10janeiro2016

[Resenha] Cova 312 – Daniela Arbex

Sinopse – Menos de dois anos depois de seu surpreendente bestseller de estreia, “Holocausto brasileiro”, Daniela Arbex volta com mais um livro corajoso e revelador. Escrito como um romance, nele se conta a história real de como as Forças Armadas mataram pela tortura um jovem militante politico, sumiram com seu corpo e forjaram um suicídio. Daniela Arbex reconstitui o calvário deste jovem, de seus companheiros e de sua família até sua morte e desaparecimento. E continua investigando até descobrir seu corpo, na anônima Cova 312 que dá título ao livro e ainda apresenta uma revelação bombástica para mudar um capítulo da história do Brasil. Uma história apaixonante, cheia de mistério, poesia, tragédia e sofrimento. O prefácio é assinado pelo escritor Laurentino Gomes, da trilogia 1808, 1822 e 1889, leia um trecho, “O tema pode parecer pesado e, como trata de episódio ainda mal resolvido da história recente brasileira, difícil de digerir. Seria assim, não fosse a capacidade prodigiosa de Daniela Arbex de transformar histórias trágicas em uma narrativa fluida, atraente, poética e, em alguns momentos, até divertida…”

“Cova 312” é um livro que retrata um período terrível da nação. Em uma época militarista, aqueles que protestavam contra as “regras” e divergiam da opinião pública sofriam misteriosos desaparecimentos e seus familiares nunca mais ouviam falar deles.
Parece um enredo de cinema, mas infelizmente foi uma realidade no Brasil há algumas décadas atrás. Centenas de famílias ainda não sabem o paradeiro de parentes e talvez nunca saibam. Daniela Arbex trouxe essa investigação ao leitor de forma mais intimista, focando-se na história de Milton Soares de Castro. Milton era um gaúcho de 26 anos de idade e tornou-se um membro de guerrilha.
Capturado, seu destino foi uma incógnita e a causa da morte foi dada como suicídio. Porém, após inúmeras investigações realizadas pela autora, a verdade veio à tona.

Milton foi encontrado morto dentro da Penitenciária de Linhares, em Juiz de Fora. Os documentos descreviam seu óbito como suicídio, porém o corpo desaparecera. A Penitenciária de Linhares ficou conhecida como uma das prisões que abrigavam os presos políticos. O que realmente acontecia por traz daqueles muros e barras ainda é uma incógnita, por causa dos acobertamentos realizados.

O leitor acompanha a vida de Milton e um dos locais que era utilizado para torturar os protestantes. 
Um relato vívido e impactante do mundo secreto que foi a ditadura no Brasil. A escrita da autora é viciante e muito bem desenvolvida, de forma que o leitor não consegue resistir em ler mais um pouquinho…
Apesar do tema denso e complexo, Daniela Arbex conseguiu equilibrar com uma leveza na escrita que torna o livro irresistível.
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um trabalho excepcional.  

ISBN-13: 9788581302737
ISBN-10: 8581302734
Ano: 2015 
Páginas: 344
Idioma: português 
Editora: Geração
Avaliação: 3/5
Skoob: clique aqui

Categorias:Outros, Resenhas
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *