07abril2016

[Resenha] O Velho Vestido de Noiva – Ana Ferrarezzi

 

Sinopse
Amélia se depara com uma devastadora notícia. Seu marido, o homem a quem se dedicou inteiramente durante trinta anos, pediu divórcio. Sem saber como prosseguir com sua vida, e aguardando que um milagre venha lhe dar uma direção, ela leva o seu vestido de noiva para uma reforma.
Então, no meio do caminho, depara-se com um desdobramento inesperado. Fábio é dono de um bistrô famoso no Recreio, Rio de Janeiro. Desde seu traumático divórcio, abraçou uma vida solitária. Até se deparar com Amélia no ateliê de sua irmã, Letícia. Apesar de intrigado com a tristeza exposta nos olhos da bela mulher, manteve sua rotina. Então, ao caminhar pela rua, esbarra em seu desdobramento inesperado. Um livro intrigante, criativo, que acompanha com sensibilidade a transformação na vida desses dois personagens.

 

Onde comprar?
Site da autora (Autógrafo + Brinde) | Saraiva



Minha opinião:

O Velho Vestido de Noiva possui características que provocam em nós leitores, algo surpreendente e notório. Somos levados à reflexão: Devemos acreditar nos desdobramentos inesperados da vida? O que buscamos para completarmos a nós mesmos? Delineando em uma narrativa fluente e concisa, a autora proporciona uma leitura leve, agradável e viciante.

Separação
O romance narra a história de Amélia, que já passou dos quarenta anos de idade há tempos, viveu um casamento por trinta anos para ser trocada por uma mulher mais jovem. Lidando com a recente perda e com o divórcio, ela decide reformar seu velho vestido de noiva, levando-a em uma costureira indicada por sua irmã, no percurso, ela se depara com vários questionamentos, o leitor conhece a protagonista e sua mais recente revolta, ao entregar o vestido para reforma, ela entrega não somente uma parte de si, mas dá para si mesma uma nova oportunidade de recomeçar.
“Imaginou o trabalho que a costureira teria para ressuscitar parte da beleza perdida com o tempo. Provavelmente seria obrigada a destruí-lo por completo para reformá-lo camada a camada. Mas não era exatamente isso que Amélia seria forçada a fazer com sua vida? Desconstruí-la e remontá-la ano a ano?”
No estabelecimento de costura, ela entrega a Letícia o vestido para reforma, está abalada pela perda e conta para ela e Laura, Mimi sua situação, sente-se humilhada, aflita. É nesse primeiro momento que ela se depara com Fábio, que é irmão de Letícia e dono de um Bistrô conceituado na cidade, que ela já fora algumas vezes, eles se falam brevemente, ela sequer imaginaria que cairia por cima dele no dia seguinte, literalmente.
Fábio já foi casado, a ex-mulher escolheu se casar com o vício, deixando-o solitário. Dedicando-se integralmente ao negócio, ele esteve sempre à procura de um sinal, algo que indicasse que ele estivesse no caminho certo, precisava encontrar sua alma gêmea.
“Sua mãe sempre dizia: desdobramentos inesperados eram atalhos que os anjos montavam para levar as pessoas mais rapidamente à felicidade.” (Pág.50)

O livro tem uma diagramação muito bem feita, inclusive separações que entrelaçam a reforma do vestido e a reforma da vida com belas reflexões.
Com um desenvolvimento muito bem estruturado, uma narrativa fluente e deliciosa, O Velho Vestido de Noiva é uma leitura imperdível, recomendo a todos os leitores e público em geral!

Para agradar os leitores, a autora enviou-me um exemplar extra e uma ecobag, fiquem atentos que logo teremos sorteio por aqui!

Não deixem de conhecer o livro, muito mais do que recomendado!

Sobre o Autor

ANA FERRAREZZI nasceu recentemente, no Rio de
Janeiro, aos 40 anos. Ela é psicóloga, artista plástica e escritora, tudo ao mesmo tempo. Ora alimenta-se da beleza retratada por detrás das artes, ora inspira-se nos folclores e nos contos. De uma forma única, Ana os mistura e constrói algo novo e intrigante. Ela possui um estilo interessante. Seus enredos são envolventes, bem-humorados e capazes de transportar o leitor a um mundo completamente novo.

 Facebook | Instagram

Ficha Técnica:

ISBN: 9788542807202
Ano: 2015
Páginas: 223
Editora: Novo Século

 

 

Categorias:Outros
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *