13setembro2013

Cold Springs – Vingança e Redenção no Texas – Rick Riordan

Para aqueles acostumados a ler obras infanto-juvenis do autor Rick Riordan ler “Cold Springs – Vingança e Redenção no Texas” irá surpreendê-los pela complexa trama repleta de elementos fortes e que discutem alguns aspectos negativos da sociedade: violência e drogas.

A trama criada pelo autor baseia-se nos segredos, nas mentiras e traições e o quanto tudo isso pode destruir uma família inteira ou no caso duas famílias. No núcleo adulto teremos 2 casais de amigos, cada um deles pai de uma menina, que no início do livro encontram-se com 16 anos (Katherine, filha dos Chadwick) e 06 anos (Mallory, filha dos Zedman).

Um dos pontos marcantes na trama foi a construção dos personagens, entre eles os quatro adultos: Chadwick, sua esposa Norma, John e sua esposa Ann. Todos eles são muito humanizados, cheios de defeitos, egoístas e egocêntricos. Quem espera que Chadwick seja um herói puro e forte vindo em um cavalo branco irá se decepcionar: ele traí, mente e é egoísta. Norma tenta a todo custo tapar o sol com a peneira. Vive em estado de negação. John é tão egocêntrico, focado em ser o “maior e melhor” que não enxerga o que está a sua volta e Ann, que possuí uma fachada humanitária é tão egoísta que foca apenas no que quer e não no que os demais precisam. Sem dúvida é um grupo com uma dinâmica complexa.

Uma situação horrível irá acontecer resultando no falecimento de Katherine e Mallory irá presenciar. Muito tempo se passa, as vidas modificam-se. Com isso Mallory se torna uma jovem perturbada, que se envolve com drogas e em confusões. Chadwick é um instrutor em um acampamento no estilo militar para jovens “problemáticos” e a pedido de Ann, leva Mallory para lá. A partir desse ponto é que a trama realmente começa a se desenrolar. Algo do passado, que envolve Katherine ressurge e Chadwick começa uma investigação que trará a tona todos os segredos e mentiras enterrados por todos esses anos.

A obra ainda faz com que o leitor reflita sobre alguns assuntos, como a influência do meio em que se vive e a formação do indivíduo. Será que por nascer em uma família disfuncional, criminosa, o jovem está fadado a falhar na vida? E se esse for o caso, porque jovens de classe média alta e alta se voltam para as drogas e outras situações. O autor consegue inserir esse tipo de debate interno com a construção desses e outros personagens, deixando um impacto positivo no leitor, fazendo-o refletir além da trama principal.

Estava lendo a biografia resumida do autor no skoob e vi que ele passou 15 anos ensinando inglês e história em escolas públicas e particulares. Talvez seja por ter observado tão de perto os jovens, a sua determinação em “desafiar” as normas que os personagens jovens desse livro sejam tão bem construídos.

Em relação a revisão, diagramação e layout a editora realizou um trabalho excelente. A capa é intrigante. No primeiro momento têm-se a impressão de que ela diz nada, mas após ler o livro, ela conta importantes trechos da trama.

“Mallory havia sido sua boneca, sua filha de faz de conta, o eu de brinquedo para o qual podia se virar sempre que a vida real ficava insuportável. Mas agora que Mallory estava na pré-escola da Laurel Heights, Katherine sentia-se triste sempre que olhava para ela. Não queria vê-los destruir aquela garotinha da forma como a destruíram”. (p.19)

Edição: 1
Editora: Record
ISBN: 9788501093844
Ano: 2012
Páginas: 480
Tradutor: Gustavo Mesquita
Skoob: aqui
Avaliação: 4/5

Categorias:Outros
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Adriana setembro 13, 2013

    Eu não esperava uma obra tão complexa do Rick Riordan, mas me pareceu uma historia interessante e como voce disse, bem humanizada, onde os personagens possuiem defeitos e qualidades como qualquer ser humano, gostei muito do tema abordado, acho mesmo que livros assim, tendem a nos chocar e emocionar, eu mesma fiquei muito afim de ler e vou procurar se tem pra troca no skoob, parabéns pela resenha, bjão! 🙂

    • carolinaduraes setembro 14, 2013

      Oi Adriana, tudo bem?
      Pois é, vou confessar que fiquei surpresa também. Acredito que isso serviu para quebrar o meu pré-conceito, pois eu pensava no autor como autor de livros infanto juvenis e não tinha muita expectativa quanto ao a esse livro. Quando terminei a leitura, fiquei: Uau!
      Beijos

  • caroline matos setembro 13, 2013

    EU AMO O TIO RICK COM TODAS AS LETRAS , sou completamente apaixonada por todos os livros que já li dele sou semideusa grega, e maga da casa da vida, esse livro está entre os poucos que ainda não li dele,na verdade acho que só falta esse..rsrs ele está entre os primeiros na minha lista de compras só falta o dinheiro kk aah que emocionada eu fiquei agora <3 eu amo muito,adoro o jeito que ele escreve,cada personagem,cada historia, tudo, preciso ler logo esse livro só para me apaixonar mais um pouquinho.

    • carolinaduraes setembro 14, 2013

      Oi Caroline, tudo bem com você?
      Então, eu gosto muito do autor também, mas não li todas as obras dele. Ainda não li Tequila Vermelha, por exemplo, mas confesso que gostei da escrita dele voltada para o público adulto também.
      Beijos

  • Oliveira setembro 14, 2013

    Ele conseguiu discorrer sobre um tema questionável e ao mesmo tempo bastante polêmico.
    A escrita dele é formidável!

    • carolinaduraes setembro 15, 2013

      Concordo com você Oliveira. O tema é realmente polêmico e a escrita dele é incrível.
      Obrigada pelo comentário.
      Beijos

  • Bruno Valério setembro 14, 2013

    Ainda não li, mais ele está na minha lista de desejados… A Editora Record escolhe muito bem os livros e mesmo sendo mais para o público adulto eu achei muito interessante.

    • carolinaduraes setembro 15, 2013

      Oi Bruno.
      Realmente tenho visto e lido ótimos livros da editora e esse livro em particular é interessante mesmo.
      Beijos

  • Anne Viana setembro 15, 2013

    Realmente me surpreendi com a sinopse e sua resenha e já quero na minha estante ^^ o livro não me ganhou pela capa que é bem feinha mas pela sua resenha..quero saber como a Katherine morreu e essa vida desregrada da Mallory =)

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

    • carolinaduraes setembro 15, 2013

      Oi Anne, tudo bem?
      Quando eu vi a capa pela primeira vez, ela não me passou nada sabe? Não gostei nem desgostei dela, e como eu já conhecia a escrita do autor, resolvi arriscar. Ainda bem rs!
      Depois de ler, me conte o que achou ok?
      Beijos