24agosto2014

[Resenha] O Irresistível Café de Cupcakes – Mary Simses

Sinopse

Ellen é uma advogada de Manhattan e seu noivo está prestes a se tornar um importante político. Tudo em sua vida parece estar perfeito e no caminho certo. Até que ela decide realizar o último desejo de sua avó e entregar em mãos uma carta. Para isso, ela precisa ir para Beacon, uma charmosa cidadezinha do interior. Entre cupcakes de blueberry e deliciosas rosquinhas, Ellen desvenda os mistérios da vida de sua avó. Aos poucos, ela descobre os simples prazeres da vida e que “perfeito” nem sempre é o que parece.

Minha Opinião:

Resistível.  É um romance fluente e conciso, mas nada de uma “leitura irresistível”, ou seja, cabe ao leitor decidir o que realmente vale a pena nesta obra. A premissa me atraiu bastante, li a sinopse e imaginei um chick-lit ou quem sabe um romance adocicado e fofo. A escrita da autora é um dos pontos positivos da obra, que tem uma premissa pouco desenvolvida, quem lê o título por exemplo, pode pensar que se trata de um romance que se passa em sua maior parte em uma padaria ou doceria, lendo a sinopse observaremos que o mesmo poderá falar realmente de “cupcakes” e “blueberries”, mas não engane-se, temos sim cupcakes e blueberries, mas nada que pudesse ter feito com que o título e sinopse fosse o que lemos.

A “nadadora” é Ellen, uma advogada da cidade grande que faz uma viagem à terra da avó, uma cidadezinha pacata e com poucos recursos (acredito que os maiores recursos sejam os deliciosos cupcakes de blueberries rsrs) para cumprir um último desejo da falecida avó: entregar uma carta para um antigo namorado da avó, o que seria uma tarefa simples e rápida acaba por tornar-se uns dias de férias prolongadas, afinal, ela quase morreu por causa de uma simples foto, foi fotografar e simplesmente caiu na água…

Mas, seu herói foi nada mais e nada menos que Roy, um charmoso carpinteiro. Após esse fatídico dia ela acaba por “forças maiores” ficando na cidade, deixando uma mãe neurótica preocupada e um noivo político ainda mais enlouquecido. A ideia geral tinha grande potencial se fosse melhor trabalhada, como as blueberries que mesmo citadas na obra não fizeram jus ao enredo, poderiam ter sido acrescentadas cenas na fazenda, com as frutas famosas da região e maiores detalhes como sabor, aparência entre outros.  As descobertas em relação ao passado da avó também deixaram a desejar, nós leitores, ficamos tentando compreender o que a levou agir como agiu e por quais motivos.

O epílogo é a melhor parte do livro, ao menos nisso a autora atentou por deixá-lo agradável e sucinto, os acontecimentos tomaram forma e tudo finalmente se encaixou, nos surpreendemos com a atitude inesperada de Ellen e os leitores ficarão animados com a verdadeira identidade de Roy, em síntese: nada é o que aparenta ser, as pessoas podem guardar passados injustificáveis fazendo com que questionamentos sejam apresentados espontaneamente e sem maiores justificativas, como a avó de Ellen, que dá a entender ao leitor, para que o mesmo faça a pergunta: Poderei me arrepender de ter feito algo diferente na vida? A protagonista Ellen deixa através da sua última escolha a resposta para a nossa curiosidade.

Três estrelas! Livro com grande potencial, que pouco foi explorado. Ainda assim, recomendo para quem quer uma leitura leve e fluente, sem nada complexo.

Categorias:Outros
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ana Paula Barreto agosto 24, 2014

    É realmente uma pena quando um livro com enorme potencial não cumpre o prometido. Não sei se é exatamente o caso de "O irresistível café de cupcakes", afinal não li. Mas minha impressão ao ler a resenha é que a história parte de uma premissa interessante, mas o desenrolar não consegue acompanhar muito bem, deixando a desejar em vários aspectos.
    Ainda pretendo ler para tirar minhas próprias conclusões, mas já não vou com tanta sede ao porte.
    bjs

  • rafaela agosto 24, 2014

    A capa e a sinopse são bem interessantes. O livro parece ser bem leve mesmo. É uma pena que não foi bem explorado. Acho que esse eu nem vou mesmo :/
    Beijos!

  • Dilza Sousa agosto 24, 2014

    Uma pena que tinha grande potencial e não explorado, né? Mas fiquei com vontade de ler por ser uma leitura leve.
    Que chato que o título não faz jus à história. Queria tanto que se falasse bastante de cupcakes e blueberries…
    Boa resenha! Bjs, Thaís <3

  • pamela mendes agosto 24, 2014

    Já ouvi bastante gente falando que esse livro tem tudo pra ser bom, mas foi mal explorado. É uma pena, eu achava que esse livro era muito bom e sou apaixonada por essa capa. Agora já até desisti de ler esse livro =P
    Bjss

  • Bruno Valério agosto 24, 2014

    Não achei o livro tão atraente não Thais. Assim como você pensei logo em um romance que incluía muita doçura, os locais de encontro seria em docerias e envolveria muito cupcake, mas pelo você falou não é nada disso. Esperava mais do livro, até porque a capa é S-E-N-S-A-C-I-O-N-A-L e fundo da capa relembra aqueles quadros escolares antigo(se não me engano se chamavam quadro negro).

  • Maira agosto 25, 2014

    Confesso que a capa e o título me deixaram bem interessada no livro e realmente, parece que a história vai se passar em docerias/padarias. A sinopse me lembrou um pouco do filme Cartas para Julieta, onde a personagem principal tenta ajudar uma senhora de idade a reencontrar o antigo namorado. Enfim, se eu tiver a chance quero ler esse livro, não com tanto interesse quanto antes, mas acho que pode ser uma leitura agradável.

    Beijos,
    http://rockmyshoes.blogspot.com.br/

  • Joιѕ Duarte agosto 25, 2014

    Este é um daqueles livros que realmente enganam e tbm pensei que seria uma história melosa, passada inteira dentro de uma cozinha hahahahaha
    Tava até gostando e ainda tem esse misteriosinho "nada é o que parece", mas é uma pena não ser um ótimo livro do começo ao fim =(

  • Jéssica Maria agosto 26, 2014

    A capa até que é bem bonita, a sinopse não chamou minha atenção, mas sua resenha fez eu querer ler o livros, gosto de ler livros mais leves as vezes.

  • raquel rodrigues agosto 28, 2014

    A Capa é bonita , e a sinopse nao me agradou mt , mais sempre tive um pouco de curiosidade por esse livro , a sua resenha é otima , e quero dar chance ao livro , poois as vezes preciso ler algo leve !

  • Georgia @stupidlambgirl agosto 31, 2014

    O cenário é o que mais me atrai para conferir este livro, NY, EUA, realmente me conquistam de primeira! E chick-lit é meu lance, então, acho que irei gostar!

  • Letícia Souza agosto 31, 2014

    Oieee
    A leitura não é perfeita mas curti bastante para aqueles dias que você procura uma coisa leve e despretensiosa e a principio também me lembrei de Cartas de Amor para Julieta.Até agora não consigo compreender o por que desse título mas de qualquer forma ele me agradou,está bem fofo e até chamativo.

  • Stephanie Barbosa setembro 10, 2014

    Ai Thaís, você me desanimou hahahahaah eu to louca pra ler esse livro, mas pra mim ele seria muito ambientado em uma cupcakeria/doceria/padaria. Eu sou facilmente influenciada por capas e tava tão esperançosa 🙁
    http://www.livrosderomance.com.br