23Janeiro2016

[Resenha] Loucamente Sua – Truly, Idaho #1 – Rachel Gibson

Sinopse – De volta à sua cidadezinha para atender ao funeral do seu padrasto Henry, a bela cabeleireira Delaney é surpreendida com uma cláusula do testamento dele: se quiser receber a sua herança, ela deverá permanecer um ano inteiro na cidade e não ter “contato sexual” algum com o bad boy Nick, filho bastardo de Henry. Acontece que, dez anos antes, ela e Nick viveram uma paixão, e embora ele seja um mulherengo incorrigível, a proximidade de ambos reacende a antiga chama. Será Delaney capaz de resistir ao motoqueiro de conversa fiada?
LEITURA RECOMENDADA PARA MAIORES DE 18 ANOS

Nick é o filho bastardo de Henry. Henry se aproveita da mãe de Nick (ela estava em um momento frágil) e ela acaba engravidando. Henry é o verdadeiro idiota do livro: ele rejeita o filho, nega qualquer envolvimento mesmo o garoto sendo parecido com ele. Claro que Nick vai se tornar um garoto revoltado, cheio de conflitos, pois tem um pai rico que o ignora e vive em uma situação financeira nada estável. Quando ainda é uma criança, Henry se casa e assume a filha da esposa (que é a Delaney). Então ela é criada como uma princesa, mas no fundo é totalmente infeliz porque o seu padrasto é um controlador filho da mãe. Quando ela faz 18 anos, ela tenta afirmar sua liberdade, em uma noite que acaba envolvendo o Nick. Bom, nem preciso comentar que a aventura não acabou bem e Delaney foi embora da cidade sem olhar pra trás, abandonando o padrasto e a mãe, e é claro, Nick.
O problema é o seguinte, Henry é tão, mas tão filho da mãe, que mesmo quando morre consegue atormentar. É verdade, esqueci de comentar, depois de dez anos, Henry morre e Delaney, em respeito a mãe (nesse ponto ela é um ser humano muito legal, porque eu não seria tão boazinha depois de tudo), retorna a cidade para o enterro, o velório e a abertura do testamento (eu comentei que o padrasto dela é rico?).
Nick venceu por conta própria e se tornou um daqueles homens que fazem a mulherada suspirar (é claro né?). Pulando de cama em cama, sem compromisso, só querendo saber de se divertir.
“- Então faça amor comigo novamente.
Ele segurou o pulso dela.
– Eu não faço amor.
-Então o que fizemos há meia hora?
…..
– Aquilo foi sexo. Uma coisa não tem nada a ver com outra.
– Você soa amargurado.
– Por que? Porque não confundo sexo com amor?” (p.31)
Deu para perceber que o Nick é um bad boy nato.
Depois de um encontro “impactante” no enterro do Henry, Nick e Delaney vão ter que se encontrar na abertura do testamento. Esse trecho me deixou chocada e ao mesmo tempo me fez rir pelo cinismo do Nick.
Henry deixa claro que para Delaney herdar uma fortuna, ela deve passar um ano na cidade. Se ela pisar no limites da cidade, perde a herança que vai direto para Nick. Nem preciso dizer que Delaney fica em choque com a notícia, mas o pior ainda fica por vir.
Por outro lado, Nick herdará o terreno que tanto deseja se “ele não tiver relações sexuais por Delaney Shaw por um ano”.
Se Delaney estava em choque antes, agora ela ficou praticamente catatônica. E claro que Nick não perdeu a oportunidade de provocar ainda mais:
“- Você tem dúvidas, Nick? – Max (o advogado) perguntou.
– Sim. Uma trepada constitui uma relação sexual?
– Ah, meu Deus! – Gwen (mãe da Delaney) suspirou.
…….
– E sexo oral? – Nick perguntou, olhando fixamente para Delaney.
– Ah.. Nick – Max disse, tenso. – Eu não acho que nós..
– Acho que sim – Nick interrompeu – Henry estava obviamente preocupado com isso. Tão preocupado que incluiu em seu testamento – Acho que precisamos saber as regras de cara para não haver confusão”. (p. 57)
Preciso comentar que tudo o que é proibido aparentemente é mais excitante para o Nick? rsrs. Fica claro desde o início para o Nick qual é o plano do Henry ao fazer esse testamento, mas ele guarda essa informação por um bom tempo.
Gwen, a mãe de Delaney, é uma verdadeira bobona no livro. Controlada pelo marido, não tinha opinião própria para nada e tenta moldar a Delaney em uma mini Gwen, de modo que se torna muito irritante.
Vou finalizar comentando que não gostei de algumas coisas. Por exemplo, Nick propositalmente ofende e magoa a Delaney em alguns trechos e a bobona continua lá. Esse tipo de situação realmente me irrita….
Mas tirando isso, o livro tem trechos engraçados, alguns mais “quentes” e outros tristes.
Vale a pena ler.
ISBN-13: 9788563420282
ISBN-10: 8563420283
Ano: 2012 
Páginas: 344
Idioma: português 
Editora: Jardim dos Livros
Skoob: Clique aqui
Avaliação: 3/5

Categorias:Outros, Resenhas
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Camila Fevereiro 8, 2016

    Olá, meninas.
    Eu sou fã da Rachel Gibson e adorei todos os livros dela que li. Com esse não foi diferente… Apesar de reconhecer que a Delaney deveria dar um chute no Nick algumas vezes, me diverti com essa história!
    Beijos
    Camis – Leitora Compulsiva
    http://www.leitoracompulsiva.com.br