19abril2016

[Resenha] Dream Guardians #1 e #2 – Sylvia Day

Sinopse – No limiar entre o sono e a consciência, uma batalha se trava entre o sonho e o pior pesadelo. Capitão Aidan Cross é uma lenda, tão hábil em criar sonhos eróticos quanto em matar seus inimigos. As mulheres o veem como parte de suas fantasias… Exceto Lyssa Bates. Esquisita, enigmática e desejável, Lyssa desdenha deste sedutor imoral, porque ela o vê como ele realmente é. E, enquanto ele tenta desvendar seus segredos, o impensável acontece: Aidan se apaixona.Lyssa tem tido os sonhos mais incríveis com esse homem de olhos azuis que promete prazeres intensos e profunda intimidade. Até que ele aparece em sua porta. Mas na sua rendição, há também um grande perigo… Aidan está em uma missão e a paixão que os consome poderá ter consequências terríveis. Amar a mulher que veio para destruir o seu mundo não é só apenas impossível… é proibido.
O livro conta a história de Aidan Cross, um dos Guerreiros de Elite e um dos líderes dos Guardiões dos Sonhos. Existe um plano intermediário, onde esses Guardiões protegem os humanos dos Pesadelos, que são entidades perigosas. Esse trabalho árduo já dura milhares de anos e os Anciões acreditam que dentre os humanos, existe um que será a Chave. A Chave seria a pessoa que poderá determinar uma mudança de equilíbrio nessa luta infindável.
Em Temecula Valley, no sul da Califórnia vive a veterinária Lyssa Bates com Jujuba, seu gato malhado. Desde cedo Lyssa tem dificuldades para dormir e isso está afetando a sua vida. Ela não consegue encontrar explicações médicas para o seu quadro, mas o seu corpo não aguenta mais os efeitos dessas dificuldades.
Os Guardiões são enviados para analisar Lyssa em seu sono e é quando Aidan e Lyssa se conectam. Sem saber quem ele é, Lyssa começa a ter pequenos fragmentos de seus sonhos, algo impossível, e Aidan fica cada vez mais encantado com a veterinária.
A grande questão são as verdadeiras intenções dos Anciões. Eles que guiam os Guardiões poderiam estar mentindo?
O livro é de rápida leitura e caliente. A química entre os protagonistas é ótima e esse ar sobrenatural na trama deu um toque a mais ao livro. A trama é direta e sem muita complexidade, mas é uma leitura gostosa para os fãs do gênero.
Quanto à parte dos Guardiões, seu papel e como funciona a passagem entre os planos, ainda faltam inúmeras explicações. Por se tratar do primeiro livro da série, acredito que as explicações serão fornecidas aos poucos, com o passar dos livros.
Os protagonistas são cativantes e carismáticos e a linguagem do texto é simples e fluida.
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um ótimo trabalho. 
ISBN-13: 9788544100530
ISBN-10: 8544100538
Ano: 2014
Páginas: 256
Idioma: português 
Editora: LeYa
Skoob: clique aqui
Avaliação: 3/5

Sinopse – Sylvia Day traz para suas leitoras o bárbaro que toda mulher sempre sonhou em conquistar Stacey Daniels sempre se sentiu atraída pelo tipo errado de homem. E seu coração sabe que o viking musculoso e machucado que aparece surpreendentemente na porta de sua casa não será exceção. Uma visão de suas mais secretas fantasias eróticas – um verdadeiro Deus – ele a excita com sua aura de perigosa sensualidade. Sua alma sabe que essa submissão trará perigos imprevistos para sua vida – e ainda assim ela não consegue resistir. Ele simplesmente combina o domínio dos prazeres mais pecaminosos à uma doce sensualidade. Algo que ela sempre desejou. Mas, amar Connor é um fardo que nenhuma mulher mortal é capaz de carregar. Apesar de encontrar consolo na paixão e no calor do corpo de Stacey, a realidade de Conor é aquela dos sonhos mais obscuros, permeada por violência e luta, e são esses elementos que ele trará para o mundo da amante. Calor da Noite é um romance erótico arrebatador e surpreendente, com uma pitada irresistível de fantasia, e que tem tudo para conquistar as fãs da best-seller mundial Sylvia Day.
Connor é o melhor amigo de Aidan e no primeiro livro estava cético sobre os questionamentos do Capitão em relação aos Anciões. Porém, ainda em “Prazeres da Noite” ele descobriu que realmente haviam segundas intenções por parte dos estranhos líderes e assumiu como responsabilidade ficar vigiando seus passos enquanto Aidan tem sua vida com Lyssa na Terra. 
Além disso, há uma rebelião envolvendo os Guardiões, pois agora eles sabem que todos os ensinamentos aprendidos desde cedo servem apenas para os propósitos dos Anciões. Alguns se sentem profundamente enganados e irão lutar contra aquilo que cresceram aprendendo.
Acontece que Connor Bruce faz uma descoberta significativa sobre o verdadeiro significado da Chave e da profecia e com isso, precisa ir alertar o casal.
Ele só não esperava encontrar Stacey, amiga de Lyssa. Stacey é uma daquelas personagens que te conquistam desde o primeiro instante. Ela têm uma fragilidade emocional gritante, mas ao mesmo tempo tenta disfarçar de todas as formas, seguindo em frente mesmo sofrendo em silêncio. Connor por outro lado sempre foi o cara brincalhão, que nunca pensou em ter um relacionamento. Mas ao ver a dinâmica do casal de amigos, ele percebeu o quanto estava perdendo.
Como no primeiro livro, a leitura é rápida e dinâmica. A autora vai fornecendo algumas pistas em cada livro, mas não revela o quadro geral. 
Connor e Stacey também tem uma boa química e ambos são carismáticos, mas de forma diferente do casal do primeiro livro. A descontração do Connor e a vulnerabilidade emocional de Stacey se complementam, deixando a interação entre eles irresistível.
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um ótimo trabalho. 
ISBN-13: 9788544103791
ISBN-10: 8544103790
Ano: 2016
Páginas: 224
Idioma: português 
Editora: LeYa
Skoob: clique aqui
Avaliação: 3/5

Categorias:Outros
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Camila abril 28, 2016

    Oi, Carol.
    Li esses dois livros recentemente, mas ainda não consegui entender muito bem como as coisas funcionam. A química entre os casais é bacana, mas fiquei tão perdida que acabei não curtindo tanto!
    Beijos
    Camis – Leitora Compulsiva