06janeiro2016

[Resenha] O príncipe dos canalhas & O último dos canalhas – Canalhas # 1 e 2 – Loretta Chase


Sinopse – Sebastian Ballister é o grande e perigoso marquês de Dain, conhecido como lorde Belzebu: um homem com quem nenhuma dama respeitável deseja qualquer tipo de compromisso. Rejeitado pelo pai e humilhado pelos colegas de escola, ele nunca fez sucesso com as mulheres. E, a bem da verdade, está determinado a continuar desfrutando de sua vida depravada e pecadora, livre dos olhares traiçoeiros da conservadora sociedade parisiense. Até que um dia ele conhece Jessica Trent… Acostumado à repulsa das pessoas, Dain fica confuso ao deparar com aquela mulher tão independente e segura de si. Recém-chegada a Paris, sua única intenção é resgatar o irmão Bertie da má influência do arrogante lorde Belzebu. Liberal para sua época, Jessica não se deixa abater por escândalos e pelos tabus impostos pela sociedade – muito menos pela ameaça do diabo em pessoa. O que nenhum dos dois poderia imaginar é que esse encontro seria capaz de despertar em Dain sentimentos há muito esquecidos. Tampouco que a inteligência e a virilidade dele pudessem desviar Jessica de seu caminho. Agora, com ambas as reputações na boca dos fofoqueiros e nas mãos dos apostadores, os dois começam um jogo de gato e rato recheado de intrigas, equívocos, armadilhas, paixões e desejos ardentes.
Desde o prólogo, observamos que Sebastian não teve uma vida fácil. Seu pai, Dominick Guy de Ath Ballister, terceiro marquês de Dain, casou-se com uma jovem segunda esposa, a mãe de Sebastian e se tornou infeliz. A juventude de Lucia e sua desenvoltura irritaram o marquês. E quando ela deu a luz à um herdeiro, tudo piorou. Segundo a descrição, o herdeiro era tão feio que o pai se recusava a interagir com ele. Essa foi a infância de Sebastian: uma história de rejeição. E não melhorou quando ele foi ao internato, onde ganhou fama por sua crueldade após aprender a se defender.
Sebastian tornou-se um homem decidido a não ter envolvimento com a sociedade, muito menos com as boas moças. 

“Seu rosto sombrio era severo e duro, a própria face do Belzebu. No caso de Dain, o livro podia muito bem ser julgado pela capa, pois ele também era severo e duro por duro. Tinha a alma típica de Dartmoor, onde o vento soprava com força e a chuva castigava as rochas cinzentas e impiedosas, enquanto o belo gramado se revelava poços de areia movediça capazes de engolir um boi por inteiro.” (p. 26)

Quando adulto, ele vai morar em Paris (1828), momento esse em que a vida dele irá mudar, pois é quando conhecerá Jessica.
Jessica Trent é uma jovem independente que não quer um marido ou realmente precisa de um. Convivendo com sua avó, uma mulher considerada uma femme fatale da época, Jessica desde cedo sabe o que quer: abrir seu próprio negócio e ser financeiramente independente. O problema é que seu irmão, o Sir Bertram Trent, está envolvido com Sebastian. Como o “demônio” é um homem abastado, suas noitadas não são problema para ele, mas no caso de Trent é totalmente diferente. 
Ao descobrir que o irmão está quase entrando em falência Jessica e a avó vão para Paris decididas a distanciar a amizade desses dois.
A interação entre os dois é uma batalha de vontades. Nenhum deles quer ceder e sem dúvida, irão aprontar bastante para alcançar os seus objetivos. E acreditem, eles vão se provocar o tempo inteiro!
O diferencial dessa série são os protagonistas. A personagem feminina não é uma mocinha de época comum. Ela é forte e independente e não vai ficar de braços cruzados enquanto Sebastian bufa e dá ordens. Pelo contrário, Jessica vai empurrá-lo até o limite.

“- Agora, quanto a você, Srta. Megera Trent…
– Adoro esses apelidinhos carinhos – disse ela, fitando-o. – Cabecinha de vento. Tontinha. Megera. Ah, fazem meu coração palpitar!” (p. 121)


A trama tem todos os elementos necessários para prender a atenção do leitor: romance, reviravolta, humor e um vilão desprezível!
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um ótimo trabalho. A capa é muito bonita e chama a atenção.
ISBN-13: 9788580413991
ISBN-10: 8580413990
Ano: 2015 
Páginas: 288
Idioma: português 
Editora: Arqueiro
Skoob: clique aqui
Avaliação: 5/5
Sinopse – O devasso Vere Mallory, duque de Ainswood, está pronto para sua próxima conquista e já escolheu o alvo: a jornalista Lydia Grenville. Só que desta vez, além de seduzir uma bela mulher, ele deseja também se vingar dela.Ao se envolver numa discussão numa taverna, Vere foi nocauteado por Lydia e se tornou alvo de chacota de toda a sociedade. Agora ele quer dar o troco manchando a reputação da moça.
Mas Lydia não está interessada em romance, principalmente com um homem pervertido feito Mallory. Em seus artigos, ela ataca nobres insensatos como ele, a quem considera a principal causa dos problemas sociais. Nesse duelo de vontades, Vere e Lydia se esforçam para provocar a derrota mais humilhante ao mesmo tempo que lutam contra a atração que o adversário lhe desperta. E, nessa divertida batalha de sedução e malícia, resta saber quem será o primeiro a ceder à tentação.

O duque Mallory é um homem que vivenciou muitas perdas e isso o abalou profundamente. Para não sofrer mais ele optou por embebedar-se e passar os dias em esquecimento. Tornou-se um conhecido do povo por conta das confusões que arranja. 

Lydia é uma jornalista engajada em salvar as jovens ingênuas que chegam à Londres e são levadas para o submundo da prostituição. Com uma infância complicada, ela testemunhou em primeira mão a maldade humana. 

A jornalista está tentando colocar uma cafetina perigosa atrás das grades e em um de seus confrontos, Lydia e Mallory se encontram. O problema é que Mallory mais atrapalha do que ajuda, o que deixa a protagonista bem irritada.

Os dois tem vários encontros e em cada um deles, mais e mais confusões são armadas. A química entre eles é inegável, mas até quando os dois vão poder negar?

Além da interação entre os protagonistas, o livro fala de uma das jovens resgatas e apresenta a Londres não tão bonita e romântica que estamos acostumados a ler.

Como no livro anterior, os protagonistas são marcantes. Mallory, apesar de suas atitudes descompromissadas, tem um bom coração e preocupasse genuinamente com os outros, apesar de nunca admitir isso. Lydia é uma jovem determinada, mais preocupada em salvar os outros do que a si mesma. Mesmo sabendo que coloca sua reputação em jogo, ela não se importa com isso e sim em salvar o próximo.

O enredo é muito bem desenvolvido e faz ligação com a trama do primeiro livro. Dessa forma, não apenas os personagens se conhecem, mas a história em si está ligada. Até mesmo o vilão do primeiro livro tem seu papel aqui.

A escrita de Loretta Chase é complexa: sua linguagem consegue mesclar o humor com o romance e até mesmo com as críticas sociais. Um romance delicioso que prende o leitor do começo ao fim.

Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um ótimo trabalho. A capa, apesar de bonita e remeter à outra época, não diz muito da trama em si. 

ISBN-13: 9788580414752
ISBN-10: 858041475X
Ano: 2015 
Páginas: 304
Idioma: português 
Editora: Arqueiro
Avaliação: 4/5

Categorias:Outros, Resenhas
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *