24abril2014

[Resenha] Convergente – Veronica Roth

Sinopse
A sociedade baseada em facções, na qual Tris Prior acreditara um dia,
desmoronou – destruída pela violência e por disputas de poder, marcada
pela perda e pela traição. No poderoso desfecho da trilogia Divergente,
de Veronica Roth, a jovem será posta diante de novos desafios e mais uma
vez obrigada a fazer escolhas que exigem coragem, fidelidade,
sacrifício e amor. Livro mais vendido pela Amazon no segmento
infantojuvenil em 2013, Convergente chega ao Brasil em meio à
expectativa pela estreia de Divergente nos cinemas, em abril. A série
segue no topo na lista de bestsellers do The New York Times.

Este livro, apenas este terceiro volume desta aclamada trilogia em uma única palavra:
DECEPCIONANTE!
Não se preocupem ao ler esta resenha, não darei spoilers deste livro, mas não posso deixar de mencionar o quanto nutria altas expectativas e o quanto me decepcionei com essa Trilogia. Já li diversas opiniões a respeito do mesmo, uns amaram, outros odiaram, eu definitivamente faço parte do segundo time.
A autora é ousada, sua ousadia pode definir bem a trilogia e a escolha tão bem retratada e destacada nos livros, mas em nenhum momento esperei que a narrativa passaria por tantas transformações e que teríamos um final diferente do esperado, uma escolha audaciosa de um dos protagonistas, que infelizmente, não gostei.
Quem leu minha resenha de Divergente, soube o quanto eu amei o livro, a construção dos personagens, a divergência de Tris e sua descoberta do amor com Tobias. A trilogia ganhava meu conceito e a premissa era de que se tornasse uma das melhores que já tinha lido até então, superara Jogos Vorazes…
Até que li Insurgente e comecei a perceber que a narrativa tomava outra direção, porém, não esperava de que chegasse ao ponto que chegou em Convergente. Não vou falar dos acontecimentos e do aspecto histórico porque não saberia expressar meu descontentamento em todo o seu teor. O livro levará até o mais “durão” às lágrimas, você escolhe se arriscar nesta leitura?

“Uma escolha se torna um sacrifício.
Uma escolha se torna uma perda.
Uma escolha se torna um fardo.
Uma escolha se torna uma batalha.
Uma escolha pode te destruir.”

 O livro não foi o que eu esperava e nada acrescentou aos anteriores em minhas expectativas, terminei a Trilogia entendendo os aspectos que levaram a esse epílogo, mas sem acreditar na ousadia da autora. Resumindo, em todos os aspectos, Divergente era o melhor livro da série.

Claro que, você que já leu Divergente e Insurgente, deve ler Convergente para concluir a trilogia, porém, não recomendo para quem ainda não leu, por não acrescentar nada em relação aos livros anteriores.

Trilogia Divergente

  1. Divergente
  2. Insurgente
  3. Convergente
Categorias:Outros
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Hangover at 16 (contato) abril 25, 2014

    Nossa, jura que você não gostou? Eu achei que foi bem colocado. Lógico, quando nós gostamos do personagem, nós não esperamos por isso, e nem gostamos, ainda mais se for com o principal. Mas ela passou por tanta coisa, que eu achava até meio surreal, porque acima de tudo ela era humana, e não era de ferro, né. E também, depois de tanta morte no decorrer dos três livros, eu não esperava menos do que isso vindo da autora kk

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

  • Diana Canaverde abril 27, 2014

    Ahhhhhhh mais uma resenha que leio que não gostou de convergente…. eu amei divergente e estou com insurgente para ler… eu as vezes acho que as pessoas que não gostaram é porque o final foi muito terrível e totalmente inesperado é isso??? Eu fico com receio e as vezes mais ansiosa pela leitura… Oh Lord… Bom só lendo mesmo para ter uma conclusão mais concreta… é uma pena que vc se decepcionou… Xero!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

  • Sil abril 28, 2014

    A sua é a quarta resenha que leio que se decepcionou com o livro. Eu estava esperando lançarem todos para comprar em alguma promoção, mas agora até desanimei. Só se for alguma ótima promoção mesmo, se não não vou comprar.

    Blog Prefácio

  • Anônimo maio 24, 2014

    Bem, pra o livrl foi incrível, claro que eu não queria que tivesse aquele fim, mas é necessário entender, que nem tudo termina de modo feliz, há momentos que fica paradão, falta aquela emoção e adrenalina de Divergente e Insurgente. Mas a trilogia é perfeita, é uns dos melhores livros e sagas que já li. Super aconselho a ler Divergente