27fevereiro2014

Resenha: “Tentação ao Pôr do Sol” – The Hathaways – Livro 03 – Lisa Kleypas

Sinopse – “Poppy Hathaway está em Londres para sua terceira temporada de eventos sociais. Como nos dois anos anteriores, ela se hospedou com a família no hotel Rutledge. E, como nos dois anos anteriores, tudo indica que retornará a Hampshire sem ter encontrado um pretendente com quem se casar. Apesar de ser extremamente bonita e gentil, Poppy tem duas grandes desvantagens em relação às outras moças: sua inteligência deixa muitos homens acuados e o fato de vir de uma família tão pouco convencional faz com que os melhores partidos nem sequer a abordem. Mas o destino a coloca no caminho de Harry Rutledge, um homem de passado triste, que venceu na vida por conta própria e aprendeu a encarar tudo como um negócio. O dono do hotel não ama ninguém, confia em poucos e manipula todos. Porém, mesmo sendo tudo o que Poppy nunca almejou, ela não pode negar o fascínio que sente por ele. Quando Harry conhece Poppy, é tomado pelo desejo. Ele imediatamente tem a certeza de que a jovem será sua – e, para o bem ou para o mal, não mede esforços para que isso aconteça. Mas fascínio e desejo não serão suficientes para construir sua história, sobretudo quando uma traição põe em jogo as bases do relacionamento. Agora, é entre quatro paredes que eles tentarão resolver problemas e anular diferenças, num romance sensual em que seu futuro juntos pode mudar a cada toque, cada encontro, cada descoberta”.

Minha opinião – Dos três livros da série publicados até agora “Tentação ao pôr do sol” é o que possui um casal de protagonistas mais voltado as características dos romances históricos. Poppy está com 23 anos e junto com Bea que agora está com 19 anos estão participando dos bailes da sociedade londrina para conseguirem um bom casamento. Diferentemente das suas outras duas irmãs, o que Poppy almeja é um casamento sólido, seguro e uma vida tranquila… tão tranquila que alguns podem ver como chata. Ela procura pela normalidade que até o momento sua família não teve, já que sofreram tantas perdas e tiveram inúmeros obstáculos em seus caminhos. E Poppy tem um pretendente ideal: Michael Bayning, filho único de uma família promissora que é gentil com ela e gosta do fato dela ser inteligente. Em meio a um resgate causado pelo furão de estimação da Bea no hotel Rutledge, Poppy conhece Jay Harry Rutledge. Harry é um homem ambicioso que procura uma esposa mas que não tem paciência com as mocinhas sem cérebro da sociedade. Quando conhece Poppy, além da beleza da jovem, a inteligência e perspicácia o convencem de que ela será a sua esposa. A questão é o que Harry será capaz de fazer para conseguir o que quer.

Como nos livros anteriores, a família Hathaway está presente em todos os momentos permitindo ao leitor observar como esse grupo nada convencional cresce como unidade.

Poppy pode querer a normalidade mas não aceita dobrar-se as ordens de Harry, que é um homem intransigente e não gosta de ser contrariado.

Um dos pontos positivos desse livro é que a trama ocorre na maior parte do tempo no hotel, então algumas figuras engraçadas fazem aparições hilárias e os funcionários do hotel, como o secretário de Harry, Jake Valentine acabam sendo novas aquisições à família. Novos mistérios são lançados na trama, como o passado da dama de companhia, a srta. Marks. O modo como ela e Leo continuam se provocando é fofo e deixa claro o que podemos esperar no próximo livro.

A participação da família como um todo é maravilhosa, mas a cada livro da série que termina, fica mais claro que Bea está se tornando uma mulher hilária e ao mesmo tempo atrapalhada, aumentando significativamente a expectativa pelo livro que contará a sua história.

“- Juro por São Francisco, o santo protetor de todos os animais – falou e, percebendo a hesitação de Poppy, acrescentou com entusiasmo: – Se um bando de piratas me raptar e me levar para o navio e ameaçar a fazer com que eu ande na prancha sobre o mar infestado de tubarões famintos a menos que eu conte seu segredo, nem assim eu contarei. Se for amarrada por um vilão e posta na frente de uma manada de cavalos selvagens com ferraduras de ferro e o único jeito de não ser pisoteada por eles for revelar seu segredo ao vilão, eu …
– Tudo bem, você me convenceu – Poppy a interrompeu rindo”. (p. 43)

Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um ótimo trabalho.

” – As publicações femininas aconselham a deixar o marido impor sua vontade na maior parte do tempo.
– Ah, mentiras, mentiras. É melhor deixar o marido pensar que está impondo a sua vontade. Esse é o segredo para um casamento feliz”. (p. 190)

Edição: 1
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580412345
Ano: 2014
Páginas: 272
Tradutor: Débora Isidoro
Skoob: Clique aqui
Avaliação: 4/5

 Série The Hathaways
  1. Desejo à Meia-Noite
  2. Sedução Ao Amanhecer
  3. Tentação ao Pôr do Sol
Categorias:Outros
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Camila março 1, 2014

    Oi, Carol.
    Eu morro de vontade de ler essa série porque acho as capas lindas, mas tenho um pouco de preguiça quando o assunto é romance de época! Ainda não me decidi completamente!
    Beijos
    Camis – Leitora Compulsiva

    • carolinaduraes março 11, 2014

      Oi Camila, tudo bem?
      As capas são lindas mesmo e confesso que primeiro eu fiquei atraída por elas, depois pelas sinopses rs.
      O que eu gosto dos livros históricos é que a maior parte deles possuem uma trama leve. Então eu alterno sempre um livro policial, uma distopia pesada ou algo do gênero com um histórico.
      Bjkas