12junho2013

Um Motim no Tempo – James Dashner

Sinopse:

Quando os melhores amigos Dak Smyth e Sera Froste descobrem o segredo da
viagem no tempo – um dispositivo portátil conhecido como Anel do
Infinito -, eles acabam envolvidos numa guerra secreta que existe há
muitos séculos e decidirá o futuro da humanidade. Recrutados pelos
Guardiões da História, uma sociedade secreta que existe desde
Aristóteles, as crianças descobrem que a história havia saído
desastrosamente de seu curso natural. Agora, Dak, Sera e Riq, o jovem
guardião em treinamento, devem voltar no tempo para corrigir as Grandes
Fraturas – e, no caminho, ainda salvar os pais de Dak.
A primeira parada é na Espanha de 1492, quando um navegador chamado
Cristóvão Colombo está prestes a ser lançado ao mar, durante um motim
terrível.
Os protagonistas são muito inteligentes,
verdadeiros gênios. Dak gosta e sabe muito de história, enquanto Sera é
uma expert em matemática. Essas qualidades aos personagens foram
exageradas, eles são apenas crianças e são inteligentes a este ponto?
Tudo bem que é possível, mas foi muito exagerado. Por serem tão
inteligentes deveriam ter “sacado” algo que estava errado na história
rápido, mas agiram como deviam agir como crianças.
Esta
série seguirá o estilo de 39 Clues, cada livro será escrito por um autor
diferente. Coisa que pode ser boa, mas me preocupo com os autores cujo
foram seguir com a série, senti que o James Dashner perdeu a mão nesse
livro e já foi um mau começo.
Por esses livros
(a série inteira), serem voltados ao público infantil, os mesmos deve ter
um pouco de noção em história. Os fatos alterados pela SQ são aqueles
bem marcantes historicamente (neste livro, por exemplo, não foi Colombo
que descobriu a América).  Dependendo
do nível de história da criança ela não entenderá as alterações na
história. Está curioso? Leia, e encontre os “erros”da história.

Adquira seu exemplar

Categorias:Outros
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Camila Márcia junho 12, 2013

    Oi Lipe,
    Realmente o que você apontou vigora, os personagens são gênios e apesar disso agem como crianças [que são]. Mas as vezes tem coisas na nossa cara [que como adulto que somos] nem sequer percebemos.
    O livro tem falhas e poderia ter sido beeeem melhor, mas eu li e gostei. A leitura é rápida, principalmente por ser um livro pequeno, o enredo é agradável [viagens temporais sempre são divertidas], mas poderia ter trabalhado mais os aspectos culturais de cada tempo, com mais detalhes… enfim… acho que Um Motim no Tempo é um ótimo passatempo. Melhor lê-lo para descontrair depois de uma leitura mais 'densa' 'pesada'.

    Bjs,
    Camila Márcia
    @camila_marcia
    De Livro em Livro
    Devaneios Fugazes