11setembro2016

[Resenha] A Serva do Império – A Saga do Império # 2 – Raymond E. Feist

a-serva-do-imperio-a-saga-do-imperio-2-raymond-e-feist-viaje-na-leitura

Sinopse – Mara, a Senhora dos Acoma, conhece melhor que ninguém os segredos do Jogo do Conselho. Por meio de sangrentas manobras políticas, ela se tornou uma poderosa força no Império. Mas, rodeada de rivais impiedosos, terá que ser a melhor se quiser sobreviver. Como se isso não bastasse, a jovem precisa lutar em duas frentes. Na corte dos Tsurani, intrigas e traições desestabilizam o poder. Em seu coração, a paixão por um bárbaro do mundo inimigo de Midkemia a leva a questionar os princípios que sempre nortearam sua existência. Com seu filho em perigo e a continuidade de sua Casa ameaçada, Mara usa de todos os meios para tentar controlar a crueldade dos seus inimigos. Os desafios que terá que enfrentar dessa vez irão colocar em xeque as tradições dos Tsurani e suas próprias convicções. Neste jogo de sentimentos e poder, talvez ninguém saia vencedor…

A trama continua sendo narrada em terceira pessoa e os acontecimentos se desenrolam logo após o final de “A filha do Império”, onde Mara conseguiu virar a mesa e sobreviver ao Jogo do Conselho. O problema é que suas ações despertaram rancor e até mesmo planos de vingança. Desio, filho de Jingu, está liderando os Minwanabi, grandes inimigos dos Acoma. Como Mara, Desio é um jovem que perdeu seus familiares e se vê repentinamente em uma posição de poder, porém ele não é tão perspicaz quanto a protagonista e algumas de suas ações são exageradas e descabidas.

Tasaio é um dos apoiadores de Desio e é o personagem que se destaca. Sua mente é ágil e é um ótimo estrategista e é o responsável pela morte do pai e irmão de Mara. Nesse livro, Mara está decidida a quebrar os pilares da sociedade Tsurani. Para quem acompanha a série, sabe-se que é uma sociedade escravagista e sexista, que não se conforma com o fato de a Casa dos Acoma estar sendo cada vez mais fortalecida sob o comando de uma mulher. Mas Mara terá que enfrentar a sociedade não apenas nos aspectos políticos, como também em assuntos do coração.

Ao comprar alguns escravos de Midkemia, ela conhece Kevin de Zur, um escravo que vai conquistando espaço em seu coração e mudando sua forma de pensar. Só que o caminho entre os dois tem várias lacunas e a serva do império precisa pensar e decidir aquilo que realmente deseja tanto para o seu povo quanto para si mesma.

“A proximidade afastou o incômodo da escravidão e quase o fez esquecer de quem era, do status com que nascera, de tudo aquilo que perdera e dos problemas de seus conterrâneos. Compreendera com clareza o perigo que corriam se a tênue esperança que apresentara a Patrick se transformasse no laço de uma forca”. (p. 580)

ISBN-13: 9788567296425
ISBN-10: 8567296420
Ano: 2015
Páginas: 768
Idioma: português
Editora: Saída de Emergência Brasil
Skoob: clique aqui
Avaliação: 4/5
A filha do Império – Livro 01 – resenha

Carol Durães
Carol Durães

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *