25outubro2013

A Guerra – Patrick Ness

Você conhece a “Série Mundo em Caos”? Já escrevi resenhas do primeiro volume: O Motivo, e também, do segundo volume da Trilogia: A Missão.
Hoje, apresento à você, caro leitor, o terceiro e último livro dessa série distópica que me conquistou, que superou Jogos Vorazes em minha singela opinião.
A partir daqui, a resenha poderá conter SPOILERS dos livros anteriores, se você não leu a série e pretende ler, pare exatamente aqui.
Se você leu os volumes anteriores, pode prosseguir, porque a resenha contém spoilers apenas deles, não deste.
No final do livro “A Missão”, fiquei eufórica com a chegada do desfecho do volume, mas que desfecho foi aquele? Mal podia esperar para ler este livro, do qual vos falo! Porque estávamos em um ponto crítico de toda a trilogia, estávamos prestes a entrar na melhor parte, quando as máscaras começaram a cair e soubemos exatamente a intenção do presidente Prentiss e da Sra. Coyle. Mas… não se enganem! “A Guerra” vai mudar tudo… TUDO!

E não há tempo…
Apenas eu…
Apenas minha vingança…
A lâmina está preparada…

Já iniciamos a leitura em em enredo bastante ativo, muita ação, afinal, inicia-se a grande guerra, mas, também é o melhor livro da série, tenho o orgulho de dizer que é uma das poucas trilogias que deixa o melhor para o final, pura adrenalina!

A narrativa continua despretensiosamente na visão de Todd e pela de Viola revezadamente. Mas, entra um novo narrador, o “céu” daquele planeta, uma terceira pessoa a representar parte da perigosa e iminente guerra.

Se, e apenas se, ele mostra.
Se, e apenas se, eu respondo.
E, em uma voz baixa, talvez em até um tom que apenas eu consigo escutar, o Céu mostra,
O Retorno confia no Céu?

 Não quero contar muito da história, porque cabe a você ler e decifrar os personagens. Além dos já conhecidos nos livros anteriores, o leitor irá conhecer os amigos de Viola, que vieram com a Nave. É muito bom ver o desenvolvimento de toda a história, o amadurecimento dos protagonistas, o sentimentos das pessoas e das criaturas existentes no novo mundo. É um dos melhores distópicos que já li!

A diagramação é simples, e a capa possui apenas a lombada que combina com os volumes anteriores, a capa… não gostei. A revisão não está cem por cento, encontrei muitas falhas. São os únicos pontos negativos do livro.

Preciso dizer ainda o quanto recomendo a leitura desta trilogia incrível?

Acompanhe de perto os bastidores dessa Trilogia de sucesso:

 Facebook | Twitter | Book Trailer 
Trilogia Mundo em Caos
  1. O Motivo (The Knife of Never Letting Go)
  2. A Missão (The Ask and the Answer)
  3. A Guerra (Monsters of Men)

Fonte

Categorias:Outros
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Oliveira outubro 25, 2013

    Amei o filme de Jogo Vorazes, não li os livros, justo para não achar ruim os filmes. Agora assisto aos filmes primeiro, e quando lançam o filme após eu ler, não assisto o filme, pois vai ser uma decepção para mim. Aprendi isso. Mas, essa série deve ser muito boa. Só de ser no mesmo ritmo de Jogos Vorazes já a faz boa, ela sendo melhor… uau!

  • Oliveira outubro 25, 2013

    Devido você dizer em sua resenha que superou Jogos Vorazes, já fico com vontade de ler. E ainda por já ter todos lançados, isso é muito mais tentador!

  • Adriana outubro 27, 2013

    Nem li a resenha porque não li os outros dois livros, mesmo voce dizendo que é bom, acho tão ruim essa demora pra publicação dos volumes, dois anos pra publicarem os 3 livros, acho tempo demais, isso que me faz desanimar as vezes em ler séries!! Bjão! 🙂