende a atenção do leitor do início ao fim do livro, e é impossível adivinhar o que o protagonista irá fazer em seguida.

 “Jack Joyce é um itinerante de carreira com preferência por pontos focais: Afeganistão, Síria, Tailândia. O Departamento de Polícia de Riverport, o FBI, o NSA e a Monarch Security têm interesse nele. Se vir esse homem, não se aproxime. Ligue imediatamente para 911. Obrigada”. (p. 148)

Como não acompanho o jogo, não sei dizer se a adaptação literária é semelhante ao jogo, mas o livro é uma leitura muito boa! O protagonista é carismático, o enredo bem desenvolvido e as cenas descritas de forma detalhadas.

“O homem não havia conseguido se matar a tempo. O terror em seus olhos mostrou a Beth que ele soubera disso”. (p. 274)

O livro apresenta vários outros personagens que vão ganhando seu espaço na trama e auxiliando ou prejudicando Jack na sua missão de salvar o mundo.

“Jack pegou a caixa, quando Nick percebeu que o sangue ainda estava lá, mas os cortes não mais”. (p. 115)

Em relação à revisão, diagramação e layout o selo Outro Planeta realizou um ótimo trabalho. A revisão está impecável, a diagramação muito bem feita e o trabalho final muito atraente.

“Outro momento de perda de controle. Estava ficando comum. Ele se esforçava para reter o foco, manter a disciplina e deliberar. Tomou a decisão e montou um protocolo para seu comportamento quando aquela semana final chegasse, sabendo que a mera programação talvez fosse a única coisa a mantê-lo em missão assim que a doença se instalasse de uma vez por todas. Se tivesse de pensar demais, planejar demais, ajustar demais – ele abriria as portas ao erro, ao pensamento falho, à justificativa danificada e a uma falta de perspectiva. Precisava confiar no plano estabelecido por seu eu mais esclarecido e menos instintivo. Era um soldado agora, que recebia ordens da pessoa mais completa que ele costumava ser. Não podia tolerar ninguém interferindo naquele código”. (p. 126)

ISBN-13: 9788542207620
ISBN-10: 8542207629
Ano: 2016
Páginas: 384
Idioma: português
Editora: Outro Planeta
Skoob: clique aqui
Avaliação: 4/5

Carol Durães
Carol Durães

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *