02maio2013

O Caçador – Ana Lúcia Merege

Classificação

Sinopse: 

Muitas eras atrás, num reino cujo nome ficou esquecido, um caçador recebeu uma estranha ordem de sua rainha: escoltar a princesa até a floresta e ali matá-la, levando o seu coração como prova de que a missão fora cumprida. Todos sabemos o que aconteceu a partir daí… mas apenas no que se refere à princesa. O que teria acontecido com o caçador? Repleto de aventura e evocando, ao mesmo tempo, a magia dos contos de fadas, este livro mostra também a viagem de aprendizado de um jovem em busca de sua identidade: uma jornada às vezes dura, às vezes divertida, mas que, mais cedo ou mais tarde, todos nós somos levados a empreender.

 Todos nós de uma forma ou de outra, através dos pais, avós, tios, livros e filmes, já tivemos algum contato com o mundo dos contos de fadas que influenciam nossas vidas e nossos sonhos. Meninas sonham serem princesas com seus vestidos e tiaras; meninos em serem príncipes em seus cavalos lutando contra qualquer perigo. E todos nós também sabemos o que sempre acontece com o casal no final: Vivem felizes para sempre.

Mas… e os outros personagens? Os famosos secundários?

Nesse livro, Ana Lúcia Merege conta a história não de uma princesa com algum tipo de maldição ou de um príncipe e seu reino, mas sim do caçador. Aquele da história da Branca de Neve que deixou que ela conseguisse viver sua história com final feliz.

“Era a primeira vez que sentia o gosto da vingança, que lhe sabia tão bem quanto um naco de carne fresca. Com as experiências que tivera, as dores recentes e antigas acumuladas até o ponto máximo, ele passara a desprezar todos os homens.” Pág. 74


 Na história, o caçador com sua boa índole acaba sofrendo as consequências da crueldade humana e acompanhamos o seu desenvolvimento: de um jovem que aprendeu a buscar comida na natureza e servia a rainha à um homem com desejo de constituir uma família completa. 

 

Não fora isso que eu esperava da história, pois até então eu havia começado a ler sem ter dado uma olhada na sinopse. E qual foi a minha surpresa ao perceber os entrelaçamentos da vida do caçador com as histórias dos contos de fadas?


 Branca de Neve, A Bela e a Fera, Cinderela, João e o pé de feijão, enfim há muitas histórias e diretamente ou indiretamente, o caçador influencia de alguma forma o rumo delas. Nenhum personagem possui um nome e é identificado pela sua profissão ou característica e conforme lemos, descobrimos de qual conto eles pertencem. O livro é curto, com 99 páginas divididas em três capítulos, cada um com uma pequena ilustração acompanhando o título. 
 Recomendo. É uma leitura rápida que nos faz refletir um pouco sobre a humanidade. Apesar da época já distante, os mesmos problemas persistem, às vezes até piores e nem todos conseguem um final feliz.

Categorias:Outros, Resenhas
Thaís Turesso

veja também os relacionados:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ana maio 2, 2013

    Obrigada pela leitura e apreciação. Fico feliz que tenha gostado! 🙂

  • Sora Seishin maio 2, 2013

    Eu adoro contos de fadas e tudo relacionado (sou fã da série Once upon a time). Fiquei com vontade de ler esse livro, acho legal recontar a história pela visão de um personagem secundário.

    Beijos,
    Sora – Meu Jardim de Livros

  • Andy Lima maio 3, 2013

    OMG! Eu quero, já estou indo pesquisar preços, adoro obras que envolvam direta ou indiretamente os contos de fadas e estou precisando ler algo assim curto e bem elaborado!

  • Danielle CGA Souza maio 3, 2013

    Gostei dessa nova visão, é bom saber o que acontece com os personagens secundários, afinal eles não congelam ali e fim. XD
    Vou procurar, apesar de não ter curtido a capa.

  • joicyelle santos maio 3, 2013

    Ansiosa pra ler,adorei a indicação. Principalmente por ser nacional ^^

    http://joicy-santos.blogspot.com.br/

  • Monique Melo maio 4, 2013

    Nossa, que interessante. Ver a história pelo lado do Caçador deve ser muito bom. Gosto de livros curtos, desde que o autor consiga desenvolver sua proposta, que é o caso da Ana, pelo que pude perceber.

    Beijos

    http://afabricadiversaoearte.blogspot.com.br/

  • Mari B. maio 5, 2013

    Gostei da sinopse, espero colocar minhas mãozitas neste livro! Gosto de releituras de contos de fadas.