04junho2015

[Resenha] Sr. Daniels – Brittainy C. Cherry

SinopseDepois de perder a irmã gêmea para a leucemia, Ashlyn Jennings vê sua vida mudar completamente. Além de ter de aprender a conviver sem parte de si mesma, ela precisa se adaptar a uma nova rotina. Enviada pela mãe para a casa do pai, com quem mal conviveu até então, ela viaja de trem para Edgewood, Wisconsin, carregando poucos pertences, muitas lembranças e uma caixa misteriosa deixada pela irmã.
Na estação de trem Ashlyn conhece o músico Daniel, um rapaz lindo e gentil, e a atração é imediata. Os dois compartilham não só o amor pela música e por William Shakespeare mas também a dor provocada por perdas irreparáveis. Ao sentir-se esperançosa quanto a sua nova vida, Ashlyn começa o ano letivo na escola onde o pai é diretor. E não consegue acreditar quando descobre, no primeiro dia de aula, que Daniel, o belo músico de olhos azuis com quem já está completamente envolvida, é o Sr. Daniels, seu professor de inglês. 
Desorientados, eles precisam manter seu amor em segredo, e são forçados a se ver como dois desconhecidos na escola. E, como se isso já não fosse difícil o bastante, eles ainda precisam tentar de todas as formas superar os antigos problemas e sobreviver a novos e inesperados conflitos.

O local: A maior parte da história se passa em Edgewood, Wisconsin.

Os personagens: Ashlyn é tão forte e incrível, mas está em um momento frágil de sua vida. Perder a pessoa que mais ama, ter sua mãe despachando-a para um estranho e não ter com quem compartilhar sua dor é demais. Ashlyn é uma jovem de 19 anos de idade que perdeu a sua outra metade, a irmã Gabrielle/ Gaby. As duas, apesar de serem muito diferentes, eram melhores amigas. 

Daniel também está lidando com uma sucessão de perdas. Ele é muito jovem (está no início dos vinte anos), é inteligente, carismático, bonito e ainda toca em uma banda, a Romeo’s Quest. Sua vida também está fora do eixo e ele encontra em Ashlyn alguém com quem compartilhar a sua dor.
Hailey é uma jovem em busca de amor. Ela não tem auto estima e acaba sendo feita de capacho pelo namorado, porém é extremamente leal à Ashlyn e ao irmão Ryan.
Ryan é um jovem popular, que vive uma vida de mentiras. Ele não tem a aceitação de sua mãe e guarda uma culpa tremenda pelo que aconteceu com o pai. 
Henry foi um péssimo pai. Ele abandonou suas filhas e só retornou no velório de Gaby. Constitui uma nova família, que inclui dois enteados e uma esposa religiosa, mas não é feliz, pois arrepende-se do abandono. Tenta de toda forma reconciliar-se com Ashlyn.
Rebecca vive em um mundo só dela. Usa sua devoção religiosa para não enxergar como os filhos realmente são. O relacionamento familiar é uma fachada, que ela se nega a explorar. Prefere viver às cegas.

Enredo/ Trama/ Narrativa e História: No prólogo, temos a perspectiva de Daniel, em primeira pessoa, vinte meses antes dele conhecer Ashlyn, sobre o relacionamento com o seu irmão Jace. Enquanto Daniel é o cara certinho, Jace está em um espiral de destruição, levando consigo a família inteira. Tudo culmina em um evento que irá mudar a vida de todos os integrantes dessa família e a dividirá de forma irreparável. A sinopse é bem explicativa quanto ao enredo, deixando claro os principais acontecimentos da história. O aspecto emocional é muito marcante, pois todos os personagens estão, de certa forma, quebrados. Quando lidam com seus traumas sozinhos, sentem-se perdidos, mas é quando estendem as mãos um para o outro, que começam o processo de cura. O livro é um romance, mas o foco não é o proibido do relacionamento de Ashlyn e Daniel. É a união dos dois para cicatrizarem suas feridas, é encontrar um ombro amigo que consegue entender a dor da sua perda. Os dois são imediatamente atraídos um pelo outro, mas desde o início percebe-se que não é algo físico apenas. É uma conexão mais profunda, onde eles trocam seus trechos favoritos de Shakespeare, discutem sobre tudo e sobre nada ao mesmo tempo. É sobre a necessidade inerente do ser humano em se sentir ligado a alguém.
A história é bem delineada. Não ficamos focados apenas no relacionamento dos protagonistas. Em muitos momentos, Hailey e Ryan passam a frente para chamar a atenção do leitor. Seus dramas são tão intensos quanto os do casal protagonista e conseguem arrancar lágrimas durante a leitura. 
Gaby também é uma presença constante. Sua morte não a deixou de escanteio na narrativa e trouxe muita emoção perceber o quanto ela amava Ashlyn.
A narrativa tem um tom agridoce, onde observamos que novas memórias são feitas em cima de lembranças felizes, mas que ainda são dolorosas. O enredo é muito bem desenvolvido e a forma como foi criado, trouxe inúmeros momentos de tirar o fôlego do leitor. 
Foi possível sentir as dores desses personagens como se fossem minhas durante a leitura e por conta disso, não consegui conter as lágrimas!
 

A escrita da autora: Deliciosa. Não há palavra melhor para descrever a escrita da autora Brittainy C. Cherry!

Revisão/ Diagramação/Layout e Capa: Em relação à revisão, diagramação e layout, a editora realizou um excelente trabalho. Existe apenas um errinho na página 117, mas nada que interfira na compreensão do texto. A capa é linda e traz uma sensação de paz, coerente com a trama.
Edição: 1
Editora: Galera Record
ISBN: 9788501104502
Ano: 2015
Páginas: 310
Skoob: aqui
Avaliação: 4/5 
A autora Brittainy C. Cherry virá ao Brasil por ocasião do lançamento do livro e participará do Mochilão Record (no Rio de Janeiro, em 12 de junho, e em São Paulo, em 14 de junho).
RJ – aqui
SP – aqui
Links da pré-venda:
Saraiva – aqui
Travessa – aqui
Amazon – aqui

Categorias:Outros
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Suzzy Chiu junho 5, 2015

    Hello!!
    Que capa linda desse livro, amei o cabelo dela, hehe! Eu reparo em tudo mesmo. =)
    Pelo jeito é um romance bem bom de ler…eu amo romances e desses que tem problemas me deixa doida. Se vc chorou, eu tenho certeza que vou fazer um rio aqui em casa, pq eu sou mega sensível e entro mesmo na estória qdo estou lendo.
    Uma pena saber que a autora Brittainy C. Cherry virá ao Brasil, mas não passará na minha cidade, poxa vida!
    Bjus

  • Emanoelle Souza junho 5, 2015

    amo livros assim, tao emocionantes, adorei a resenha e já fiquei interessada pelo livro, a capa é linda e nao vejo a hora de ler.

  • Any junho 6, 2015

    Nossa, esse livro parece ser uma história emocionante, com as emoções a flor da pele! Personagens fascinantes, sofridos… Apesar de não gostar quando a história não se concentra apenas no casal protagonista, fiquei interesada nos dilemas dos outros personagens. Valeu pela dica!
    Bjos!