08janeiro2016

[Resenha] Caçadora de Tempestades – Struck 1 – Jennifer Bosworth

Sinopse – Mia Pierce é viciada em raios. Já sobreviveu a inúmeros choques, mas seu desejo de receber a energia liberada durante tempestades coloca em risco sua vida e a de todos ao seu redor. Los Angeles, onde raramente há tempestades, é um dos poucos lugares em que Mia se sente segura. Mas quando um terremoto destrói a cidade, seu porto-seguro é transformado em um campo minado de caos e perigos. Neste cenário aterrador, dois grupos antagônicos se formam, e ambos vêem Mia como a chave para as profecias de uma tempestade ainda maior que está por vir. Mia quer confiar no enigmático Jeremy, que prometeu protegê-la, mas teme que ele não seja quem diz ser. No fim, o poder e a paixão que os aproximou pode ser o que vai colocar tudo a perder. Agora Mia precisa aprender a utilizar seus poderes, ou então pode acabar perdendo tudo o que ama. 

“Caçadora de Tempestades” é o primeiro livro da série Struck. Dividido em prólogo + 4 partes, a história é narrada em primeira pessoa pela protagonista Mia Pierce. Mia é uma adolescente que sente uma estranha atração por raios. Não é uma atração relacionada em observá-los e sim em ser atingida por eles. 
Mia já foi atingida várias vezes e cada vez que acontece, a necessidade pelo próximo choque aumenta. Como se isso não bastasse, Mia está envolvida em um incidente em sua antiga cidade, o que fez sua mãe e seu irmão e ela mudarem para Los Angeles. 
Teoricamente Los Angeles seria um local seguro para Mia, pois dificilmente há tempestades e como consequência, raios.
Mas o que Mia não esperava era ter que lidar com outros perigos, como estar no meio de uma guerra entre dois grupos extremamente poderosos. Com as catástrofes que andam ocorrendo no mundo, o Profeta vem ganhando discípulos e expandindo seu território. Seu discurso inflamado e repleto de repreensão é assustador e está se aproximando cada vez mais da vida de Mia.
Do outro lado temos os Caçadores. Os Caçadores são um grupo antigo que procuram por pessoas que possuem a Centelha para se unirem a eles. Apesar da proposta ser interessante, a obsessão deles em lutar contra o Profeta e seus discípulos é um pouco extrema. 
Como se isso não bastasse Mia tem uma dinâmica familiar complicada, tornando-a a responsável pelos cuidados da mãe e do irmão mais novo. Voltar à escola, lidar com o irmão e os perigos em que ele se envolve e o aparecimento de um novo aluno que a alerta constantemente para se manter longe dos Caçadores e do Profeta. É muita complicação para uma única pessoa!
Mia é uma protagonista forte e determinada. Apesar da pouca idade, o instinto de proteção dela é imenso. Tudo o que ela faz é colocar seu irmão e mãe em primeiro lugar, mesmo que sua vida fique em risco.
A trama é interessante mas não é excepcional. Existem alguns pontos que ficam óbvios desde o início e a grande revelação foi um pouco decepcionante. Porém, existem elementos que chamam a atenção no livro, por serem diferentes. Como o caso da Centelha e as habilidades de alguns personagens.

” – Ela começou uma leitura usando todas as cartas deste mesmo baralho. A leitura durou um dia e uma noite inteiros, enquanto ela dispunha as cartas em círculo ao redor de si. Quando acabou, contou ao povo que vira o fim, a destruição do mundo e da humanidade, e que tudo começaria aqui, no Novo Mundo.” (p. 69)

Em relação à revisão, diagramação e layout foi realizado um bom trabalho. A capa combina perfeitamente com a trama.

“O zumbido estava do lado de dentro, chacoalhando meu cérebro. Minha cabeça parecia cheia de moscas. Cheia de estática, tão alto que eu mal conseguia ouvir meus pensamentos.” (p. 64)

ISBN-13: 9788522031542
ISBN-10: 8522031541
Ano: 2015 
Páginas: 288
Idioma: português 
Editora: Agir Now
Skoob: clique aqui
Avaliação: 3/5 

Categorias:Outros, Resenhas
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Camila fevereiro 7, 2016

    Oi, Carol.
    Eu tive a oportunidade de ler esse livro e apesar dos pontos negativos que você destacou, eu gostei do que li. Achei tudo muito louco, mas no final fez sentido!! kkkkk
    Beijos
    Camis – Leitora Compulsiva
    http://www.leitoracompulsiva.com.br