09novembro2016

[Resenha] Lobo Por Lobo – Ryan Graudin

lobo-por-lobo-ryan-graudin-viaje-na-leitura

Sinopse – O Eixo ganhou a Segunda Guerra Mundial, e a Alemanha e o Japão estão no comando. Para comemorar a Grande Vitória, todo ano eles organizam o Tour do Eixo: uma corrida de motocicletas através das antigas Europa e Ásia. O vencedor, além de fama e dinheiro, ganha um encontro com o recluso Adolf Hitler durante o Baile da Vitória. Yael é uma adolescente que fugiu de um campo de concentração, e os cinco lobos tatuados em seu braço são um lembrete das pessoas queridas que perdeu. Agora ela faz parte da resistência e tem uma missão: ganhar a corrida e matar Hitler. Mas será que Yael terá o sangue frio necessário para permanecer fiel à missão?

No universo de “Lobo por Lobo”, o Eixo ganhou a Segunda Guerra Mundial e o mundo é comandado pela Alemanha e pelo Japão. A trama é narrada e em terceira pessoa e tem como protagonista Yael, uma garotinha judia de seis anos de idade que foi escolhida no campo de concentração pelo dr. Geyer, para ser uma de suas cobaias no ano de 1944.

“Ele devolvia a prancheta para a enfermeira, rolava o banquinho até a mesinha prateada onde as agulhas ficavam organizadas em fileira. Dentes de prata, querendo enfiar veneno na pele de Yael. Enchê-la de mais dois dias de ardor e agonia. Mudá-la de dentro para fora. Tirar todas as cores, os sentimentos e a humanidade de dentro dela. Drenar, drenar, drenar, até não sobrar nada. Só o fantasma de uma menina. Uma casca oca. Progresso”. (p. 16)

Após anos sofrendo com os experimentos, Yael torna-se uma metamorfa, sendo capaz de transformar suas feições em outra pessoa. A trama agora vai para o ano de 1956 e Yael está com dezoito anos de idade. É uma jovem que sofreu barbaridades, mas que conseguiu fugir do campo de concentração e agora faz parte da resistência. 

Por conta de suas habilidades únicas, sua missão é arriscada: participar do Tour do Eixo como Adele Wolfe, a vencedora do ano anterior. Adele fora a única mulher a ter a “honra” de dançar com Adolf Hitler. Então, chocaria a todos ao assassinar Hitler diante das câmeras sob a identidade de Adele.

“Porque o dia seguinte era o começo do fim. Ela correria da Germânia até Tóquio. Venceria o Tour do Eixo e seria convidada para o Baile da Vitória. Mataria o Führer e, consequentemente, o Terceiro Reich. Estava disposta a atravessar o mundo para mudá-lo. Ou a morrer tentando”. (p. 36)

A obra vai se desenrolando de maneira formidável. O Tour do Eixo se destaca pelas corridas perigosas, seus competidores e toda a emoção do Tour em si, ao mesmo tempo em que a protagonista precisa reforçar para si mesma quem é e quais são os seus objetivos. Ao tomar a identidade de Adele, Yael começa a recear perder sua própria identidade, ainda mais com a presença de Felix, gêmeo de Adele e Luke, um dos participantes do Tour. Entre o dever com a resistência e a busca pela sua própria voz, Yael precisa tomar decisões difíceis, capazes de alterar não apenas a história mundial como a sua própria história.

Um livro com uma premissa intrigante e diferente, com personagens complexos, carismáticos e humanos. Yael sofreu tanto e perdeu tantas pessoas amadas, que torna-se compreensível para o leitor sua necessidade de vingança, mas ao mesmo tempo nos preocupamos que ela perca uma parte de si própria.

Uma história empolgante e cheia de reviravoltas!

Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um ótimo trabalho. A capa chama a atenção e o seu significado, assim como o título, combinam perfeitamente com o enredo.

ISBN-13: 9788555340192
ISBN-10: 8555340195
Ano: 2016
Páginas: 360
Idioma: português
Editora: Seguinte
Skoob: clique aqui
Avaliação: 4/5

Carol Durães
Carol Durães

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *