18setembro2016

[Resenha] A Senhora do Império – A Saga do Império # 3 – Raymond E. Feist

a-senhora-do-imperio-a-saga-do-imperio-3-raymond-e-feist-viaje-na-leitura

Sinopse – Em Kelewan, Mara, a Senhora dos Acoma, sente-se segura e em paz pela primeira vez na vida – até que seus inimigos tentam matá-la e acabam tirando a vida de seu filho. Abalada pela tragédia e cercada por espiões, assassinos e casas rivais, ela enfrentará o maior desafio de sua vida e sofrerá ainda mais perdas durante esse trajeto. Em busca de justiça, ela verá seus planos frustrados pela Assembleia de Magos, que detém o poder real do Império e mantém a população dócil e domesticada, e também pelos terríveis Mantos Negros, que encaram Mara como a ameaça suprema ao seu poder ancestral. Então, para assegurar a paz, Mara deverá viajar para além das fronteiras da civilização, desvendando antigos segredos até os portões de Chakaha, a cidade dos estranhos cho-ja. Reunindo toda a sua coragem e astúcia, a Serva do Império iniciará sua maior batalha em nome da sua vida e do seu lar.

CONTÊM SPOILERS DOS LVIROS ANTERIORES

“A Senhora do Império” é o desfecho incrível da trilogia da Saga do Império do Raymond E. Feist. Para os leitores que acompanham a série, observamos uma jovem Mara de 17 anos sendo obrigada a se tornar responsável pela Casa dos Acoma após os assassinatos do pai e irmão. Em seguida, vemos essa jovem tornar-se uma habilidosa política, capaz de tomar decisões com a precisão de uma perita em xadrez.

Após as guerras, Mara acredita que encontrou a paz. Ela se casou com Hokanu, que assumiu o seu filho Justin, filho biológico do Kevin, tornando-o seu herdeiro. Só que a paz é ilusória e novos planos para assassiná-la são colocados em prática. Infelizmente, eles fazem outra vítima…

“- Nós que marcamos presença no funeral do filho da Boa Serva sabemos muito bem que a falha de Mara se deveu a um sofrimento insuportável. Agora ela deve arcar com as consequências de sua ofensa”. (p. 82)

Mara acredita que Jiro é responsável pela morte do seu filho e em um momento de desespero, age de forma impensável. Para os seus inimigos, tal atitude é o que precisavam para tentar tirar o poder que está nas mãos da protagonista.

“Ela teve uma ascensão vertiginosa, sob todas as perspectivas. A influência dela se tornou forte demais e seus poderes, excessivamente amplos. Como Chefe de Guerra dos Hadama e Senhora da casa mais poderosa do Império, possui uma perigosa influência sobre as massas. Realço que ela é apenas humana! E que nenhum Senhor ou Senhora deveria ser detentor de tal influência no Império!” (p. 84)

A Assembléia dos Magos fica dividida entre as opiniões e receosa com a possibilidade de uma guerra entre Mara e Jiro. Mas Mara está mais do que determinada a ter sua vingança e tentará dar um golpe político como nunca visto antes!

A trama é narrada em terceira pessoa e nos dá não apenas uma perspectiva dos acontecimentos com a protagonista, como também a visão de seus inimigos. Dessa forma, o leitor tem informações o suficiente para ir juntando as peças e descobrir a verdade.

Sem dúvida a trilogia é sensacional. Do primeiro ao último livro o enredo foi construído de forma coesa, sem furos e cheia de reviravoltas. A escrita do autor prende a atenção do leitor e os cenários criados por ele são ao mesmo tempo deslumbrantes e aterrorizantes. Para os fãs de fantasia, essa trilogia é uma leitura obrigatória.

Em relação à revisão, diagramação e layout a Arqueiro realizou um trabalho excepcional. A capa está deslumbrante e combina perfeitamente com o conteúdo e com as capas dos livros anteriores.

“Continuou firme como uma estátua, como seria próprio de uma Serva do Império e de uma filha dos Acoma, e preparou-se para enfrentar seu destino”. (p. 706)

ISBN-13: 9788580415995
ISBN-10: 8580415993
Ano: 2016
Páginas: 752
Idioma: português
Editora: Arqueiro
Skoob: clique aqui
Avaliação: 5/5 
A filha do Império – Livro 01 – resenha
A Serva do Império – Livro 02 – resenha

Carol Durães
Carol Durães

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *